Geral

Venda de veículos por meio digital entra em vigor no Acre: É possível a compra e venda por meio do aplicativo

Publicados

Geral

Nova funcionalidade da Carteira Digital de Trânsito (CDT), que permite a assinatura eletrônica do documento de autorização para transferência de propriedade entre pessoas físicas, pelo gov.br, entrou em vigor no estado do Acre.

A facilidade está disponível para proprietários de veículos com documentos emitidos a partir de 4 de janeiro de 2021, data em que o antigo Documento Único de Transferência (DUT) foi substituído pela versão digital, a Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo eletrônica (ATPV-e).

A partir do dia 24, já é possível concretizar a compra e venda entre pessoas físicas por meio do aplicativo (APP) Carteira Digital de Trânsito (CDT), de forma mais rápida e prática, sem a necessidade de reconhecer firma ou estabelecer contrato em papel, apenas pelo aplicativo e com a assinatura digital do sistema gov.br.

“Essa nova funcionalidade vai facilitar a vida do cidadão acreano, oferecendo mais comodidade e segurança na hora realizar a compra e a venda de um veículo”, ressalta a presidente do Detran/AC, Taynara Martins.

Após finalizar os passos pelo aplicativo, basta levar o veículo para a vistoria no Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) e finalizar  a transferência.

Leia Também:  Prazo para transferência de veículos vai até quinta-feira

A Venda Digital é uma solução inovadora do governo federal, desenvolvida por meio de parceria entre a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran)/ Ministério da Infraestrutura (MInfra), Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e Detrans.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Acre começa a emitir o novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no dia 1º de junho

Publicados

em

Entre as mudanças está a possibilidade de emissão do documento com nome social do condutor. Detran-AC terá parada técnica para implantação do modelo – Foto: Raylson Lima/Detran

O Acre começa a emitir o novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no dia 1º de junho. A mudança segue a resolução 886 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de dezembro de 2021.

Segundo o portal G1 Acre, a mudança visa trazer mais segurança aos motoristas com o uso de tinta que brilha no escuro, holograma e impressão reativa a luz ultravioleta, dificultando falsificações. Outra importante mudança é a possibilidade de emissão da carteira com nome social do condutor.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC) divulgou, nesta segunda-feira (23), que vai fazer uma parada técnica entre quinta (26) e a próximo terça (31) para implantação do novo modelo estabelecido pela resolução nº 886/2021, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Essa implantação será feita em todo país.

“As CNHs no modelo que conhecemos hoje só serão emitidas até o dia 25. Vamos parar por cinco dias e, a partir de junho, expediremos a nova carteira. A parada é necessária para ajustes gráficos e finalização de procedimentos. Quem der entrada em processos nesse intervalo vai demorar um pouco para receber seu novo documento em nossas unidades”, disse a coordenadora de Habilitação e Registro Nacional de Condutores no Acre, Juliana Gurgel.

Leia Também:  Vereadora Eliane Abreu diz que nova empresa de transporte já entra prejudicando a população de Bujari

Confira outras caraterísticas da nova CNH:

  • Primeira coluna terá a categoria da CNH, seguida por uma imagem do automóvel e a indicação se o dono do documento está habilitado para dirigir aquele tipo de veículo.
  • Documento vai apontar se o condutor tem apenas permissão para dirigir, por meio da letra “P”, ou se já possui CNH definitiva, com o uso da letra “D”.
  • Modelo vai mostrar se o condutor utiliza a CNH para trabalhar, e terá um campo para apresentar possíveis restrições médicas.
  • Nova CNH mantém o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista.
  • A nova CNH mantém o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista.
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA