Geral

Sem renda mulher de 52 anos costura em via pública

Usando a criatividade para fugir da crise, a dona de casa de 52 anos Maria Lúcia oferece seus serviços de costureira em calçada no centro de Rio Branco.

Publicados

Geral

Usando a criatividade para fugir da crise, a dona de casa de 52 anos Maria Lúcia oferece seus serviços de costureira em calçada no centro de Rio Branco.

Dora Monteiro/Fotos: Manoela Mesquita

Usando a criatividade-Fotos: Manoela Mesquita

Usando a criatividade-Fotos: Manoela Mesquita

Não há idade para começar a pagar penitência quando o assunto é lutar para garantir o sustento da família. Mergulhados numa crise financeira sem precedentes, brasileiros e andinos se instalam no coração da cidade em busca de alternativas capazes de suprir as necessidades da família sem esboçar a menor preocupação com a fiscalização da prefeitura.
Usando a criatividade para fugir da crise, a dona de casa de 52 anos Maria Lúcia oferece seus serviços de costureira em calçada no centro de Rio Branco.
Usando a criatividade para fugir da crise, a dona de casa de 52 anos Maria Lúcia oferece seus serviços de costureira em calçada no centro de Rio Branco.
Ao lado da antiga Caixa Econômica Federal no centro de Rio Branco, uma pequena barraca onde antes dona Maria Lúcia, 52 anos vendia bombons, chocolates, chicletes, bugigangas e até cafezinho para os clientes da agência, transformou-se em uma espécie de ateliê de costura instalado no meio da rua, causando surpresa aos olhares curiosos de quem passa pelo local
Crise na informalidade
De posse de sua velha máquina de costura de marca Singer instalada na frente da barraca coberta por uma lona quente e luminárias amarradas por barbantes prontos para despencar, a dona de casa diz sem perder o bom humor, que o improviso veio com o medo de passar fome junto com os três filhos.
Os problemas de dona Lúcia aumentaram, segundo ela, com a mudança de endereço da Caixa Econômica Federal para a Avenida Brasil no ano passado. “Antes, eu vendia para os clientes do banco o suficiente pelo menos para comprar o pão de cada dia na minha casa, agora nem isso mais eu consigo”, reclamou.
Dona Maria relatou os momentos difíceis que vem passando e disse que o maior deles é quando chove. “O pior de tudo é quando vem a chuva que eu preciso colocar essa máquina debaixo da lona”, relata a dona de casa acrescentando que os consertos de roupas que faz em sua velha ferramenta lhe rende um valor acima de quinze reais por dia.
Esperança no poder público

Leia Também:  AC é o 3º estado que mais criou vagas de emprego em agosto, aponta Caged

Ela confidenciou com um sorriso no rosto que na semana passada, recebeu a visita de dois fiscais da prefeitura que garantiram que o prefeito Marcus Alexandre quer ajudá-la. “Tomara que seja rápido minha filha, porque não está sendo nada fácil suportar o calor e a chuva todos os dias”, lamenta.
A costureira reclama das dificuldades financeiras que vem passando nos últimos dias junto com os três filhos e o marido aposentado que tem garantido um salário mínimo por mês, valor que segundo ela é insuficiente para o sustento da família. “A esperança agora é que o prefeito apareça por aqui e nos ajude”, almeja a dona de casa.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Geral

Acre começa a emitir o novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no dia 1º de junho

Publicados

em

Entre as mudanças está a possibilidade de emissão do documento com nome social do condutor. Detran-AC terá parada técnica para implantação do modelo – Foto: Raylson Lima/Detran

O Acre começa a emitir o novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no dia 1º de junho. A mudança segue a resolução 886 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de dezembro de 2021.

Segundo o portal G1 Acre, a mudança visa trazer mais segurança aos motoristas com o uso de tinta que brilha no escuro, holograma e impressão reativa a luz ultravioleta, dificultando falsificações. Outra importante mudança é a possibilidade de emissão da carteira com nome social do condutor.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC) divulgou, nesta segunda-feira (23), que vai fazer uma parada técnica entre quinta (26) e a próximo terça (31) para implantação do novo modelo estabelecido pela resolução nº 886/2021, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Essa implantação será feita em todo país.

“As CNHs no modelo que conhecemos hoje só serão emitidas até o dia 25. Vamos parar por cinco dias e, a partir de junho, expediremos a nova carteira. A parada é necessária para ajustes gráficos e finalização de procedimentos. Quem der entrada em processos nesse intervalo vai demorar um pouco para receber seu novo documento em nossas unidades”, disse a coordenadora de Habilitação e Registro Nacional de Condutores no Acre, Juliana Gurgel.

Leia Também:  Em tutela de urgência, Justiça viabiliza contato de genitor com a sua filha

Confira outras caraterísticas da nova CNH:

  • Primeira coluna terá a categoria da CNH, seguida por uma imagem do automóvel e a indicação se o dono do documento está habilitado para dirigir aquele tipo de veículo.
  • Documento vai apontar se o condutor tem apenas permissão para dirigir, por meio da letra “P”, ou se já possui CNH definitiva, com o uso da letra “D”.
  • Modelo vai mostrar se o condutor utiliza a CNH para trabalhar, e terá um campo para apresentar possíveis restrições médicas.
  • Nova CNH mantém o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista.
  • A nova CNH mantém o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista.
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA