RIO BRANCO

Geral

Ouriço de castanha quase mata mulher de 60 anos de idade, na zona rural

Nessa época do ano, essa atividade se torna muito perigosa

Publicados

Geral

Nessa época do ano, essa atividade se torna muito perigosa

OURISOAlmir Andrade

No final da tarde desta sexta-feira, deu entrada no pronto socorro do hospital de Brasileia a senhora Elide Barros, com muitas  dores no ombro esquerdo. A mulher estava quebrando castanha no ramal do 21 em Epitaciolândia quando de repente um ouriço de castanha caiu no seu ombro, a mulher foi socorrida por parente que a levaram para o hospital de Brasileia, onde recebeu atendimento medico, depois foi liberada pelo medico de plantão.

Nessa época do ano, essa atividade se torna muito perigosa, já que dezembro e janeiro são os meses que começam  a cair castanha. Dona Elide, teve muita sorte, se o ouriço caísse  na sua cabeça, poderia ter causado um traumatismo craniano podendo morrer no local ou ficar com sequelas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rastreacre: Quer saber a localização do seu veículo 24hs com preços baixos?

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Geral

Poder Judiciário do Acre retoma plantão extraordinário com 30% da força de trabalho

Publicados

em

Portaria Conjunta Nº 5/2022 institui novas medidas administrativas para afastar a propagação do vírus neste momento – Foto Reprodução

Nesta segunda-feira, 17, a presidência do Tribunal de Justiça juntamente com a Corregedoria-Geral da Justiça tornou pública a Portaria Conjunta n° 5/2022, determinando a redução do quantitativo de servidores e colaboradores em regime presencial da instituição até o dia 24 de janeiro.

Deste modo, está autorizada a retomada do trabalho remoto e atuação, por meio de escala de revezamento, do trabalho presencial com no máximo 30% dos integrantes de cada setor, excetuando os casos em que se observe prejuízos aos serviços prestados pela unidade.

A medida considerou o aumento progressivo no número de casos de Covid-19 em todo o estado, principalmente nas últimas semanas, assim como o teor da Portaria GDG Nº 4, de 08 de janeiro de 2022, em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a adoção do regime de teletrabalho excepcional ou, na impossibilidade, que se promova escala de revezamento para os servidores e colaboradores.

Leia Também:  Em Brasileia, residência é consumida pelo fogo e autoridades investigam o caso

Assim, a gestão decidiu manter a política instaurada desde o início da pandemia para o resguardo e segurança à saúde dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, todas e todos terceirizados e público externo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA