Polícia

A vítima foi atingida por um tiro de escopeta na cabeça.

Homem é morto por envolvimento com namorada de traficante

Publicados

Polícia

Homem é morto por envolvimento com namorada de traficante

Manoel foi atingido na cabeça e teve morte instantânea/Foto: Selmo Melo/Agência ContilNet

Manoel foi atingido na cabeça e teve morte instantânea/Foto: Selmo Melo

Agência ContilNet

Um homicídio foi registrado no bairro Airton Sena, na Rua do Barro, na manhã deste domingo (13). Segundo informações de familiares, a vítima Manoel Oliveira da Silva, 30 anos, já vinha sendo ameaçado de morte por um homem não identificado.

Informações dão conta que Manoel morava há pouco tempo no bairro, e que estava se relacionando com a namorada de um traficante da região. Na noite de sábado, Manoel saiu de casa em sua bicicleta dizendo que ia a um aniversário, quando voltava o mesmo foi abordado por dois rapazes na entrada de um beco, que dá acesso à sua casa.

A vítima foi atingida por um tiro de escopeta na cabeça, tendo morte instantânea. Policiais militares do 3º BPM recolheram o aparelho celular da vítima, já que continha várias ligações a um mesmo número horas antes do crime.

Leia Também:  Em patrulhamento de rotina PM apreende três armas de fogo

O IML foi ao local realizar a pericia técnica e a remoção do corpo.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Operação apura esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2020 em Tarauacá

Publicados

em

Operação da PF apura esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2020 no AC — Foto: Arquivo/PF-AC

A Polícia federal e o Ministério Público Eleitoral deflagraram, nesta quarta-feira (25), a operação “Klerotorion” para apurar crimes de corrupção eleitoral ativa e passiva, associação criminosa e peculato ocorridos durante as eleições municipais de 2020 em Tarauacá, no interior do Acre.

Ao todo, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados. Conforme a PF, as investigações começaram em agosto do ano passado, quando foi descoberto um esquema de compra de votos operado por associação criminosa formada por um vereador, dois ex-secretários de saúde e um servidor público municipal. A polícia não divulgou os nomes dos alvos.

As investigações apontaram que os candidatos investigados negociaram votos com eleitores para os cargos de prefeito e vereador da cidade de Tarauacá. Ainda segundo a PF, eles entregavam aos eleitores vantagens como dinheiro, passagens rodoviárias, gêneros alimentícios e outros.

Durantes as diligências policiais, ficou constatado que parte dos recursos usados na compra de votos era do cofre público, o que também caracteriza o crime de peculato. Por isso, os investigados podem responder pelos crimes de corrupção eleitoral, associação criminosa e peculato. Cerca de 16 policiais federais participaram da operação. Com informações do G1 Acre.

Leia Também:  Morte de bebê de 8 meses após estupro gera revolta na Bolívia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA