RIO BRANCO

Geral

Foragido da justiça acreana, é preso vivendo rotina de luxo em São Paulo

Além dele, a esposa também foi presa em flagrante, além de carro blindado, dinheiro, drogas e dinamites.

Publicados

Geral

Além dele, a esposa também foi presa em flagrante, além de carro blindado, dinheiro, drogas e dinamites. A esposa de Marcos também foi presa. Os dois viviam uma vida de luxo em São Paulo.

Nas primeiras horas deste sábado (1), em operação conjunta com as polícias Civil de São Paulo e do Acre, Marcos da Cunha Lindoso, vulgo “Dragão”, principal líder da facção criminosa Bonde dos 13, com atuação no norte do País foi preso em São Paulo. Ele estava foragido da justiça acreana desde 2017, após fugir de uma escolta prisional.

Durante suas tentativas de fugir da justiça, “Dragão” chegou a adquirir identidade falsa e vivia uma rotina de luxo em São Paulo com sua esposa Maria Angélica, também presa em flagrante durante a operação.

O foragido, neste período, encaminhou muitas armas e financiou, através de parceria com o PCC, toda a ação do Bonde dos 13 no Acre e região.

Durante todo o ano de 2018, e, sobretudo, nos últimos 60 dias, a Polícia Civil intensificou a Operação São Jorge que visava capturar Marcos Cunha e interromper o fluxo de armas e dinheiro para o Acre.

Leia Também:  Com quase 600 focos, Feijó é o município que lidera o ranking de queimadas no Acre

Neste último período, a Secretaria de Polícia Civil autorizou o imediato envio de equipe permanente para São Paulo e a manutenção do gabinete de situação e monitoramento no Acre que acompanhou todos os passos do foragido.

A troca de informações entre os departamentos de inteligência (DIPOL/SP e DI/PC), assim como o trabalho dos agentes de campo do Acre e São Paulo (DRE/AC e DIPOL/SP) foram fundamentais para localizar e confirmar o paradeiro de “Dragão”.

Com ele foram localizados três tijolos de cocaína, quatro celulares, um veículo Toyota Camry blindado, 50 bananas de dinamite (cordel) e seis RG’s.

Com a prisão, estão interrompidas as comunicações entre o chefe da facção Bonde dos 13 e seus membros no Acre, elo este que causou centenas de homicídios no estado, além do intenso tráfico de armas e drogas.

A operação São Jorge também cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de Márcia Lindoso, irmã de “Dragão, que era o braço de toda a logística para o líder do Bonde dos 13 no Acre.

O trabalho integrado entre as Polícias Civis do Acre e São Paulo foi fundamental para o sucesso da operação São Jorge.

Leia Também:  Advogada exige candidatas 'não feministas' para vaga de emprego e é alvo de críticas

Com informações da assessoria de PC do Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Poder Judiciário do Acre retoma plantão extraordinário com 30% da força de trabalho

Publicados

em

Portaria Conjunta Nº 5/2022 institui novas medidas administrativas para afastar a propagação do vírus neste momento – Foto Reprodução

Nesta segunda-feira, 17, a presidência do Tribunal de Justiça juntamente com a Corregedoria-Geral da Justiça tornou pública a Portaria Conjunta n° 5/2022, determinando a redução do quantitativo de servidores e colaboradores em regime presencial da instituição até o dia 24 de janeiro.

Deste modo, está autorizada a retomada do trabalho remoto e atuação, por meio de escala de revezamento, do trabalho presencial com no máximo 30% dos integrantes de cada setor, excetuando os casos em que se observe prejuízos aos serviços prestados pela unidade.

A medida considerou o aumento progressivo no número de casos de Covid-19 em todo o estado, principalmente nas últimas semanas, assim como o teor da Portaria GDG Nº 4, de 08 de janeiro de 2022, em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a adoção do regime de teletrabalho excepcional ou, na impossibilidade, que se promova escala de revezamento para os servidores e colaboradores.

Leia Também:  Justiça dá 15 dias para Funai tomar medidas sobre portaria que permite grilagem em 39 terras indígenas no Acre

Assim, a gestão decidiu manter a política instaurada desde o início da pandemia para o resguardo e segurança à saúde dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, todas e todos terceirizados e público externo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA