RIO BRANCO

Geral

Veja o vídeo: com arma de choque, policiais militares impedem que homem cometa suicídio

Publicados

Geral

Com arma de choque, policiais militares impediram o possível suicídio de um homem em Santa Maria, cidade do Distrito Federal. O indivíduo foi contido e algemado, para sua própria segurança.

Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o homem estava desorientado e portava duas facas. Ele apontava as lâminas contra o próprio pescoço, cobrando a vinda do Samu.

Equipes do Gtop 46 do 26º Batalhão da PMDF tentaram dissuadi-lo. Mesmo com a negociação, o homem afirmava ter problemas psicológicos causados por uso de bebidas. Ele ameaçava tirar a própria vida.

Para evitar o pior, os policiais decidiram usar as armas de choque. Após o disparo, policiais conduziram o homem para atendimento do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF).

Disque 188

A cada mês, em média, mil pessoas procuram ajuda no Centro de Valorização da Vida (CVV). São 33 casos por dia, ou mais de um por hora. Se não for tratada, a depressão pode levar a atitudes extremas.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada dia, 32 pessoas cometem suicídio no Brasil. Hoje, o CVV é um dos poucos serviços em Brasília em que se pode encontrar ajuda de graça. Cerca de 50 voluntários atendem 24 horas por dia a quem precisa. Metrópoles –  Veja mais no Metrópoles 

Leia Também:  Vídeo: Briga entre alunos de escola estadual em Rio Branco

Veja o vídeo:

https://youtu.be/PLFscOelgM4

Busque ajuda

O Metrópoles tem a política de publicar informações sobre casos de suicídio ou tentativas que ocorrem em locais públicos ou causam mobilização social. Isso porque é um tema debatido com muito cuidado pelas pessoas em geral. O silêncio, porém, camufla outro problema: a falta de conhecimento sobre o que, de fato, leva essas pessoas a se matarem.

Depressão, esquizofrenia e o uso de drogas ilícitas são os principais males identificados pelos médicos em um potencial suicida. Problemas que poderiam ser tratados e evitados em 90% dos casos, segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria.

Está passando por um período difícil? O Centro de Valorização da Vida (CVV) pode te ajudar. A organização atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, e-mail, chat e Skype 24 horas todos os dias.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Suspeito de usar ‘chave mestra’ para invadir estabelecimentos em Cruzeiro do Sul é preso

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Bebê indígena recém-nascido é resgatado com infecção generalizada em aldeia isolada no Acre

Publicados

em

Bebê indígena recém-nascido é resgatado com infecção generalizada em aldeia isolada no AC — Foto: Arquivo/Ciopaer

Um bebê indígena foi resgatado de helicóptero nesse sábado (4) na aldeia Xinane, considerada isolada no Alto Envira, na fronteira do estado do Acre com o Peru. A operação foi realizada pelo Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Uma médica e uma enfermeira do Samu foram levadas para prestar atendimento de urgência à criança, nascida somente há três dias. O bebê estava com dificuldades para se alimentar e, por isso, sofria com a baixa dos sinais vitais.

Conforme o coordenador do Samu, Pedro Pascoal, o recém-nascido estava com uma infecção generalizada e, se não tivesse recebido o devido atendimento, não teria resistido.

Foram quase duas horas e meia de voo para a equipe chegar até o local onde o bebê mora com a família.

Ele recebeu os primeiros atendimentos ainda na aldeia e depois foi transferido para o Hospital da Criança na capital acreana, Rio Branco, para seguir com o tratamento. Ainda segundo o coordenador do Samu, a criança não corre mais risco de morte. Por G1 Acre.

Leia Também:  Desinfecção de espaços públicos alcança mais de 100 locais na capital e interior

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O Gefron apreendeu dentro de Van do município de Brasileia aproximadamente 150 kg de entorpecente, seria esta a maior apreensão daquela regional. De acordo com informações preliminares, o veículo da prefeitura iria realizar mais um transporte de pacientes que estão fazendo tratamento em Rio Branco quando foi surpreendido pelo policiais, após revistarem os pacientes e o veículo encontraram em uma sacola preta com todo o entorpecente.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA