RIO BRANCO

Geral

Rio Acre supera 15, 42 metros no município de Xapuri

A enchente do rio Acre em Xapuri já se aproxima dos níveis atingidos na última maior inundação, ocorrida no ano de 2012.

Publicados

Geral

A enchente do rio Acre em Xapuri já se aproxima dos níveis atingidos na última maior inundação, ocorrida no ano de 2012.

xapuri acre

Já está 15 metros e 42 centímetros.

Mais de 150 famílias já deixaram suas residências, segundo dados da Defesa Civil, mas esse número pode ser maior em razão de muita gente ter se antecipado e saído de casa por conta própria.

Com mais de 2 metros acima da cota de transbordamento, rio Acre inunda ruas na área central da cidade. 150 famílias já foram removidas para abrigos e casas de parentes, de acordo com as informações da Defesa Civil. Enchente se aproxima da marca de 3 anos atrás, quando mais de mil pessoas foram desalojadas de suas casas.

image11

locais mais afetados são as rua Major Salinas e Dom Giocondo, no centro da cidade, e o bairro Braga Sobrinh o, mais conhecido como bairro da Bolívia. Pontos das Benjamin Constant e Floriano Peixoto, também já estão sendo atingidas pelas águas. De acordo com a Defesa Civil a situação está se complicando também na zona rural, onde a demanda de atendimentos tem crescido a cada momento.

A Polícia Militar de Xapuri está apoiando efetivamente as ações da Defesa Civil desde que a situação começo a se agravar no município.

“Estamos apreensivos com a situação da cheia do Rio Acre e solidários com as famílias atingidas. A PM em Xapuri foi colocada a disposição da Defesa Civil com materiais e pessoal para apoiar as ações de remoção dos atingidos e outras ações” relata o Cap Silvio, Comandante da 2ª Cia PM de Xapuri.

Mais informações em instantes.

xapuri

Fonte: raimari9.blogspot.com

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Motorista perde controle de veículo e cai dentro de fossa em Brasiléia

Propaganda

Geral

Inscrições estão abertas: Jornalistas de todo o país podem concorrer ao Prêmio Paulo Freire de Jornalismo

Publicados

em

Por

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Paulo Freire de Jornalismo, promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed, com o apoio da Unesco no Brasil.

A iniciativa tem o objetivo de premiar produções jornalísticas com o tema “Educação Pública na Pandemia: inovação para manter a aprendizagem e o vínculo do aluno nas escolas das redes estaduais”.

Poderão concorrer trabalhos jornalísticos que abordem a temática estabelecida, por meio de reportagens ou série de reportagens publicadas no período de 1º de março de 2020 a 10 de janeiro de 2022, mesmo dia em que serão encerradas as inscrições.

São seis categorias: Jornalismo impresso, para reportagens em jornais ou revistas; Radiojornalismo, para reportagens em emissoras de rádio; Telejornalismo, para reportagens em emissoras de televisão; Webjornalismo, para reportagens em sites ou blogs de notícias; Fotojornalismo, para fotografias publicadas em matérias ou reportagens de jornal impresso, revista, sites ou blog de notícias; e Mídias digitais, para conteúdos jornalísticos e/ou informativos veiculados em plataformas digitais de áudio ou vídeo.

Leia Também:  Motorista perde controle de veículo e cai dentro de fossa em Brasiléia

Os critérios Adequação ao Tema, Linguagem, Estética, Originalidade e Utilidade Social serão considerados na avaliação da Comissão Julgadora.

A cerimônia de premiação deve ocorrer no primeiro trimestre de 2022. O primeiro colocado de cada categoria receberá R$ 7.000,00 (sete mil), enquanto o segundo colocado ficará com R$ 5.000,00 (cinco mil). Já o terceiro colocado de cada categoria vai ganhar R$ 3.000,00 (três mil). O valor total em prêmios a serem distribuídos nas seis categorias é de R$ 90.000,00 (noventa mil).

O edital e o formulário de inscrição estão disponíveis, Clique aqui e se escreva no Consed

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Consumidor garante na Justiça indenização por falha em prestação de serviço

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA