Geral

Polícia encontra possíveis restos mortais de casal morto em Rio Branco

Tambor teria sido usado por suspeito para queimar corpos, diz polícia. Suspeito foi preso e confessou o crime para a polícia.

Publicados

Geral

Tambor teria sido usado por suspeito para queimar corpos, diz polícia. Suspeito foi preso e confessou o crime para a polícia.

Casal foi morto e teve restos mortais queimados, segundo a Polícia Civil (Foto: Arquivo da família)

Casal foi morto e teve restos mortais queimados, segundo a Polícia Civil (Foto: Arquivo da família)

Um tambor contendo possivelmente os restos mortais do casal Marcia Carvalho, de 34 anos, e Ocivaldo Tavares de Mendonça mortos por Geisson Paiva, de 28 anos, foi encontrado na manhã desta terça-feira (31), na Travessa do Pescador, no bairro Belo Jardim I, cerca de 800 metros de distância da casa do suspeito.

De acordo com a polícia, um crânio e um fêmur estavam dentro do tambor, porém, o material ainda deve ser avaliado pela perícia. A casa onde o casal foi queimado seria do irmão de Paiva. O ossos foram encontrados dentro do recipiente ainda com cinzas.

O delegado responsável pelas investigações, Cleylton Videira, informou que o suspeito deve responder por dublo homicídio e ocultação de cadáver. “Estamos juntando todas as provas para alegar a ocultação de cadáver e encaminhar tudo ao Judiciário. O irmão dele também deve ser investigado”, explica.

Leia Também:  Trecho da BR-317, em Xapuri segue interditado, segundo Dnit

Minha mãe achava que ela estava viva’, diz irmão de vítima

O irmão de Marcia, Paulo Ricardo Carvalho, conta que não tinha mais esperanças de encontrar a mulher viva, mas que a mãe acreditava que Marcia ainda pudesse aparecer com vida.

“A gente recebia muitas informações e muitas pistas, mas nada muito certo. Estamos, por um lado, confortados com a prisão, mas agora vamos aguarda pela justiça. Minha mãe tinha esperança de vê-los vivos, mas já sabíamos que não era possível. Agora, bom ou ruim, sabemos o final dessa história”, lamenta.

Confissão

Com um sorriso no rosto e sinais de frieza, o suspeito Geisson Paiva, de 28 anos, confessou o crime e contou detalhes do crime. Ele disse que matou o casal após Marcia e Ocivaldo tentarem invadir sua casa. Paiva falou ainda que estava drogado no momento do crime e que teria agido sozinho.

Buscas

A Polícia Civil iniciou escavações no quintal da casa do suspeito às 6h desta terça. Na casa dele, localizada na Travessa Apocalipse, no bairro Belo Jardim I, em Rio Branco, a polícia encontrou cabelos e outros materiais orgânicos que devem passar por exames para confirmar se eram mesmo do casal desaparecido.

Leia Também:  Com peças de motos, homem customiza bicicletas no AC

A irmã da mulher que teria sido morta, Sandra Carvalho, de 40 anos, afirma que os dois eram usuários de droga e sumiram após informarem aos filhos que iriam à casa de Sandra, em 29 de agosto de 2015. Depois disso, o casal não foi mais visto.

Perícia vai analisar possível restos mortais de casal morto por Paiva (Foto: Iryá Rodrigues/G1)

Perícia vai analisar possível restos mortais de casal morto por Paiva (Foto: Iryá Rodrigues)

Iryá Rodrigues Do G1 AC

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Procon do Acre prestará serviços de fiscalização e educação durante a Expoacre

Publicados

em

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon/AC) irá oferecer os serviços de atendimento, educação e fiscalização durante toda a Expoacre 2022, que será realizada entre sábado, 30, e domingo, 7, no Parque de Exposições de Rio Branco.

Para a tarefa, foram definidos os seguintes formatos de atendimento: o presencial, no Box 06 do Galpão Institucional, onde serão realizadas aberturas de reclamações, agendamento para atendimentos na OCA e orientações.

Já o atendimento em educação para o consumo será realizado de forma presencial, em uma tenda localizada na área externa do galpão, onde serão fornecidas orientações em diversos temas e distribuídas publicações de Códigos de Defesa do Consumidor e cartilhas.

A equipe de fiscalização irá atuar em todos os estabelecimentos da feira, e, excepcionalmente nos dias de show e nos horários do evento, fazendo o acompanhamento dos serviços ofertados aos consumidores, como a venda de ingressos, produtos e serviços em geral.

Segundo a diretora-presidente do Procon-AC, Alana Albuquerque, um evento de grande porte como a Expoacre, que movimenta o comércio e oferece um vasto leque em prestação de serviços, demanda atenção e atuação do órgão de defesa do consumidor, tanto em caráter informativo quanto fiscalizador.

Leia Também:  Trecho da BR-317, em Xapuri segue interditado, segundo Dnit

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA