RIO BRANCO

Esporte

Justiça acata pedido do Ministério Público e goleiro Bruno vai ter que usar tornozeleira eletrônica

Publicados

Esporte

O juiz da Vara de Execuções Penais, Hugo Torquato, deferiu o pedido do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) para que o goleiro Bruno Fernandes, que ainda cumpre pena em regime semiaberto pelo assassinato de Eliza Samúdio, faça uso de tornozeleira eletrônica.

A decisão foi baseada no pedido do Promotor de Justiça Tales Tranin que entende que o atleta do Rio Branco deve receber o mesmo tratamento dos demais reeducandos que estão no regime semiaberto no Acre.

O juiz determina ainda que Bruno use o equipamento de forma ininterrupta. Ou seja, para que o equipamento seja retirado durante os jogos, a defesa do goleiro vai ter que provar que é impossível disputar uma partida de futebol com a tornozeleira. A justiça leva em consideração um precedente aberto pelo jogador Paul McGowan, do Dundee United, da Escócia, que jogou 87 minutos de uma partida pelo campeonato escocês com a tornozeleira no ano de 2018.

“O que algumas pessoas não entendem é que o reeducando Bruno Fernandes ainda não cumpriu sua pena. Ele foi condenado há mais de 20 anos de prisão e só cumpriu 10 até agora. Ele tem mais de 10 anos ainda para cumprir. Neste momento ele está no regime semiaberto e os reeducandos do Acre nesta condição usam tornozeleira eletrônica”, afirma o promotor Tales Tranin ao justificar o pedido à justiça.

Leia Também:  Ramal do 18 em Brasiléia está abandonado pela prefeitura

A notícia deve sacudir os bastidores do Rio Branco que neste domingo, 6, venceu o Galvez e vai enfrentar Plácido de Castro na semifinal do 2º turno, na próxima quarta-feira. Com informações do Ac24horas

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Esporte

Prefeitura de Sena Madureira realizará torneio para selecionar jogadores para campeonato SUB-17 e SUB-20

Publicados

em

A Data da realização do torneio será no sábado, dia 29 de Janeiro, os jogos acontecerão no estádio Marreirão Foto: Reprodução

Assessoria – A Prefeitura de Sena Madureira por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (SEMCTEL) e da Gerência Municipal de Esportes, abriu inscrições para um torneio de futebol seguido de uma peneira com o objetivo de formar uma seleção do município para participar do Campeonato Estadual de Futebol, nas categorias Sub-17 e Sub-20.

A ideia partiu de uma conversa do Prefeito Mazinho Serafim (MDB), com o Presidente da Federação Acreana de Futebol, Antônio Aquino Lopes (Toniquim), na semana passada. Colocar um time senamadureirense no cenário do futebol profissional do Estado, é um sonho antigo do gestor municipal juntamente com o vice-prefeito Gilberto Lira, que começa a se tornar realidade.

As inscrições para as equipes que desejam participar iniciaram quarta-feira (19) no Complexo Esportivo e Cultural, em anexo ao Estádio Marreirão, no período da manhã e da tarde. Vale destacar que é necessário que cada representante compareça com a cópia do RG dos jogadores de sua equipe, a idade máxima para jogar a competição é de 20 anos.

Leia Também:  Em ação de combate ao crime, polícia deflagra operação e vasculha bairros de Rio Branco

A Data da realização do torneio será no sábado, dia 29 de Janeiro, os jogos acontecerão no estádio Marreirão, reinaugurado pela gestão do prefeito Mazinho Serafim, após mais de 22 anos desativado.

Na manhã desta terça-feira (18) ocorreu uma reunião para tratar dos últimos detalhes, com a Presença da Secretária de Cultura, Lourdes Gregório, do Gerente Municipal de Esportes, João Brandão, da Vereadora Ivoneide Bernardino, do Choquito (Representando o Prefeito Mazinho Serafim), do Secretário de Produção, Ecinairo Carvalho (Xuxa), do ex-jogador de futebol profissional, Doca Madureira, e dos demais membros da Gerência de Esportes.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  Казино 24

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA