RIO BRANCO

Geral

Perigo para o ecossistema: Quinto peixe invasor venenoso é capturado em Fernando de Noronha em um mês

Publicados

Geral

Quinto peixe-leão foi capturado em um mês, em Fernando de Noronha — Foto: Sea Paradise/Divulgação

Mais um peixe-leão, animal de espécie invasora e venenosa, foi capturado por mergulhadores em Fernando de Noronha. Este, que foi o quinto encontrado no arquipélago em um mês, foi achado a 40 metros de profundidade, nas proximidades da Praia da Conceição, em frente ao Morro do Pico. Do G1 Pernambuco.

Essa segunda captura em menos de uma semana e a sexta desde dezembro de 2020, quando o peixe invasor foi localizado pela primeira vez em Noronha.

O peixe-leão foi encontrado na quinta-feira (2) pelos mergulhadores da operadora Sea Paradise Silvio Santos e Lucas Zappe. Os profissionais foram capacitados pelo Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) para esse tipo de trabalho e, portanto, tinham autorização para recolher o peixe.

“Dos seis animais encontrados na ilha, nós capturamos cinco. Esse peixe estava próximo às áreas onde identificamos os outros. Se a gente for pontuar os locais das capturas, dá um raio de uma milha (menos de dois quilômetros), no máximo”, informou o diretor da operação de mergulho, Fernando Rodrigues.

Rodrigues disse, ainda, que um arpão foi utilizado para recolher o peixe, como prevê o protocolo montado pelo ICMBio. O instituto indicou que apenas profissionais capacitados ou servidores do instituto podem fazer a captura do peixe-leão, devido aos riscos que o animal oferece (veja vídeo acima).

O nome científico do peixe-leão é Pterois volitans. Essa espécie tem espinhos venenosos que contêm uma toxina que pode causar febre, vermelhidão e até convulsões aos seres humanos.

Leia Também:  Assaltante fica ferido após troca de tiros durante perseguição policial no Acre

O animal é predador e pode consumir espécies endêmicas, que só ocorrem nessa região, além de causar um desequilíbrio ecológico.

Mergulhadores fizeram a quinta captura de peixe-leão em um mês — Foto: Sea Paradise/Divulgação

Outras capturas

A primeira captura do peixe-leão em Noronha ocorreu em dezembro de 2020. Foram quase oito meses até que outro espécime fosse encontrado novamente, no dia 3 de agosto, a 32 metros de profundidade. Esse foi o primeiro registro em 2021.

O terceiro peixe-leão foi capturado oito dias depois, em 11 de agosto, a uma profundidade de 18 metros. A quarta captura da espécie invasora, terceira de 2021, ocorreu no dia 24, a 27 metros de profundidade.

Quatros dias após, no dia 28 de agosto, o quinto peixe-leão, quarto deste ano. Ele foi capturado em um ponto de mergulho chamado Laje Dois Irmãos, nas proximidades da praia da Cacimba do Padre, numa profundidade de 20 metros.

Peixe-leão é considerado uma ameaça ao ecossistema de Noronha — Foto: Thiege Rodrigues/All Angle/Divulgação

Treinamento

O ICMBio tem realizado uma série de capacitações com profissionais que trabalham com o mergulho. No treinamento são repassadas informações da espécie e orientações para a captura segura.

O peixe-leão pode viver a até 100 metros de profundidade e, por isso, a colaboração de mergulhadores autônomos na localização dos espécimes é essencial.

Para quem não recebeu a capacitação, a orientação, em caso de encontrar o animal, não é tocar nem chegar próximo do peixe. A recomendação é acionar o ICMBio através do e-mail [email protected] ou ligar para (81) 3619-1156.

Leia Também:  Menor sem habilitação sofre acidente após pegar moto sem permissão

Os pesquisadores acreditam que o peixe-leão encontrado em Noronha veio do Caribe. Os cinco animais capturados anteriormente foram levados para o Recife, na quarta-feira (1º), para análise no Projeto Conservação Recifal (PCR).

O diretor do projeto, Pedro Pereira, afirmou que amostras dos peixes-leão vão ser enviadas para a Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos para que também sejam realizadas análises nessas instituições.

Informações do peixe-leão repassadas no treinamento do ICMBio — Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O deputado afirmou que Bolsonaro enganou a população e que os que votaram pela venda da Eletroacre deveriam ser lembrados. Luiz Tchê, não poupou críticas ao governo federal de Bolsonaro, pelas altas no preço da energia elétrica. Tchê afirmou que o presidente mentiu quando anunciou que se caso eleito, os preços da gasolina e energia, além do gás desceriam de valor. “Essa conta é do Bolsonaro e também de quem votou pela privatização da Eletroacre, pois quase nada melhorou como haviam prometido. Quem não lembra de Bolsonaro prometendo baixar o preços do Gás, energia e combustível?”, finalizou.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Com aumento de casos de Covid-19, visitas em presídios de Rio Branco são suspensas por 10 dias

Publicados

em

Unidades prisionais de Rio Branco estão com as visitas suspensas por 10 dias — Foto: Ana Paula Xavier/Rede Amazônica

Com o Acre enfrentando uma terceira onda de casos de Covid-19, o Instituto de Administração Penitenciária do Estado (Iapen-AC) suspendeu as visitas nos presídios de Rio Branco por dez dias ou até que até que haja uma queda no número de infectados.

O número de pessoas com Covid-19 aumentou expressivamente no estado no início deste ano. Na quinta (19), o Acre registrou 1.172 novos casos, o maior número em 24 horas desde o início da pandemia. Além da Covid, as unidades de saúde estão lotadas também de pessoas com sintomas de gripe e outras síndromes gripais.

A prefeitura da capital montou um drive-thru de testagem rápida para Covid que tem longas filas no primeiro, nesta quinta. A busca por testes em farmácias também aumentou.

Os médicos que atendem na rede básica de saúde de Rio Branco suspenderam de forma temporária a greve da categoria que já durava mais de um mês. A decisão ocorre devido à terceira onda de Covid que atinge o estado acreano com elevação de casos da doença.

Durante uma coletiva de apresentação do cenário epidemiológico do Acre, o governador Gladson Cameli disse que vai decretar situação de emergência devido ao aumento dos casos de Covid-19, no início do mês de janeiro.

Leia Também:  Assaltante fica ferido após troca de tiros durante perseguição policial no Acre

Além disso, o governador junto com a secretária de Saúde, Paula Mariano, alertaram para a importância da vacinação como medida de proteção contra a doença e mantiveram todo estado na bandeira amarela. O Acre está na faixa de atenção desde o dia 24 de dezembro do ano passado, conforme nota divulgada pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19.

Decreto

Diante desse cenário, o Iapen-AC decidiu manter apenas algumas atividades internas nas unidades prisionais de Rio Branco, como: escoltas e saídas externas já agendadas, requisições do Poder Judiciário, requisições das funções essenciais à Justiça e também requisições emergenciais.

O decreto com a suspensão foi publicado nesta quinta (20) no Diário Oficial do Acre (DOE).

“Ficam mantidos ainda os atendimentos de advogados junto aos seus clientes presos, e desde que autorizados pelos diretores das unidades prisionais, a entrega de materiais destinados às pessoas privadas de liberdade, resumindo-se estritamente e nos casos excepcionais aos materiais de higiene pessoal e comum”, diz o artigo 3º do decreto.

Cruzeiro do Sul

Em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, as visitas estão suspensas desde o dia 30 de dezembro do ano passado.

Leia Também:  Advogada denuncia tentativa de golpe de falso exame em Rio Branco

Segundo o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), ao menos 121 presos foram atendidos com sintomas gripais, quando anunciou a suspensão. Cruzeiro do Sul, assim como Rio Branco, sofre com surto de gripe. Por G1 Ac.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA