RIO BRANCO

Geral

Homem é enterrado vivo durante ritual chocante em Cuba.

Festival bizarro é realizado todos os anos e conta até com “viúva”.

Publicados

Geral

Festival bizarro é realizado todos os anos e conta até com “viúva”.

homem-e-enterrado-vivo-durante-ritual-chocante-em-cuba

Aldeões cubanos fizeram um funeral simulado usando um homem vivo na pele de um cadáver durante um ritual que se tornou tradição anual na pequena cidade próxima a Havana. 
 
Dezenas de pessoas participaram do festival bizarro, que tinha até uma mulher fingindo ser a viúva enlutada, e chorava em voz alta para o ‘falecido’. Ela gritava que o homem havia sido um bom homem, sempre enxugando as lágrimas com um lenço.
 
A celebração em Santiago de las Vegas, cerca de 12 quilômetros ao sul da capital cubana, é realizada em todos os dias 05 de fevereiro há 30 anos, é conhecido como o Enterro do Pachencho.

3c45735e016ce762e108042da28611977de1d96dae557030bddaf93a3b19d5e813d833dd94735f4614a9ab3ea163b71f6932c01ce8f2278e6bf29315e073a5da336891909c3b2af2bf95a732778d824fa8422cd67c7d16ee6371f9e4ce22bfd1b8b63e580c28fca33fe1264ca55b000ec4ee7712064f21716e71a2187b64b68ae39e42a65a376ba5dbe7bcf82d94e406

Fonte: Daily Mail

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Acre discute estratégias para retirada da vacinação contra aftosa

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Geral

Policial militar feminina do 8° Batalhão de Sena Madureira concluí curso de negociador policial no Estado do Espírito Santo

Publicados

em

A 1° Tenente da Polícia Militar Ivanise Pontes, atualmente lotada no 8° Batalhão PM, situado em Sena Madureira, concluiu no Estado do Espírito Santo, o curso de Negociador Policial. As atividades ocorreram entre os meses de setembro e outubro.

O VI Curso de Negociação Policial foi realizado pelo Batalhão de Missões Especiais da Polícia Militar do Espírito Santo (BME), tendo início no dia 20 de setembro e conclusão em 20 de outubro. Participaram do curso polícias de vários Estados da federação.

O processo seletivo para o curso ocorreu em três etapas distintas: teste de fluência, teste de elevação do estresse e entrevista pessoal, processo esse que buscou avaliar as condições necessárias para se buscar elementos da tropa com o perfil desejado para se formar um negociador policial. A Tenente Ivanise Pontes é a segunda operadora de segurança do Estado a formar-se em um Curso de Negociação Policial, sendo a primeira mulher.

A Tenente Ivanise falou sobre a experiência e o curso. “O VI Curso de Negociação Policial buscou despertar em cada aluno a necessidade de sermos treinados para lidar com os mais diversos ambientes estressantes e com vidas em jogo. Propiciou experiências únicas de confronto dos conhecimentos teóricos com as simulações da vida real. Sem dúvida, estaremos muito mais capacitados para atender ocorrências de crises policiais e assim, prestar um atendimento de excelência à sociedade acreana”.

Leia Também:  CNJ divulga dados do Judiciário sobre violência contra a mulher

O Comandante Geral da PMAC, Cel Paulo, destacou a importância desta capacitação para a Polícia Militar e para o Estado. “Com a capacitação realizada pela Tenente Ivanise, ela será a única Negociadora Policial do Estado. Estávamos sem um policial na ativa com esta formação, que é de suma importância, especialmente em ocorrências complexas que envolvam reféns, artefatos explosivos e suicídios. Parabenizo a Tenente por se tornar a primeira Negociadora Policial Feminina no Estado, e enfatizo que a Capacitação profissional de nossos policiais tem sido um dos principais investimentos que o Governo do Estado tem feito para melhorar a oferta de segurança pública a sociedade acreana.”

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Bar pega fogo em Rio Branco e administração calcula prejuízo de mais de R$ 100 mil

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA