RIO BRANCO

Geral

Justiça vai convocar mais de 7 mil mesários para as eleições

Mais de sete mil mesários devem atuar nas eleições municipais deste ano, de acordo com a Justiça Eleitoral do Acre.

Publicados

Geral

Mais de sete mil mesários devem atuar nas eleições municipais deste ano, de acordo com a Justiça Eleitoral do Acre.

 Por Welisson Silva 

Mesários Foto: Internet

Mesários Foto: Internet

Os convocados recebem um comunicado oficial entregue pelos Correios ou por equipes de servidores da Justiça Eleitoral, e após nomeação, participam de treinamento.

Segundo o TRE, na capital os treinamentos terão início no dia 1º de setembro e seguem até o dia 19. No interior o cronograma terá início no dia 9 de setembro. Cada turma receberá um dia de orientações que vão desde a identificação do eleitor ao procedimento de instalação da urna eletrônica no dia da votação.

Além de contribuir com o processo eleitoral democrático, o mesário possui diversas vantagens ao prestar este serviço durante as eleições, como dispensa do serviço pelo dobro dos dias trabalhados, incluindo os dias de treinamento; vantagens em desempate em concurso público, desde que previsto em edital, além de créditos em disciplinas de cursos em instituições de ensino superior, se conveniadas com o Tribunal Regional Eleitoral do Acre.

Leia Também:  Região Norte desponta na realização do Cadastro Ambiental

Em qualquer época do ano é possível se cadastrar no site do TRE-AC omo mesário voluntário. Basta acessar o link http://www.tre-ac.jus.br/eleitor/mesario-voluntario-1/inscricao-mesario-voluntario e preencher formulário.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Poder Judiciário do Acre retoma plantão extraordinário com 30% da força de trabalho

Publicados

em

Portaria Conjunta Nº 5/2022 institui novas medidas administrativas para afastar a propagação do vírus neste momento – Foto Reprodução

Nesta segunda-feira, 17, a presidência do Tribunal de Justiça juntamente com a Corregedoria-Geral da Justiça tornou pública a Portaria Conjunta n° 5/2022, determinando a redução do quantitativo de servidores e colaboradores em regime presencial da instituição até o dia 24 de janeiro.

Deste modo, está autorizada a retomada do trabalho remoto e atuação, por meio de escala de revezamento, do trabalho presencial com no máximo 30% dos integrantes de cada setor, excetuando os casos em que se observe prejuízos aos serviços prestados pela unidade.

A medida considerou o aumento progressivo no número de casos de Covid-19 em todo o estado, principalmente nas últimas semanas, assim como o teor da Portaria GDG Nº 4, de 08 de janeiro de 2022, em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a adoção do regime de teletrabalho excepcional ou, na impossibilidade, que se promova escala de revezamento para os servidores e colaboradores.

Leia Também:  Região Norte desponta na realização do Cadastro Ambiental

Assim, a gestão decidiu manter a política instaurada desde o início da pandemia para o resguardo e segurança à saúde dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, todas e todos terceirizados e público externo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA