Polícia

Adolescente indígena de 12 anos é assassinado com tiros na cabeça no bairro José Hassem, em Epitaciolândia

Publicados

Polícia

Adolescente foi atingido com tiros na cabeça e tórax no interior do Acre – Foto: Alexandre Lima/Rede Amazônica

O adolescente indígena Adriano Jaminawa, de 12 anos, foi assassinado a tiros na noite dessa quarta-feira (27) no bairro José Hassem, em Epitaciolândia.

Conforme a polícia, a madrasta do adolescente contou que ele estava a poucos metros de casa quando os autores chegaram em uma motocicleta e já deram os disparos de arma de fogo contra ele. A mulher disse aos militares que não conseguiu reconhecer os autores, porque não tiraram o capacete para cometer o crime.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, fez os primeiros socorros e levou Jaminawa para o hospital de Brasileia, cidade vizinha, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

Ainda segundo a PM-AC, a madrasta dele contou que o rapaz costumava andar com pessoas envolvidas em facções criminosas. A equipe médica constatou que os tiros atingiram a região da cabeça e tórax da vítima. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PM prende suspeito de assassinar comerciante em Rio Branco
Propaganda

Polícia

Homem é morto e mulher ferida por dupla encapuzada na região do Caquetá, em Porto Acre

Publicados

em

Antônio André de Araújo, de 41 anos, foi morto ao ser alvejado com vários disparos de arma de fogo. O crime ocorreu no Ramal Santa Bárbara, região do Caquetá, em Porto Acre. Uma mulher ficou ferida no braço, mas sem gravidade.

A Polícia Militar foi acionada no sábado (30) para atender a ocorrência e, ao chegar no local, encontraram duas mulheres, que disseram ter passado a noite com Araújo e de outro homem e que eles estavam armados e teriam agredindo-as fisicamente.

Já na manhã de sábado, apareceram duas pessoas encapuzadas e armadas com pistolas e começaram a atirar contra elas e os dois homens.

Foi quando a vítima foi alvejada com vários tiros e não resistiu. O outro homem conseguiu fugir e não foi localizado. Uma das mulheres chegou a ser ferida no braço, foi encaminhada ao Pronto Socorro de Rio Branco, recebeu atendimento e liberada depois, segundo informações da polícia.

As mulheres escaparam com vida porque fugiram e se esconderam em outra propriedade. Ainda segundo informaram à polícia, a dupla encapuzada levou as armas e celulares de todos que estavam na casa.

Leia Também:  Jovem de 19 anos é preso por suspeita de estuprar sete mulheres

A Perícia e Instituo Médico Legal (IML) estiveram no local e fizeram os procedimentos de praxe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA