Geral

tombamento de ônibus com mais de 30 passageiros

Péssimas condições da BR 364 sentido Cruzeiro do Sul e uma forte tempestade pode ter provocado tombamento de ônibus com mais de 30 passageiros

Publicados

Geral

Péssimas condições da BR 364 sentido Cruzeiro do Sul e uma forte tempestade pode ter provocado tombamento de ônibus com mais de 30 passageiros

De acordo com informações o vento forte teia empurrado o ônibus que pesa toneladas em direção a margem da estrada que ainda passa pelo serviço de terraplanagem com o peso barro solto não suportou e cedeu fazendo com que o ônibus tombasse em uma ribanceira ferido com todos os passageiros, entre crianças, jovens adultos e idosos.

De acordo com informações o vento forte teia empurrado o ônibus que pesa toneladas em direção a margem da estrada que ainda passa pelo serviço de terraplanagem com o peso barro solto não suportou e cedeu fazendo com que o ônibus tombasse em uma ribanceira ferido com todos os passageiros, entre crianças, jovens adultos e idosos.

O acidente aconteceu por volta das 16 horas desta quarta-feira, 04 na BR 364 entre os municípios de Manoel Urbano e Feijó onde vários ingredientes como as péssimas condições da BR 364 que passa com obras e uma forte tempestade podem ter contribuído para p tombamento de um ônibus da Empresa Transacreana que seguia viagem de Cruzeiro do Sul com destino a Capital Rio Branco levando 34 passageiros.

 De acordo com informações o vento forte teia empurrado o ônibus que pesa toneladas em direção a margem da estrada que ainda passa pelo serviço de terraplanagem com o peso  barro solto não suportou e cedeu fazendo com que o ônibus tombasse em uma ribanceira ferido com todos os passageiros, entre crianças, jovens adultos e idosos.

 Segundo testemunhas a forte tempestade não atingiu somente a BR 364, mas toda a zona rural e parte da área urbana onde casa foram tangidas  e telhadas e em alguns casos as casas vieram a baixo coma forte ventania que apesar de todos os problemas trouce apenas danos matérias e feridos no acidente de transito sem nenhum registro de morte.

 Dos 34 feridos, quatro ficaram em estado grave e todos foram removidos para o Hospital em Feijó onde após avaliação detectou a necessidade de translado de quatro vitima em situação de urgência.

O Governo do estado disponibilizou toda a estrutura para o município e até o final da tarde esperava-se que o avião fretado pode-se tratar para Rio Branco os cinco passageiros que ficaram mais feridos, mas a situação agravou e ainda na noite desta quarta-feira, 04 cinco viaturas do SAMU foram encaminhadas aquele município onde o primeiro a paciente Francisco  Vieira de Andrade Abelha foi o primeiro a ser transferido chegado ao pronto Socorro por volta de uma hora da madrugada desta quinta-feira,05 e mais quatro vítima estavam a caminho nas viaturas do SAMU com previsão de chegada a partir das 3h30 minutos todo em estado grave.

 Deram entrada no hospital geral de Feijó, vinte oito passageiros, todos com ferimentos, hematomas e escoriações por todo o corpo. O caso mais grave é do passageiro Francisco Vieira

1-Mariana Barbosa de Lima
2- Antônio da Silva Pinheiro
3- Leia Teles dos Santos
4- Advania Ferreira Pinheiro
5- Antônio Leitão Nascimento
6- Francisco Vieira de Andrade Abelha (já está no Pronto Socorro de Rio Branco)
7- Ocelio Araújo do Vale
8- Antônio Gleison de Paula Mota
9- Cleidiane Leão Ferreira
10- Andressa Marques Pinheiro
11- Cristiane Braga da Silva
12- Francisca Viana Andrade Braga
13 – Mariano Barbosa Lima
14- Elza Araújo Freita
15- Keila Pacífico da Silva
16- Maria Xavier Paula

Fonte-Ecos da Noticias

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Acre recebe certificado internacional como livre da peste suína

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Geral

Defensoria Pública se reúne com Diretoria da Unimed em busca de melhorias no atendimento infantil

Publicados

em

Na tarde desta quarta-feira, 18, a Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC) se reuniu com a Diretoria da Unimed Rio Branco, para expor as reclamações recebidas dos usuários do atendimento prestado no único hospital de urgência e emergência infantil do estado do Acre, a Urgil, credenciada pela Unimed.

De acordo com o ofício enviado a DPE/AC pela Urgil, 95% do total de atendimentos do hospital são provenientes de usuários de planos de saúde, dos quais 70% são usuários da Unimed.

Na oportunidade, a Diretoria da Unimed, composta pelo presidente, Antônio Herbert Leite Militão, pelo vice-presidente, Marcus Vinicius Shoiti Yomura e pelo superintendente, Renato Correia da Silva, além do assessor jurídico Maurício Spada, mostrou-se sensível à problemática e se comprometeu a encontrar alternativas que não deixem as crianças que necessitem de atendimento de urgência e emergência em situação de total dependência da Urgil.

O encontro ainda possibilitou esclarecimentos sobre o modo de atuação da operadora de saúde e culminou com o agendamento de nova reunião para o dia 28 de junho, quando então a Unimed apresentará a DPE/AC medidas mais concretas para a melhoria dos serviços.

Leia Também:  Confira a programação: Na Semana da Mulher, Seplag realiza atividades voltadas para as servidoras

Os defensores públicos Celso Araújo Rodrigues, do Núcleo da Cidadania, Rodrigo Chaves, do Subnúcleo de Superendividamento e Ações do Consumidor, a defensora pública Juliana Caobianco, do Subnúcleo de Direitos Humanos 1 (SDH1), a assistente do SDH1, Larissa Damasceno e as representantes dos usuários do plano de saúde, arquiteta Talita Gomes e a advogada Vanessa Facundes, demonstraram satisfação com os encaminhamentos da reunião, reiterando a necessidade de a Unimed adotar medidas céleres e efetivas que resguardem os direitos desses consumidores.

“Foi muito importante esse diálogo para reafirmamos a nossa preocupação e compromisso com nossos usuários, além de esclarecer que estamos procurando um caminho, uma solução”, disse o presidente da Unimed Rio Branco, Herbert Militão.

O defensor público Rodrigo Chaves, destacou que a instituição está à disposição para contribuir, ouvir e atuar de forma conjunta para dar mais celeridade ao caso.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA