RIO BRANCO

Geral

Operação das polícias Civil e Militar ‘estoura’ boca de fumo em Xapuri

Duas pessoas foram presas e uma menor foi apreendida em ação das polícias Civil e Militar. Ponto de venda de droga foi fechado.

Publicados

Geral

Duas pessoas foram presas e uma menor foi apreendida em ação das polícias Civil e Militar. Ponto de venda de droga foi fechado.

Uma operação das polícias Civil e Militar fechou um ponto de venda de drogas em Xapuri, cidade distante 188 km da capital Rio Branco, ainda na quarta-feira (3). Duas pessoas foram presas na ação e uma menor foi apreendida pelos policiais.

Além das capturas, foram apreendidas aproximadamente 800 gramas de maconha, plástico para embalar a droga e ainda celulares. O chefe do serviço de investigação da Polícia Civil, Eurico Feitosa, afirma que uma das mulheres, maior de idade, era alvo de várias denúncias e seria a responsável pela boca de fumo.

“O esposo dela foi preso por tráfico recentemente. O marido da outra [que é menor de idade] também está preso. Os dois maridos são de facção criminosa. O rapaz preso tinha passagem por tentativa de homicídio e homicídio em Brasileia. Ele veio para apoiar a boca de fumo”, complementa.

Leia Também:  Estátua da rede de lojas Havan começa a ser erguida em Rio Branco

Operação das polícias Civil e Militar

Com Informação do G1 Acre / Foto Ilustrativa

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Poder Judiciário do Acre retoma plantão extraordinário com 30% da força de trabalho

Publicados

em

Portaria Conjunta Nº 5/2022 institui novas medidas administrativas para afastar a propagação do vírus neste momento – Foto Reprodução

Nesta segunda-feira, 17, a presidência do Tribunal de Justiça juntamente com a Corregedoria-Geral da Justiça tornou pública a Portaria Conjunta n° 5/2022, determinando a redução do quantitativo de servidores e colaboradores em regime presencial da instituição até o dia 24 de janeiro.

Deste modo, está autorizada a retomada do trabalho remoto e atuação, por meio de escala de revezamento, do trabalho presencial com no máximo 30% dos integrantes de cada setor, excetuando os casos em que se observe prejuízos aos serviços prestados pela unidade.

A medida considerou o aumento progressivo no número de casos de Covid-19 em todo o estado, principalmente nas últimas semanas, assim como o teor da Portaria GDG Nº 4, de 08 de janeiro de 2022, em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a adoção do regime de teletrabalho excepcional ou, na impossibilidade, que se promova escala de revezamento para os servidores e colaboradores.

Leia Também:  Justiça de Xapuri condena mulher que chamou advogada de 'vagabunda'

Assim, a gestão decidiu manter a política instaurada desde o início da pandemia para o resguardo e segurança à saúde dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, todas e todos terceirizados e público externo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA