Geral

Procon realiza ação de conscientização sobre continuidade das medidas de prevenção à Covid-19

Publicados

Geral

Iniciativa visa conscientização para a importância do cumprimento das medidas de prevenção à Covid-19 – Foto: Neto Lucena

A chegada da vacina traz consigo esperança de dias melhores, mas a população não pode pode baixar a guarda, mesmo aquelas pessoas que já tomaram a primeira dose devem seguir com os cuidados.

Com isso, inspirados no chefe de Estado, e apoiando o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre, o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon-AC), realizou nesta quinta-feira, 21, uma manhã voltada para a conscientização.

A atividade teve como público-alvo os atendentes da unidade do Procon e da Organização Central de Atendimentos (OCA) de Rio Branco. Durante a ação foram distribuídos álcool em gel e máscaras, além de um momento de orientação para que cada funcionário seja uma espécie de multiplicador.

Máscaras e álcool em gel foram distribuídos aos funcionários Foto: Neto Lucena/Secom“A pandemia nos trouxe uma nova realidade, foram muitas perdas em todo o mundo. É nosso papel enquanto cidadãos acreanos usar de todos os meios adequados para auxiliar no combate à doença”, enfatizou a diretora-presidente do Procon, Alana Albuquerque.

Leia Também:  Onze vítimas de explosão no Acre são transferidas para hospitais especializados fora do estado

Para o secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, a iniciativa é louvável. “Precisamos que mais pessoas entrem nessa luta com a gente. Com a colaboração de todos iremos conseguir vencer o coronavírus e a parceria entre as instituições é fundamental. Recomendamos que as medidas de segurança sejam seguidas como o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social”, orientou.

Quaisquer dúvida, reclamação ou denúncia podem ser feita pelos contatos telefônicos do Procon/AC: (68) 3223-7000 ou 151 de segunda a sexta-feira, das 8 às 13 horas, pelo e-mail: [email protected] ou acessando o site: www.consumidor.gov.br.

Os consumidores residentes no Vale do Juruá poderão acessar as orientações do Núcleo do Procon/AC em Cruzeiro do Sul pelo contato telefônico: 3322-1330 ou pelo e-mail: [email protected]

E veja também no Plantão 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: O amor é a força mais poderosa da existência humana. Sem ele perdemos nossa humanidade. É o sentimento que dar sentido a vida, que nos une, que nos torna feliz, mas que pode também nos trazer tristezas e traumas.

Leia Também:  Rachou de vez! Governador Gladson Cameli exonera secretário de Turismo que era indicado pela senadora Mailza Gomes

Acompanhe nossas redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Foco de raiva bovina foi detectado em Sena, onde 18 animais morreram com suspeita da doença

Publicados

em

Apenas um caso foi confirmado por exame de laboratório, segundo o Idaf, mas 18 animais morreram no período e a suspeita é que tenha sido com a doença transmitida pelo morcego – Foto: Arquivo/Idaf

Um foco de raiva bovina foi detectado em uma propriedade rural, na cidade de Sena Madureira onde 18 animais morreram com suspeita da doença. As informações foram confirmadas pelo Instituto de Defesa e Agropecuária Florestal (Idaf), que faz o monitoramento.

Ainda conforme o Idaf, só foi possível fazer a coleta de um dos animais, que teve o caso confirmado por exame laboratorial, mas considera como foco devido às outras mortes terem ocorrido no mesmo período e os animais terem apresentado sintomas.

A raiva em bovinos é transmitida pela mordida do morcego, que além de matar o animal infectado pela doença, também pode ser transmitida para humanos.

Em junho do ano passado, o Idaf tinha registrado a morte de sete animais da área rural de quatro cidades no interior do Acre nos meses de dezembro de 2020 e maio de 2021. Os casos deste ano foram informados ao Instituto no início de junho.

“Nessa área, nós temos um foco de raiva, com um caso positivo laboratorial e na investigação foi detectado que na propriedade morreram 18. Não podemos afirmar porque não foi possível fazer o exame, mas, pelo período da doença, é detectado como raiva. Se morrer algum animal, em um período de três meses com os mesmos sintomas, a gente considera que ainda seja raiva, pelo período de incubação da doença”, disse a chefe do Programa de Combate da Raiva do Idaf, a veterinária Maria do Carmo Portela.

Leia Também:  Vereadores articulam junto a secretaria de Saúde, atenção melhor as crianças em Cruzeiro do Sul

Quando o veterinário foi até a propriedade, foi feita a orientação aos moradores sobre a vacinação do rebanho, além de investigar se as pessoas tiveram contato com o animal infectado, com a saliva, que é o que a via de transmissão.

“A saliva é o que contém o vírus, e quem trabalha na área rural, pode ter machucado nas mãos, então, é feita a investigação para ver se a pessoa teve contato com a saliva e, no caso, é enviado para a secretaria de saúde do município para a pessoa tomar a vacina. Também é solicitado ao proprietário faça a vacinação do rebanho”, acrescentou.

O trabalho do Idaf, nestes casos é orientar quem teve contato com o animal doente busque a unidade de saúde, e também faça a vacinação do rebanho. Se tiver muitos sinais de mordidas de morcego, ainda é feita a captura dos animais para tentar amenizar a situação, com o controle da colônia dos morcegos.

A propriedade está sob monitoramento e deve receber mais uma visita técnica, com um levantamento se houve mais alguma propriedade com sinais de espoliações de morcego e ou morte com sintomas de raiva, para que seja feito um trabalho de educação sanitária na área.

Leia Também:  Rachou de vez! Governador Gladson Cameli exonera secretário de Turismo que era indicado pela senadora Mailza Gomes

Sintomas

Entre os sintomas estão o isolamento do animal, perda de apetite, salivação abundante, perda de equilíbrio, quedas e estiramento do pescoço.

Caso um animal apresente os sintomas, o caso deve ser comunicado ao Idaf e as pessoas devem evitar o contato.

Além disso, a veterinária orienta a população que em caso de agressão do animal, e vale até mesmo para cães e gatos, procure a unidade de saúde para tomar a vacina. Do G1 Acre

Animal espoliado por morcego: Foco da raiva bovina é identificado em propriedade rural no interior do AC; 18 animais morreram com sintomas da doença – Foto: Arquivo / Idaf

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA