RIO BRANCO

Geral

Isolamento: rio Madeira pode atingir 16,70 metros nas próximas 48 hs.

Nível de alerta é de 16 metros, mas companhia diz que situação não é crítica. Apesar de elevação, águas estão cerca de 2 metros abaixo de cotas de 2014.

Publicados

Geral

Nível de alerta é de 16 metros, mas companhia diz que situação não é crítica. Apesar de elevação, águas estão cerca de 2 metros abaixo de cotas de 2014.

Foto Maríndia Moura/TVRodonia

Foto Maríndia Moura/TVRodonia

O nível do Rio Madeira, em Rondônia, pode chegar a 16,70 metros nas próximas 48 horas, segundo informações da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). Nesta quarta-feira (25), a cota está em 16,54 metros, enquanto na terça-feira (24) estava em 16,48 metros. O nível de alerta é 16 metros. No entanto, segundo a CPRM, a situação não pode ser considerada critica, já que o rio tem ficado nos últimos dias pelo menos dois metros abaixo dos números registrados em 2014, quando aconteceu a cheia histórica, que atingiu cerca de 97 mil pessoas no estado. Em 25 de fevereiro do ano passado, a medição marcou 18,51 metros.

Na região dos distritos de Jacy-Paraná e Nova Mutum o nível do Madeira também subiu e chegou a 21,77m, ficando 22 centímetros de inundar a BR-364 e voltar a isolar o estado do Acre do restante do país.

De acordo com a CPRM, também não é preciso preocupação com o período chuvoso em Rondônia, que vai até meados de abril. Isso porque o nível do Rio Madeira é influenciado pelas bacias dos rios Mamoré e Beni, que nascem na Bolívia e no Peru, e, por isso, as chuvas que caem naqueles países é que refletem no nível do rio no Brasil. “O que chove na área urbana de Porto Velho não influencia diretamente na elevação no nível do Madeira, mas sim em problemas de drenagem urbana e elevação dos igarapés urbanos, mas não necessariamente no nível do rio”, esclareceu Francisco Reis, engenheiro hidrólogo da companhia.

Leia Também:  Funcionário da Energisa tem 60% do corpo queimado ao receber descarga elétrica

O engenheiro explicou que, nas próximas semanas, a previsão é de chuva acima da média nas cabeceiras dos rios na Bolívia e no Peru e que isso vai se refletir no Madeira, que continuará em Nível de alerta é de 16 metros, mas companhia diz que situação não é crítica. Apesar de elevação, águas estão cerca de 2 metros abaixo de cotas de 2014.elevação até março. Ainda assim, Francisco descarta a possibilidade de uma nova enchente como a registrada em 2014. “A gente não espera um nível tão elevado como de 2014, apesar do nível estar acima da média. Porém, no momento, o nível está bem abaixo em relação a 2014”, avaliou.

A CPRM mantém 54 estações de monitoramento, que utilizam equipamentos de ponta para medir o nível dos rios em Rondônia e no Acre. Sobre a situação no estado vizinho, onde quatro municípios já estão alagados – Rio Branco, Assis Brasil, Brasileia e Xapuri –, a companhia informou que a cheia do Rio Acre, que já está três metros acima da cota máxima, não tem qualquer influência sobre o Rio Madeira.

Leia Também:  Ativista gay é processado por ex-companheiro após separação

Além disso, conforme a companhia, diferentemente de Rondônia, no Acre, as chuvas que caem no Brasil afetam diretamente as águas do rio. “O Rio Acre tem a nascente em parte do Peru, mas o que está influenciando hoje são os rios que ficam dentro do Brasil, que são o Xapuri e o Espalha. As chuvas que estão caindo no Brasil é que estão influenciando esse nível elevado na bacia do Rio Acre”, informou Francisco Reis

Fonte: G1/Rondonia

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Inscrições estão abertas: Jornalistas de todo o país podem concorrer ao Prêmio Paulo Freire de Jornalismo

Publicados

em

Por

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Paulo Freire de Jornalismo, promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed, com o apoio da Unesco no Brasil.

A iniciativa tem o objetivo de premiar produções jornalísticas com o tema “Educação Pública na Pandemia: inovação para manter a aprendizagem e o vínculo do aluno nas escolas das redes estaduais”.

Poderão concorrer trabalhos jornalísticos que abordem a temática estabelecida, por meio de reportagens ou série de reportagens publicadas no período de 1º de março de 2020 a 10 de janeiro de 2022, mesmo dia em que serão encerradas as inscrições.

São seis categorias: Jornalismo impresso, para reportagens em jornais ou revistas; Radiojornalismo, para reportagens em emissoras de rádio; Telejornalismo, para reportagens em emissoras de televisão; Webjornalismo, para reportagens em sites ou blogs de notícias; Fotojornalismo, para fotografias publicadas em matérias ou reportagens de jornal impresso, revista, sites ou blog de notícias; e Mídias digitais, para conteúdos jornalísticos e/ou informativos veiculados em plataformas digitais de áudio ou vídeo.

Leia Também:  Carreta tomba e mata 03 pessoas de uma mesma família

Os critérios Adequação ao Tema, Linguagem, Estética, Originalidade e Utilidade Social serão considerados na avaliação da Comissão Julgadora.

A cerimônia de premiação deve ocorrer no primeiro trimestre de 2022. O primeiro colocado de cada categoria receberá R$ 7.000,00 (sete mil), enquanto o segundo colocado ficará com R$ 5.000,00 (cinco mil). Já o terceiro colocado de cada categoria vai ganhar R$ 3.000,00 (três mil). O valor total em prêmios a serem distribuídos nas seis categorias é de R$ 90.000,00 (noventa mil).

O edital e o formulário de inscrição estão disponíveis, Clique aqui e se escreva no Consed

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Ativista gay é processado por ex-companheiro após separação

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA