RIO BRANCO

Educação

Termina domingo, inscrição para o Concurso da Educação

Inscrição pode ser feita pela internet ou nos municípios (veja locais abaixo).

Publicados

Educação

Inscrição pode ser feita pela internet ou nos municípios (veja locais abaixo).

Do total de vagas, 2.113 são para o cargo de Professor (nível superior) e 486 vagas para Apoio Administrativo (nível médio). A remuneração pode chegar a R$ 2.010,95 por jornada de 30 horas semanais.

Do total de vagas, 2.113 são para o cargo de Professor (nível superior) e 486 vagas para Apoio Administrativo (nível médio). A remuneração pode chegar a R$ 2.010,95 por jornada de 30 horas semanais.

Termina no próximo domingo, dia 10 de novembro, o prazo para as inscrições pela internet para o preenchimento de 2.599 vagas do concurso público da Secretaria de Educação e Esporte (SEE) do Acre.

Do total de vagas, 2.113 são para o cargo de Professor (nível superior) e 486 vagas para Apoio Administrativo (nível médio). A remuneração pode chegar a R$ 2.010,95 por jornada de 30 horas semanais.

Para concorrer, o candidato deve pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 50,00 (nível médio) e R$ 68,00 (nível superior). Serão reservadas 7% das vagas às pessoas portadoras de necessidades especiais.

Prova

concurso público será composto das seguintes fases: prova objetiva, discursiva e títulos (professor).

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas simultaneamente nas cidades de Brasiléia/AC, Cruzeiro do Sul/AC, Rio Branco/AC, Sena Madureira/AC e Tarauacá/AC. A realização das provas está prevista para 24 de novembro 2013, em locais e horários a serem divulgados a partir do dia 18 de novembro de 2013.

Leia Também:  Prefeita Fernanda Hassem se reúne com vice-reitor da UFAC para solicitar a ativação do Campus de Brasileia e adesão de cursos

O gabarito oficial será disponibilizado no site www.funcab.org, a partir das 12:00 do 2º dia útil após a data de realização da prova (horário oficial do Estado do Acre).

Os títulos para análise deverão, impreterivelmente, no período de 04 a 06 de dezembro de 2013, ser entregues, em mão, nos postos de entrega, observando-se o horário de funcionamento dos postos, ou via SEDEX, para a FUNCAB – Concurso Público da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) Acre, Caixa Postal nº. 100.665 – CEP: 24.020-971 – Niterói/RJ, devendo ser notificado à FUNCAB seu envio, através de mensagem encaminhada para o correio eletrônico [email protected], especificando nome completo do candidato, número da Ficha de Inscrição,data de postagem e o número identificador do objeto.

O edital lista os postos de entrega dos títulos, que poderá ser feita por procurador, mediante apresentação de procuração simples, assinada pelo candidato.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas no site www.funcab.org  ou nos seguintes postos de atendimento:

BRASILÉIA – CONTIL INFORMÁTICA, situada na Avenida José Rui Lino nº 500/Galeria Posto Camila – Raimundo Chaar – Brasiléia/Ac, das 08h às 20h;

Leia Também:  Motoristas particulares dizem que gastos com gasolina levam 60% do faturamento em cruzeiro do Sul

CRUZEIRO DO SUL – CONTIL INFORMÁTICA, situada à Rua Alagoas Esquina Com a Rua Regos Barros, 1230 – Escola Técnica – Cruzeiro do Sul/Ac, das 08h às 20h;

RIO BRANCO – CONTIL INFORMÁTICA, situada na Avenida Ceará, 2181 – Centro – Rio Branco/Ac, das 08h às 20h;

SENA MADUREIRA – CONTIL INFORMÁTICA, situada à Rua Sargento Souza, Nº 838/Galeria Sena Sl. 10c a 14c – Centro – Sena Madureira/Ac, das 08h às 20h;

TARAUACÁ – MICROGAMES, situada à Rua Justiniano Cerpa – Galeria Ricardo, Lojas 1 e 2 – Centro – Tarauacá/Ac, das 08h às 12h e das 14h às 18h.

FONTE-A VOZ DO ACRE

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Educação

Lei institui campanha permanente de combate ao racismo em escolas e cria selo ‘Acre pela promoção da igualdade racial’

Publicados

em

Lei institui campanha permanente de combate ao racismo em escolas do Acre — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

O governo publicou uma lei que institui campanha permanente de combate ao racismo nas escolas públicas e privadas, eventos esportivos e culturais no Acre. A nova norma está na edição dessa terça-feira (25) do Diário Oficial do Estado.

Além da campanha, a lei cria o selo “Acre pela promoção da igualdade racial”. O governo vai conceder o selo após comprovação da realização da campanha permanente contra o racismo nos estabelecimentos ou eventos.

De acordo com a norma, entre as ações da campanha permanente contra o racismo nas escolas e eventos estão:

Realização de campanhas educativas de enfrentamento do racismo, por meio de programas culturais e de valorização da igualdade no âmbito das escolas;

Divulgação de vídeos ou reprodução de áudios com conteúdo para o combate ao racismo, folhetos informativos e anúncios no sistema de som, durante os intervalos dos eventos esportivos e culturais, assim como nas escolas, quando disporem desses mecanismos;

Divulgação dos telefones dos órgãos públicos de denúncia do racismo, através de cartazes permanentes ou temporários, afixados de forma visível ao público das escolas ou dos eventos culturais e esportivos.

Leia Também:  Escolha da realeza 2017 marca abertura do Carnaval em Rio Branco

“A partir de agora, a SEE formulará a abordagem pedagógica a ser desenvolvida nas unidades da rede pública estadual de educação básica. Essa ação, considerada relevante, será coordenada pela equipe da Divisão de Direitos Humanos da SEE”, informou a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) em nota.

Ainda segundo a lei, são objetivos da campanha permanente contra o racismo:

O enfrentamento do racismo nas escolas públicas e privadas, eventos esportivos e culturais;

Propor aos alunos das escolas atividades para o combate do racismo, através do conhecimento e devido respeito as raças, etnias, religiões e povos tradicionais;

Conscientização sobre a importância da igualdade.

O Sindicato de Escolas Particulares afirmou que tema já é desenvolvido nas aulas, de forma transversal com outras atividades, mas que lei vem para reforçar trabalho.

“Deve sair uma resolução no Conselho Estadual de Educação e no nacional para que possa entrar no projeto político pedagógico. Mas, hoje nós já trabalhamos esses temas o ano inteiro dentro de campanhas e projetos. As escolas todas já trabalham há um bom tempo sobre a valorização e respeito às etnias e raças. No entanto, é importante a lei para dar visibilidade a essas ações”, disse a vice-presidente do sindicato, Elândia Dantas. Por G1 Acre.

Leia Também:  Pistoleiros matam 10 em comunidade indígena

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA