Cultura

Obras de revitalização do Instituto Santa Juliana devem começar em dezembro

Publicados

Cultura

Concepção arquitetônica do novo Instituto Santa Juliana; prédio terá rampa e elevador de acesso para portadores de necessidades especiais – Fonte: Sedur

Se tudo transcorrer como o previsto, ainda em dezembro deste ano o Governo do Estado do Acre começa as obras de ampliação e revitalização do Instituto Santa Juliana, em Sena Madureira (município a 140 quilômetros de Rio Branco). Estimada em R$ 4,9 milhões, a intervenção terá o aval do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), do governo federal, com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e com emendas de bancada de parlamentares acreanos.

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional (Sedur), do governo do Estado, já concluiu o projeto, que resgata as características originais do prédio, construído na década de 20, sem, no entanto, abrir mão do conforto para educadores e estudantes.

Concepção arquitetônica do novo Instituto Santa Juliana; obras de revitalização começam em dezembro – Fonte: Sedur

A parte arquitetônica foi pesquisada por meio de fotos antigas e de depoimentos de moradores, permitindo que a equipe da Sedur pudesse formalizar a essência do projeto. “Conseguimos saber exatamente como era cada ambiente, fazendo a catalogação de todos os recintos, das paredes, piso e teto”, afirma a arquiteta Soad Farias, chefe do Departamento de Criação da Sedur.

Leia Também:  Aluna do Colégio Acreano que foi a óbito em acidente de ônibus na BR-364 é identificada

Antes, porém, um levantamento minucioso dos danos, incluindo as suas causas e as soluções, permitiu à Sedur saber onde estão os gargalos que precisam ser sanados. O hall de entrada, por exemplo, apresenta afundamento do piso, enquanto que no telhado a inclinação inadequada feita em reformas anteriores causou infiltração extrema da água da chuva.

Interior do Instituto Santa Juliana, após a revitalização; início das obras está previsto para dezembro – Fonte: Sedur

Do lado de fora, na fachada, os balaústres originais foram retirados, assim como o tijolo aparente, também em reformas passadas. Com o novo projeto, além da restauração do prédio anterior, o prédio ganha uma rampa e um elevador para permitir o acesso de pessoas portadoras de necessidades especiais.

Na semana passada, o secretário Mauro Sérgio Cruz, de Educação, Cultura e Esportes, conheceu o projeto arquitetônico, depois de já ter feito uma visita ao Instituto Santa Juliana, na semana anterior.

Projeto arquitetônico do Instituto Santa Juliana, em Sena Madureira; obras devem sair do papel em dezembro – Fonte: Sedur

Leia Também:  Ministério da Saúde vem ao Acre conhecer trabalho dos Jovens Multiplicadores

Ele acredita que depois de pronta, a unidade agregará mais valor à cidade e à comunidade de Sena Madureira, o terceiro maior município do Acre, com cerca de 40 mil habitantes. Esse é o grande objetivo e o que recomenda o Iphan, o fato de que a obra tenha um cunho social. “Será um grande presente para a comunidade e uma forma de valorizarmos ainda mais os nossos alunos de Sena Madureira”, comemora Sérgio Cruz.

Conforme Jander Nobre, diretor-técnico da Sedur, o trabalho neste momento é dos engenheiros responsáveis pelo orçamento. Vencida essa etapa, o projeto vai para a Comissão Permanente de Licitação (CPL).

Imagens do Instituto Santa Juliana na década de 70; edificação será totalmente revitalizada pelo governo Gladson Cameli – Fonte: Sedur

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Cultura

Grupo junino CL na roça vai homenagear sanfoneiro acreano em apresentação de circuito no Acre

Publicados

em

CL na roça volta às apresentações homenageando sanfoneiro acreano – Foto: Arquivo pessoal

O grupo junino CL na roça, criado há 22 anos, se prepara para se apresentar na primeira etapa do Circuito Junino de 2022, que começa nesta sexta-feira (10) no estacionamento do Via Verde Shopping. A quadrilha é a primeira a se apresentar no evento que vai durar 3 dias – 10, 11 e 12 de junho.

Na primeira etapa, além do início das festividades juninas no shopping ocorre também a escolha do Rei Caipira, da Rainha Caipira e da Rainha da Diversidade. A quadrilha nasceu dentro do bairro da Sobral, mas, atualmente conta com moradores de vários bairros da Baixada do Sol.

Com a temática, “Da sanfona ao coração: Viva Monteirinho nas noites de São João”, o grupo vai exaltar a cultura acreana fazendo uma homenagem a Monteirinho, ex-seringueiro conhecido pelos seus acordes na sanfona.

Apesar de não ter nenhum título, o grupo diz que sempre se destaca pelos temas que leva ao circuito. “Somos sempre revelação todos os anos, a gente é destaque pelas temáticas que escolhemos. Sempre estamos entre as cinco melhores”, disse uma das coordenadoras do grupo, Francilene Maria, mais conhecida como Lene.

Leia Também:  VÍDEO=Parto Normal Feito Em Casa Emocionante Assista

Uma média de 35 pessoas devem se apresentar nesta sexta, contando com 12 pares, pessoal de apoio, e, claro, os noivos que se casam na apresentação.

“Esses últimos anos têm sido muito difíceis pra gente. Não gosto nem de falar, mas a pandemia deu uma freada muito grande no movimento e também, devido à violência, muitos pais não deixam seus filhos irem para a quadrilha, mas pra quem conseguiu participar, tem sido apaixonante”, conta.

Sobre a suspensão de dois anos do evento por causa da pandemia, Lene diz que o público, com a volta das atividades, tem demonstrado carinho pelo trabalho dos brincantes.

“É lindo a gente ver que a população está com fome de assistir a quadrilha. A gente sente que o povo está amando mais a gente e tratando com mais respeito.”

Nos ajustes finais, o figurino e detalhes cênicos ainda movimentam a equipe para que tudo saia como o esperado. “Está uma correria, mas vai dar certo”, finaliza. Tácita Muniz, G1 Acre

Grupo diz que sempre se destaca pelos temas que escolhe – Foto: Arquivo pessoal

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA