RIO BRANCO

Geral

Oficina em Epitaciolândia quase é destruída pelo fogo

Publicados

Geral

Fonte-alto-acre

Redação-3dejulho

IMG_8065cEra por volta das 1:20 da madruga desta segunda-feira, dia 5, quando um vigia notou que algo estava errado numa oficina localizada na cidade de Epitaciolândia, na Avenida Amazonas, próximo a ponte metálica que liga à cidade vizinha de Brasiléia, na fronteira do Acre com a Bolívia.

A oficina, de propriedade do empresário Paulo Vinicius T. Oliveira (29), quase foi destruída pelo fogo que supostamente teve início devido um curto elétrico num quarto que existia nos fundos, onde servia de moradia para um ancião e foi informado que não estaria no local, pois se encontra na Capital, Rio Branco.

A Polícia Militar foi informada do incêndio através do número de emergência (190), que por sua vez, acionou o Corpo de Bombeiros. Mesmo com a chegada rápida, as chamas haviam se espalhado por quase a metade da oficina onde havia muitos veículos recebendo consertos.

Alguns carros foram tomados pelo fogo e as chamas ainda atingiram o suporte da cobertura, fazendo cair uma parte e quase alcançaram o galpão que servia como depósito de uma madeireira, localizado ao lado.

Leia Também:  Mais de 40 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Acre em 2018, aponta Detran

O proprietário e funcionários foram até o local e nada puderam fazer, a não ser observar os trabalhos dos Bombeiros, para depois levantar os prejuízos. Caso não debelassem as chamas logo, cerca de 10 veículos seriam consumidos pelo fogo.

Segundo um dos Bombeiros, devido o período do verão, a madeira é um dos grandes perigos devido secar completamente. Um aquecimento provocado por curto pode se transformar num incêndio sem precedentes, podendo causar até mortes.

Pede os proprietários de casas de madeira que tomem cuidados em suas ligações elétricas, interruptores, tomadas e fios descascados.

 

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Geral

Poder Judiciário do Acre retoma plantão extraordinário com 30% da força de trabalho

Publicados

em

Portaria Conjunta Nº 5/2022 institui novas medidas administrativas para afastar a propagação do vírus neste momento – Foto Reprodução

Nesta segunda-feira, 17, a presidência do Tribunal de Justiça juntamente com a Corregedoria-Geral da Justiça tornou pública a Portaria Conjunta n° 5/2022, determinando a redução do quantitativo de servidores e colaboradores em regime presencial da instituição até o dia 24 de janeiro.

Deste modo, está autorizada a retomada do trabalho remoto e atuação, por meio de escala de revezamento, do trabalho presencial com no máximo 30% dos integrantes de cada setor, excetuando os casos em que se observe prejuízos aos serviços prestados pela unidade.

A medida considerou o aumento progressivo no número de casos de Covid-19 em todo o estado, principalmente nas últimas semanas, assim como o teor da Portaria GDG Nº 4, de 08 de janeiro de 2022, em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a adoção do regime de teletrabalho excepcional ou, na impossibilidade, que se promova escala de revezamento para os servidores e colaboradores.

Leia Também:  Grampos revelam que ladrões do Banco no CE usaram telefone do Acre

Assim, a gestão decidiu manter a política instaurada desde o início da pandemia para o resguardo e segurança à saúde dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, todas e todos terceirizados e público externo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA