RIO BRANCO

Geral

Indiano sofre dores e rejeição por causa de tumor gigantesco.

Lal já tentou remover o tumor, mas quase morreu na cirurgia.

Publicados

Geral

Lal já tentou remover o tumor, mas quase morreu na cirurgia.

Lal já tentou remover o tumor, mas quase morreu na cirurgia.

i1-copia-300x250eUm homem indiano que sofre de uma deformidade facial vive em constante dor após desistir de fazer a cirurgia para remover um enorme tumor que cresceu no seu rosto.
Chana Lal, de 35 anos, não pode comer ou falar corretamente por causa do tumor. Lal vive em uma vila remota no norte da Índia, evita espelhos e vive sozinho, apoiado por suas duas sobrinhas.

Ele sofre de neurofibromatose grave. A doença fez o tumor crescer disparadamente. Ele tentou fazer a cirurgia no passado, há dez anos, mas quase sangrou até a morte e os médicos disseram que ele nunca poderia tentar de novo se ele quisesse viver.

Lal, o caçula de oito irmãos, vive como um recluso e recebe ajuda nas tarefas do dia-a-dia de suas duas sobrinhas. Ele disse: “Eu tenho uma cara feia, eu não gosto mesmo de olhar para mim mesmo no espelho, então não espero que ninguém olhe para mim também. Eu gostaria de fazer a cirurgia, mas eu perdi toda a esperança. Eu quase morri última vez que eu fiz a cirurgia, então eu duvido que qualquer coisa possa ser feita para melhorar meu rosto.

Leia Também:  Adolescente queima namorada grávida porque não queria ser pai

i2.jpg

Lal nasceu com uma pequena mancha em seu rosto, em sua casa na vila onde ainda reside, mas como seus pais eram muito pobres e não havia médicos ou hospitais por perto, ele não teve ajuda profissional durante oito anos.

“Eu sabia que havia algo de estranho com a minha cara quando crianças corriam para longe de mim “, disse ele.

“Lembro-me de chorar ao lado da minha mãe e ela me disse diretamente que eu tinha um rosto assustador. Depois disso, eu nunca pedi ninguém para brincar comigo de novo”.

Naquele ano, seus pais finalmente o levaram para um médico, mas como o tratamento era muito caro, eles voltaram para casa. Ele só voltou a visitar um médico com 25 anos. Durante a cirurgia, o profissional cortou uma veia e então o pobre homem sangrou até quase morrer.

O tumor já cresceu tanto que Lal perdeu a visão no olho esquerdo e a audição em sua orelha esquerda. “Eu não posso nem mastigar porque meu queixo caiu e meus dentes não pode fazer o seu trabalho. Eu adoraria saber o que é morder uma maçã suculenta”, diz ele.

Leia Também:  Essa loira de burra não tem nada

Embora ele trabalhe como operário na construção civil, quando ele pode, o trabalho manual é muitas vezes doloroso.

“Estou em agonia. Minha cabeça dói quando eu tenho que carregar coisas pesadas, mas eu não reclamo. O chefe não me daria trabalho se ele me ouvisse gemer”.

Lal disse: “As pessoas tocam meus pés e me pedem para orar por eles, porque eles dizem que eu tenho o rosto de um deus. Mas eles me irritam, é claro que eu não sou um deus. Eu não ficaria com tanta dor e miséria, se eu fosse um deus”.

“Se esta doença continua a progredir, ele pode desenvolver ulcerações e complicações infecciosas. Ele não vai morrer desta doença, mas as consequências de ter um grande tumor pode matá-lo”, disse um médico experiente.

i5.jpg

i6.jpg

 

Fonte: Com informações do Daily Mail

Publicado Por: Kaio Oliveira

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Geral

Cuidados com iluminação natalina devem ser redobrados para evitar acidentes, alerta Defesa Civil de Rio Branco

Publicados

em

Luzes de natal (Foto: Reprodução | Pinterest | Bloglovin/)

Com a chegada das festas de fim de ano e o uso dos tradicionais enfeites natalinos nas decorações, acende bem mais do que o clássico pisca-pisca, mas também o alerta em alguns cuidados que devem ser adotados para evitar acidentes, segundo orientações da Defesa Civil de Rio Branco.

O coordenador da Defesa Civil, major Claudio Falcão, afirma que é preciso ficar atento aos materiais manipulados nesta época.

“Na instalação de pisca-pisca, por exemplo, às vezes são usados vários plugs na mesma tomada e isso faz aquecer. Também tem que ver a qualidade devido ao superaquecimento que acontece, porque têm alguns que não são certificados pelo Inmetro [Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia] e quando ficam por várias horas ligados, o superaquecimento leva ao risco de incêndio”, explicou.

Um curto-circuito causou um incêndio em um pet shop na noite de sábado (4), na Avenida Chico Mendes. Segundo o Corpo de Bombeiros, a suspeita é que, possivelmente, o foco tenha sido no ar-condicionado, um curto-circuito. “Não sabem precisar se foi do ar-condicionado ou se das luzes de Natal que estavam próximas ao aparelho”, disse o comandante do 2º Batalhão, tenente Alexandre Veras.

Leia Também:  Fiéis participam de missa na Capela da Alma Auricleia as margens do rio Acre

Falcão disse ainda que os materiais de enfeites natalinos, geralmente são inflamáveis, ou seja, de fácil combustão.

“Mas, a questão elétrica deve ser muito bem observada, se tem certificação, quantas horas o material pode ficar ligado para não correr riscos, com o cuidado de fazer as divisões da quantidade de lâmpadas por tomadas, para evitar carga elétrica, para evitar acidentes que podem ocorrer muito”, acrescentou.

Além disso, outro alerta é para que quando se trata de uma instalação maior, é necessário que o responsável seja alguém especializado. “Normalmente, em estabelecimentos comerciais, requer uma quantidade maior do que a residencial, então, que eles procurem alguém que tenha conhecimento para prestar auxílio.”

Mais dicas:

As ligações desses enfeites devem ficar longe do alcance de crianças e de ornamentações como cortinas, tapetes ou móveis de MDF.

Artigos decorativos não devem ser instalados próximos aos postes ou fios da rede elétrica.

Em ambientes externos deve-se atentar para cercas, grades ou qualquer parte metálica.

Na hora da reutilização dos enfeites é importante conferir a integridade do condutor de energia (fio).

Emendas e conexões malfeitas devem ser evitadas ao máximo, pois os fios não devem ter seu isolamento (capa protetora) rompido ou conexões e emendas com folga.

Leia Também:  Adolescente queima namorada grávida porque não queria ser pai

Não deixe os fios no chão, onde há circulação de pessoas, veículos e animais. Por G1 ACre.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O Gefron apreendeu dentro de Van do município de Brasileia aproximadamente 150 kg de entorpecente, seria esta a maior apreensão daquela regional. De acordo com informações preliminares, o veículo da prefeitura iria realizar mais um transporte de pacientes que estão fazendo tratamento em Rio Branco quando foi surpreendido pelo policiais, após revistarem os pacientes e o veículo encontraram em uma sacola preta com todo o entorpecente.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA