RIO BRANCO

Geral

Venda de automóveis no Acre cai 1,47% em relação a ano anterior

Aquisição de motocicletas sofreu redução ainda maior. Os dados são da Federação do Comércio do Acre.

Publicados

Geral

Aquisição de motocicletas sofreu redução ainda maior. Os dados são da Federação do Comércio do Acre.

Venda de veículos diminuiu se comparado com o mesmo período do ano passado (Foto: Yuri Marcel/G1)

Venda de veículos diminuiu se comparado com o mesmo período do ano passado (Foto: Yuri Marcel/G1)

Dados da Federação do Comércio do Acre (Fecomércio) mostram que houve uma queda na venda de veículos comerciais leves. No cumulativo de janeiro a novembro deste ano, ocorreu um decréscimo de 1,47% nas aquisições de automóveis, se comparado com o mesmo período de 2013. Na venda de motocicletas a redução foi maior, 6,96%.

Segundo o presidente da Fecomércio, Leandro Domingos, um dos motivos para essa diminuição é dificuldade na concessão de créditos, apesar de existir uma boa demanda de clientes. “Hoje, os bancos são muito seletivos. Embora, as taxas de juros estejam atraentes, os bancos são rigorosos para concederem crédito para os clientes”, explica.

Domingos acrescenta que as financeiras alegavam que o motivo dessa restrição de crédito era o alto nível de inadimplência, o que, segundo ele, não ocorre mais. “A gente está vendo que a inadimplência vem caindo a cada mês. Os clientes estão pagando melhor as suas parcelas na compra dos carros. Mesmo assim, ainda não houve uma reversão nessa situação na liberalidade da concessão de crédito”.

Leia Também:  Depressão está entre as maiores causas de suicídio

O outro fator apontado por Domingos é a questão do crescimento da obrigatoriedade de entrada nas aquisições de veículos. “No passado, os bancos financiavam sem entrada. Hoje, dificilmente um banco financia. O cliente tem que dar em torno de 20% a 30% de entrada, então isso tem dificultado um pouco o número de vendas”, afirma.

Entretanto, existe a expectativa para que no mês de dezembro deste ano haja uma recuperação nos números. Principalmente pelo grande quantidade de promoções nas concessionárias e a baixa taxa de juros.

“Também tem aquela expectativa que em janeiro de 2014 pode voltar ainda o IPI dos automóveis. O governo ainda não se decidiu se vai prorrogar o prazo do benefício fiscal ou se recolhe em janeiro. Isso pode estimular uma corrida dos clientes às lojas para comprar seus carros agora no mês de dezembro”, acrescenta.

Brasil
A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) registrou que no Brasil houve uma queda de 10,7% em novembro se comparado a outubro deste ano. Em relação ao mesmo período do ano passado o recuo foi um pouco menor, de 8%.

Leia Também:  Departamento de Trânsito do Acre informa requisitos para agendar vistoria de veículos

Caio Fulgêncio Do G1 AC

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Geral

Pelo segundo ano, procissão de São Sebastião é substituída por carreata em Xapuri devido à pandemia

Publicados

em

Fiéis celebram o dia de São Sebastião, padroeiro de Xapuri no AC com carreata — Foto: Maria Eduarda/Arquivo pessoal

Devido o aumento dos casos de Covid-19 no Acre, a Paróquia de Xapuri, no interior do Acre, substituiu a tradicional procissão que celebra a festa do padroeiro do município, São Sebastião, por uma carreata.

“Vamos optar por fazer uma grande carreata, porque vêm muitas pessoas e não queremos ser responsáveis pela disseminação do vírus, então, optamos por fazer a carreata”, disse o pároco da cidade, padre Antônio Menezes.

Conforme o boletim diário da Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre), no mês de janeiro foram registrados mais de 3 mil casos de Covid-19, sendo que nessa quarta-feira (19), foi o recorde desde o início da pandemia, com 1.172 casos positivos.

As celebrações do padroeiro começaram ainda no dia 12 deste mês e encerram nesta quinta-feira (20), com a carreata. Ao longo dos últimos dias foram feitas missas e quermesse.

Em 2021, a festa também ocorreu apenas com a carreata. Este é o segundo ano em que a procissão é substituída. O padre ressalta que é importante que a celebração aconteça porque é uma forma de os fieis cultivarem a fé, que também é um refúgio no momento de pandemia.

Leia Também:  Com sonho de ser policial, criança em tratamento de câncer visita o Batalhão de Operações Especiais

“O ser humano é perpassado pela esperança, nada pode nos limitar e o Espírito Santo vai agir, hoje, através dessa carreata. Não vamos andando, mas vamos de carro e estamos felizes porque, graças a Deus, tudo está acontecendo dentro dos conformes, todo mundo se precavendo e participando. Mesmo em tempo de pandemia, estamos fazendo uma linda festa, não podemos fazer a procissão, mas não deixamos de celebrar”, acrescentou.

Durante os dias de novenário, o padre informou que o movimento com presença dos fieis chegou a dobrar, e passou de 200 para até 400 pessoas durante os encontros que ocorreram diariamente em vários horários.

Além disso, o padre pontuou que foram respeitados os protocolos de segurança e prevenção contra a Covid-19.

“Estamos usando máscaras, álcool em gel, a quermesse fora e não dentro do salão paroquial para ser em espaço aberto. Estamos nos precavendo e, claro, se for preciso a gente suspender [a presença de público] e ser uma festa on-line vamos cumprir. Queremos cumprir todos os decretos possíveis e estamos rezando que São Sebastião, que é o patrono e grande defensor das festas, nos proteja. Cremos que ele vai fazer o melhor por nós”, explicou quando a festa foi lançada. Por G1 Acre.

Leia Também:  Mulher tem ataque de fúria e usa tijolo para quebrar vidraças de Clínica

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA