RIO BRANCO

Geral

Prefeito Everaldo Gomes e Secretária de Educação entregam kits do PDE campo

Publicados

Geral

Equipe da gestão municipal entregou todos os materiais em duas escolas de ensino e receberam elogios dos professores, pais e comunidades

WILIANDRO DERZE, assessoria PMB

Garantindo as condições de estudo das crianças da zona rural do município de Brasiléia. O prefeito Everaldo Gomes, juntamente com a secretária Municipal de Educação, Alda Pacheco e o vereador Marquinhos Tibucio fizeram a entrega dos kits do Programa de Desenvolvimento da Escola do Campo – PDE. As escolas contempladas nessa quinta-feira, 18, foram Paraiso no km 19 no ramal São Cristovam e Antônio Carneiro da Silva no ramal do Polo km 04.

A primeira comunidade visitada fica distante aproximadamente 60 km do centro de Brasiléia, o que também não impediu da equipe coordenada pelo prefeito e secretária de educação de fazer a entrega dos utensílios adquiridos por cada escola.

Na primeira escola foram entregues um fogão de seis bocas, motor bomba, livros, dicionários um armário escolar e uma máquina fotográfica. O que foi recebido pelo professor responsável pela escola na presença de alunos e algumas mães presentes na reunião.

O primeiro kit entregue ajuda no reforço do ensino, como também acaba com o problema de abastecimento devido não haver um moto bomba para captar a água para a escola. O fogão velho que estava dando problemas foi trocado por um outro e a máquina fotográfica servirá para registrar os passeios e estudos das crianças.

Para o prefeito é uma satisfação poder entregar os kits e saber que existe alunos dedicados também na zona rural do município. “Todo esse material entregue é uma forma de estar mostrando que temos o maior interesse em conseguir as estruturas necessárias para garantir um ensino cada vez mais perto do excelente”, destacou o prefeito.

Leia Também:  Telecentro de Rio Branco ganha prêmio nacional

Alda Pacheco disse que as escolas foram contempladas com os kits de acordo com as necessidades. “Estamos entregando os materiais e esperamos que os professores, os alunos junto com a comunidade, cuidem e preservem todos que são de utilização da escola”, afirmou.

O professor da escola Paraiso, Francinaldo Alves disse que a muitos anos a escola espera a visita da secretária de educação e somente na gestão do prefeito Everaldo Gomes pode ver a presença dos gestores preocupados com a situação do ensino na zona rural. “Ficamos motivados em saber que essa nova gestão tem esse compromisso de estar presente e atendendo as reivindicações e necessidades dos alunos”, comentou o professor.

Logo que foi entregue os kits o prefeito e secretária assinaram um documento que foi recebido pelo professor, que ficará responsável por todos os materiais.

Os alunos da escola disseram que a presença dos governantes na escola é motivo de muita alegria, por que somente assim suas necessidades são vistas de perto. Queremos aprender ler e escrever da mesma forma que os alunos da cidade aprende e queremos ter condições de chegar a universidade, mas para isso precisamos ter o apoio de todos”, disseram Brena Feitosa da Silva, 9, e Gleicio Silvio Brito, 6.

A segunda escola Antônio Carneiro da Silva localizada no ramal do Polo foi contemplada com a entrega de duas Tvs, dois dvds, armário de cozinha, liquidificador, máquina fotográfica, além de dicionários, livros e jogos escolares.

Leia Também:  Em Santa Rosa do Purus, Porto Walter e Jordão mais de 7 mil eleitores devem fazer biometria

O prefeito Everaldo e a secretária de educação, além dos coordenadores de cada região de ensino também estiveram presentes na reunião de entrega dos materiais. O encontro reuniu vários pais de alunos que fizeram questão de participar do evento.

A secretária esclareceu que ficou muito preocupada com os registros de furtos que aconteceram na escola e com os objetos que foram levados. Computadores e vários outros objetos foram levados da escola de uma forma estranha. Tenho preocupação em está deixando esse material. Conto com a comunidade, os pais, e principalmente com os professores que são os responsáveis pelos materiais que estão sendo entregues. Esperamos que não tenha mais registros como o que aconteceu no início do ano”, destacou Alda.

O professor Ananinas Brilhante disse que ficará na história a presença da secretária de educação e do prefeito na escola. “Só temos a agradecer o empenho e a motivação que vocês deixam para nós professores, pais e alunos. Vamos continuar se dedicando ao ensino. Agora sabemos que temos apoio do município e vamos nos dedicar a garantir cada vez mais um ensino digno a todas as crianças e jovens da região”, disse.

A entrega dos demais kits serão realizadas a partir da próxima semana pela equipe da secretaria de Educação na presença da secretária Alda Pacheco que está visitando todas as comunidades no objetivo de saber em loco a situação de cada escola do município.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Geral

MPF vai apurar omissão estatal na investigação da morte de Wilson Pinheiro, durante a ditadura militar

Publicados

em

Wilson Pinheiro no Sindicato dos Trabalhadores Rurais – Foto: wikicommons

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil para apurar eventual omissão dos entes federados na investigação da morte de Wilson Souza Pinheiro, ocorrida no interior do Acre em julho de 1980.

Wilson Pinheiro foi um líder seringueiro, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brasileia e participante de vários movimentos de resistência em conflitos fundiários que ameaçavam comunidades tradicionais da região na época.

Segundo o procurador regional dos Direitos do Cidadão no Acre, Lucas Costa Almeida Dias, apurar a atuação dos entes federados na investigação do caso Wilson Souza Pinheiro, especialmente a existência de eventual acervo documental sobre o crime, objetivando a defesa da verdade e da memória, é uma forma de executar as medidas da Justiça de Transição, buscando a promoção da Justiça, revelação da verdade, reparação das vítimas, preservação e divulgação da memória e implementação de reformas institucionais.

No âmbito do inquérito, já foram expedidos ofícios ao Tribunal de Justiça (TJ/AC), ao Ministério Público (MP/AC), ao Governo do Estado do Acre e ao comando do Exército no Acre para que informem se há registros documentais da morte de Wilson Pinheiro, bem como se existem informações sobre processos ou procedimentos instaurados para apurar o crime.

Leia Também:  Telecentro de Rio Branco ganha prêmio nacional

Também já foi realizada a oitiva do depoimento da filha de Wilson Pinheiro, bem como determinada a pesquisa sobre outros personagens importantes dos fatos na época.

Após a coleta das informações e o cumprimento de outras diligências que forem necessárias, o MPF decidirá quais são as medidas cabíveis para o caso. Assessoria de Comunicação MPF/AC

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A presidente do SINTEAC Rosana Nascimento, falando sobre o Abono da rede municipal de Rio Branco.. “É o governador Gladson Cameli e suas presepadas…ele não respeita a Educação do Estado, não respeita os professores…ele nem sabe os valores que serão pagos.. nós estamos pedindo esse abano e o governo e a secretaria não nos recebe”, diz presidente do SINTEAC Rosana Nascimento.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA