RIO BRANCO

Geral

Marido encontra mulher nua no carro de outro homem nas proximidades de um cemitério; ela diz que foi dopada

Publicados

Geral

Via Repórter MT – Uma mulher, “identidade não divulgada” foi encontrada nua dentro de um carro, na noite de sábado (15), nas proximidades de um cemitério no bairro Vila Duarte, em Rondonópolis. Na ocasião, um homem acabou sendo detido.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi encontrada dopada e sem roupas pelo marido e irmão por volta das 22h30.

O marido da vítima contou que perdeu o contato com a mulher depois das 18h. Preocupado, ele resolveu sair à procura dela. Após passar pela residência de parentes, o homem afirmou que viu o veículo Toyota Corolla dela parado próximo de um posto de combustível.

Em seguida, ligou para o irmão da sua companheira para que fosse ao encontro dele com a chave reserva. Ao abrir o veículo, encontrou os pertences pessoais da mulher.

Após alguns minutos, um veículo HB20 branco encostou na frente do Corola da vítima. Um homem desceu e abriu o carro da mulher. Ao presenciar a cena, o marido foi pra cima do homem, quando viu sua esposa nua.

Leia Também:  Agentes realizam revista em unidade prisional do Quinari

Revoltado com a situação, o marido começou a agredir o suspeito. A Polícia Militar foi acionada. No local, a mulher contou que chegou na conveniência do posto com uma amiga.

Elas sentaram na mesa com o homem, que também estava com um amigo. A mulher afirmou que tomava apenas um energético e que o homem deixou bebidas pagas por ele e abertas para ela e sua amiga. Após ingeri-las, começou a se sentir elétrica.

Além disso, ela disse se recordar que o homem falou: “se você ficar de boa seu marido não vai perceber”. Algum tempo depois, a amiga saiu com o outro homem.

Narra ainda a ocorrência, que assim que a amiga foi embora, a vítima e o suspeito saíram do posto. A mulher chegou a vomitar no carro dele e acabaram indo parar em um motel.

Ele afirmou que teria dado um banho na mulher, que estava suja e depois voltaram para o posto, onde ela foi encontrada pelo marido.

Diante da confusão, as partes foram encaminhadas para a 1° Delegacia da Polícia Civil para as providências cabíveis.

Leia Também:  I Ciclo de debates do TCE/AC será realizado em Cruzeiro do Sul

E veja Também no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A vereadora Neiva Badotti foi convidada por uma família para tomar ciência sobre um caso de distribuição de medicamento vencido que foi distribuído pela Farmácia Municipal à mãe de uma criança. De acordo com a parlamentar, a mãe teria levado sua filha ao médico que por sua vez lhe prescreveu uma medicação, em seguida a mãe da criança ido até a farmácia municipal em posse da receita em busca dos remédios prescritos, ao chegar na unidade a medicação foi entregue e a mãe da criança passou a lhe dar os remédios.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

MPF vai apurar omissão estatal na investigação da morte de Wilson Pinheiro, durante a ditadura militar

Publicados

em

Wilson Pinheiro no Sindicato dos Trabalhadores Rurais – Foto: wikicommons

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil para apurar eventual omissão dos entes federados na investigação da morte de Wilson Souza Pinheiro, ocorrida no interior do Acre em julho de 1980.

Wilson Pinheiro foi um líder seringueiro, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brasileia e participante de vários movimentos de resistência em conflitos fundiários que ameaçavam comunidades tradicionais da região na época.

Segundo o procurador regional dos Direitos do Cidadão no Acre, Lucas Costa Almeida Dias, apurar a atuação dos entes federados na investigação do caso Wilson Souza Pinheiro, especialmente a existência de eventual acervo documental sobre o crime, objetivando a defesa da verdade e da memória, é uma forma de executar as medidas da Justiça de Transição, buscando a promoção da Justiça, revelação da verdade, reparação das vítimas, preservação e divulgação da memória e implementação de reformas institucionais.

No âmbito do inquérito, já foram expedidos ofícios ao Tribunal de Justiça (TJ/AC), ao Ministério Público (MP/AC), ao Governo do Estado do Acre e ao comando do Exército no Acre para que informem se há registros documentais da morte de Wilson Pinheiro, bem como se existem informações sobre processos ou procedimentos instaurados para apurar o crime.

Leia Também:  Cliente agredido em estacionamento de boate em Rio Branco será indenizado

Também já foi realizada a oitiva do depoimento da filha de Wilson Pinheiro, bem como determinada a pesquisa sobre outros personagens importantes dos fatos na época.

Após a coleta das informações e o cumprimento de outras diligências que forem necessárias, o MPF decidirá quais são as medidas cabíveis para o caso. Assessoria de Comunicação MPF/AC

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A presidente do SINTEAC Rosana Nascimento, falando sobre o Abono da rede municipal de Rio Branco.. “É o governador Gladson Cameli e suas presepadas…ele não respeita a Educação do Estado, não respeita os professores…ele nem sabe os valores que serão pagos.. nós estamos pedindo esse abano e o governo e a secretaria não nos recebe”, diz presidente do SINTEAC Rosana Nascimento.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA