RIO BRANCO

Geral

Governo presta assistência às famílias em Brasileia

Nazaré Araújo participa de reunião na sala de situação montada em Brasileia

Publicados

Geral

Nazaré Araújo participa de reunião na sala de situação montada em Brasileia

Paula Alcântara 3 De Julho Noticias

enchente em Brasiléia

A governadora em exercício Nazaré Araújo se deslocou na manhã deste sábado, 21, para Brasileia e Epitaciolândia para acompanhar o trabalho da Defesa Civil estadual na assistência às famílias atingidas pela cheia do Rio Acre. Na madrugada deste sábado o rio transbordou, chegando a marca de 12,12m, inundando moradias e vias públicas dos municípios.

“As equipes de governo estão mobilizadas para prestar toda assistência necessária a essas famílias que foram atingidas pela enchente. Antes mesmo do rio transbordar as equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil já estavam atuando em Brasileia e Epitaciolândia monitorando o nível das águas”, afirmou Nazaré Araújo.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 120 famílias já foram afetadas pela cheia do Rio Acre. O nível do Rio Acre está em 11,40m em Assis Brasil. Em Brasileia, a água já se aproxima da Praça Ugo Poli. Para atender a demanda equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, helicóptero Harpia 01 do governo do Estado estão atuando no monitoramento das áreas atingidas pelas águas.

Leia Também:  Eletrobras vai suspender energia por onde balsa da Fogás passará

O porta-voz de Governo, Leonildo Rosas; a secretária de Comunicação, Andréa Zílio; o secretário de Articulação Institucional, Francisco Nepomuceno, Carioca e o diretor do Departamento Estadual de Trânsito, Gemil Júnior acompanham a governadora em exercício Nazaré Araújo.

10460817_1436319273326817_1158378637506107316_n 10685499_1436319309993480_85274484499859555_n

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Inscrições estão abertas: Jornalistas de todo o país podem concorrer ao Prêmio Paulo Freire de Jornalismo

Publicados

em

Por

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Paulo Freire de Jornalismo, promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed, com o apoio da Unesco no Brasil.

A iniciativa tem o objetivo de premiar produções jornalísticas com o tema “Educação Pública na Pandemia: inovação para manter a aprendizagem e o vínculo do aluno nas escolas das redes estaduais”.

Poderão concorrer trabalhos jornalísticos que abordem a temática estabelecida, por meio de reportagens ou série de reportagens publicadas no período de 1º de março de 2020 a 10 de janeiro de 2022, mesmo dia em que serão encerradas as inscrições.

São seis categorias: Jornalismo impresso, para reportagens em jornais ou revistas; Radiojornalismo, para reportagens em emissoras de rádio; Telejornalismo, para reportagens em emissoras de televisão; Webjornalismo, para reportagens em sites ou blogs de notícias; Fotojornalismo, para fotografias publicadas em matérias ou reportagens de jornal impresso, revista, sites ou blog de notícias; e Mídias digitais, para conteúdos jornalísticos e/ou informativos veiculados em plataformas digitais de áudio ou vídeo.

Leia Também:  Governo convoca 17 peritos para curso de formação policial

Os critérios Adequação ao Tema, Linguagem, Estética, Originalidade e Utilidade Social serão considerados na avaliação da Comissão Julgadora.

A cerimônia de premiação deve ocorrer no primeiro trimestre de 2022. O primeiro colocado de cada categoria receberá R$ 7.000,00 (sete mil), enquanto o segundo colocado ficará com R$ 5.000,00 (cinco mil). Já o terceiro colocado de cada categoria vai ganhar R$ 3.000,00 (três mil). O valor total em prêmios a serem distribuídos nas seis categorias é de R$ 90.000,00 (noventa mil).

O edital e o formulário de inscrição estão disponíveis, Clique aqui e se escreva no Consed

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Homem ameaça funcionário de universidade para conseguir gabarito de concurso

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA