Polícia

Adolescente de 16 anos morre durante confronto com a polícia em bairro de Rio Branco

Publicados

Polícia

Uma operação das polícias Militar e Penal acabou em confronto e morte na tarde desta terça-feira (5) no bairro Boa União, em Rio Branco. Um adolescente de 16 anos foi morto ao reagir a abordagem e tentar atirar em um PM.

A PM-AC informou que fazia o acompanhamento e abordagens a presos monitorados pela Sistema Prisional quando encontrou um grupo de homens na parte de trás de uma construção.

O grupo correu ao ver a polícia e tentou se livrar de drogas e armas. O menor teria jogado algo em direção ao muro do terreno, sacou uma arma e apontou para um PM, que reagiu e atirou nele.

A ambulância de suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local, mas o adolescente morreu antes de receber ajuda médica.

“Ele estava com um revólver e o policial atirou. Não sei se foi um ou dois tiros. Uma pessoa foi presa por tráfico de drogas e levada para a delegacia. A arma do agente foi levada pela perícia, o procedimento é ficar à disposição para exames. Estamos na Corregedoria da PM para relatar tudo”, explicou o major da PM-AC e superior do dia, Kleison Albuquerque.

Leia Também:  Dupla em motocicleta ataca novamente e fere jovem com um tiro, no bairro Boa União

A área foi isolada e a perícia acionada. Ainda segundo o major, as informações repassadas relatam que o menor é bastante conhecido na área e tem envolvimento com crimes.

“Pelas informações, ele ia atirar, só que não deu tempo. Pela situação não tinha mais para onde ir, era no fundo de terreno e o disparo foi pela frente. Ele sacou a arma, mas não deu para atirar”, acrescentou.

Albuquerque disse ainda que a polícia fez a operação também porque recebeu a informação de que haveria confronto entre membros de uma organização criminosa. “Tinha o informe de que poderia ter o confronto entre facções. Fazia esse monitoramento como forma de prevenção. Não estava indo com intenção de pegar arma ou droga, estavam indo nos monitorados para fazer essas prevenção, mas por azar teve essa situação”, concluiu.

Por Aline Nascimento, G1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Operação Narco Brasil 2022, deflagrada em Feijó, Tarauacá e Rio Branco, prende investigados por tráfico de drogas

Publicados

em

Operação Narco Brasil 2022 cumpriu mandado judiciais em Rio Branco, Tarauacá e Feijó — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira (29) durante a Operação Narco Brasil 2022 deflagrada em Feijó e Tarauacá, cidades do interior do Acre, e na capital acreana, Rio Branco. Os presos, de 20 e 25 anos, são investigados por terem envolvimento com uma carga de 25 quilos de maconha apreendida em janeiro na Rodoviária Internacional de Rio Branco.

Na ação, policiais da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e das delegacias locais, cumpriram oito mandados judiciais, sendo: dois de busca em Rio Branco, três de busca em Feijó, um em Tarauacá e dois mandados de prisão.

O investigado de 20 anos foi preso em Tarauacá e o de 25 anos em Feijó. O nome da operação é em alusão ao Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado o último dia 26.

Apreensão de maconha

No dia 14 de janeiro deste ano, um jovem de 23 anos foi preso na Rodoviária de Rio Branco com 25 quilos de maconha que estavam escondidos dentro de uma mala.

Leia Também:  Polícia Militar recupera veículo e dinheiro roubados, em Capixaba e prende envolvidos

A prisão ocorreu por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) que levantou informações de que o jovem estava no ônibus que havia saído de Rondônia. Os policiais, ao fazerem buscas com a companhia de cães, acabaram localizando a droga.

Logo em seguida, foi identificado de quem era o entorpecente e o jovem preso em flagrante. Ainda conforme as informações da polícia, a droga seria levada para a cidade de Feijó, no interior do Acre. Com informações do G1 Acre.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA