RIO BRANCO

Geral

Policiais Militares do Acre formam em curso de motopatrulhamento tático no estado do Ceará

Publicados

Geral

Assessoria – Ter o domínio e utilizar a motocicleta de forma eficiente na atuação policial exige do profissional de Segurança Pública dedicação e treinamento constante. Com o intuito de aprimorar seus conhecimentos, o 1º Tenente Kleyton Nunes e o Soldado Alexandre Oliveira deixaram o Estado do Acre por mais de 45 dias para realizarem o Curso Especial de Policiamento com Motocicletas, da Polícia Militar do Ceará (PMCE), que terminou nesta sexta-feira, 1° de outubro.

Com início do dia 23 de agosto, no Comando de Policiamento Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRAIO), um dos berços do moto patrulhamento tático no país, o curso começou com 33 postulantes ao título de “Cavaleiros de Aço” – como são conhecidos os policiais formados nesse tipo de especialização. Ao término, apenas 22 policiais militares conquistaram o tão sonhado brevê, entre eles, os dois acreanos, que agora entram no seleto grupo.

Os mais de 45 dias de curso foram divididos entre instruções teóricas e práticas nas disciplinas de Pilotagem Tática de Motocicletas, Técnicas Policiais Especiais e Tiro Policial Defensivo, entre outras, aliadas a carga física e psicológica. Os militares encerram o curso habilitados e capacitados nas técnicas de pilotagem On e Off road, bem como em técnicas de abordagem características da modalidade de policiamento em duas rodas.

Leia Também:  Seis servidores públicos federais são expulsos das funções por atos incompatíveis com a função

O 1º Tenente Kleyton Nunes ingressou nas fileiras da corporação em 2017, após aprovação no concurso público para Oficial da Polícia Militar. O militar que é lotado no 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) relata as dificuldades e as expectativas. “A maior dificuldade é está longe da família e do seu Estado, mas buscamos superar as dificuldades e agora, após a conclusão, buscaremos ainda mais a consolidação da doutrina de motopatrulhamento tático no Acre”, disse.

O Soldado Alexandre Oliveira é oriundo da turma de Soldados de 2019 e desde a conclusão da sua formação tem atuado no Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (GIRO). O militar relata a importância da conclusão do curso para sua carreira profissional. “Todo dia, o curso te exige uma superação física e psicológica, mas sabia da importância de conclui-lo para estar preparado e qualificado para o desempenhar do trabalho de motopatrulhamento tático com eficiência”, disse.

Com uma doutrina já consolidada no motopatrulhamento tático, com mais de 17 anos de atuação no Estado do Ceará, o CPRAIO já havia formado mais três acreanos em edições anteriores do curso, são eles: o sargento Josicley Souza e os soldados Roberto Viana e João Vinicius, todos lotados no GIRO. Sendo assim, uma das bases doutrinárias para consolidação da modalidade de policiamento em todo o Estado do Acre.

Leia Também:  Mulheres deixam sua marca na história do desenvolvimento do Acre

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O líder do Movimento Social Pró Ponte, Ralf Luiz, frisou que a obra da ponte de Rodrigues Alves é salutar mas, que o governador Gladson Cameli precisa fazer o ‘dever de casa’ primeiro. “Essa Interligação é importante mas, o debate precisa ser mais bem amadurecida pelos dois países. O governador não fez nem o dever de casa. Rodrigues Alves por exemplo, está precisando de uma ponte há anos. A nossa BR-364 até hoje não foi concluída. Portanto, discutir sobre a Interligação de Cruzeiro do Sul com Pucallpa é uma discrepância sem fim”, Concluiu.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Policial militar feminina do 8° Batalhão de Sena Madureira concluí curso de negociador policial no Estado do Espírito Santo

Publicados

em

A 1° Tenente da Polícia Militar Ivanise Pontes, atualmente lotada no 8° Batalhão PM, situado em Sena Madureira, concluiu no Estado do Espírito Santo, o curso de Negociador Policial. As atividades ocorreram entre os meses de setembro e outubro.

O VI Curso de Negociação Policial foi realizado pelo Batalhão de Missões Especiais da Polícia Militar do Espírito Santo (BME), tendo início no dia 20 de setembro e conclusão em 20 de outubro. Participaram do curso polícias de vários Estados da federação.

O processo seletivo para o curso ocorreu em três etapas distintas: teste de fluência, teste de elevação do estresse e entrevista pessoal, processo esse que buscou avaliar as condições necessárias para se buscar elementos da tropa com o perfil desejado para se formar um negociador policial. A Tenente Ivanise Pontes é a segunda operadora de segurança do Estado a formar-se em um Curso de Negociação Policial, sendo a primeira mulher.

A Tenente Ivanise falou sobre a experiência e o curso. “O VI Curso de Negociação Policial buscou despertar em cada aluno a necessidade de sermos treinados para lidar com os mais diversos ambientes estressantes e com vidas em jogo. Propiciou experiências únicas de confronto dos conhecimentos teóricos com as simulações da vida real. Sem dúvida, estaremos muito mais capacitados para atender ocorrências de crises policiais e assim, prestar um atendimento de excelência à sociedade acreana”.

Leia Também:  Detran notifica mais de 4,8 mil condutores por infrações de trânsito no Acre

O Comandante Geral da PMAC, Cel Paulo, destacou a importância desta capacitação para a Polícia Militar e para o Estado. “Com a capacitação realizada pela Tenente Ivanise, ela será a única Negociadora Policial do Estado. Estávamos sem um policial na ativa com esta formação, que é de suma importância, especialmente em ocorrências complexas que envolvam reféns, artefatos explosivos e suicídios. Parabenizo a Tenente por se tornar a primeira Negociadora Policial Feminina no Estado, e enfatizo que a Capacitação profissional de nossos policiais tem sido um dos principais investimentos que o Governo do Estado tem feito para melhorar a oferta de segurança pública a sociedade acreana.”

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Para evitar abuso em preço, Procon fiscaliza papelarias em Rio Branco

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA