RIO BRANCO

Educação

Em Rio Branco, Professores provisórios pedem contratação em protesto em frente à Casa Civil

Comissão foi recebida, na manhã desta sexta (1), pelo o governador, Procuradoria Geral do Estado, Secretário de Educação e Chefe da Casa Civil para decidir sobre a contratação.

Publicados

Educação

Comissão foi recebida, na manhã desta sexta (1), pelo o governador, Procuradoria Geral do Estado, Secretário de Educação e Chefe da Casa Civil para decidir sobre a contratação.

Mesmo com a chuva da manhã desta sexta-feira (1), professores do quadro provisório do Acre protestaram em frente à Casa Civil, em Rio Branco, e pedem que o governo reveja a contratação dos servidores.

Uma comissão se reuniu ainda nesta manhã com o governador, Procuradoria Geral do Estado, e Secretário de Educação e Chefe da Casa Civil para decidir sobre o impasse. 

Conforme a presidente do Sindicato dos Professores do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, no concurso provisório da Educação utilizaram o dispositivo de que quem tinha contrato anterior não podia ser recontratado.

“Os professores estão aqui para exigir que o estado pode contratá- los novamente. É permitido em lei a contratação sim. E, com a reunião, o objetivo é de sensibilizar o governador, porque são professores provisórios que estão na área há mais de 10 anos e o estado tem a necessidade”, disse.

Leia Também:  Presos são pegos fazendo buraco na cela 8, do pavilhão “O” no Francisco D'Oliveira Conde, em Rio Branco

Ainda conforme Rosana, uma média de 1,8 mil professores que trabalharam no ano passado e não podem trabalhar, segundo a medida.

A assistente educacional Jéssica Santos, de 25 anos, trabalhou por dois anos em um período de dez meses em cada ciclo e, conforme a decisão do governo, ela não pode mais assumir uma das vagas.

“A prioridade é para as pessoas que nunca trabalharam na Educação. Acho isso injusto, porque nós fizemos uma prova, estudamos para nos qualificar. Se o governo não voltar atrás, vou ficar desempregada. Por isso, vamos ficar aqui até recebermos uma resposta positiva”, contou Jéssica.

A reportagem tentou conversar com representantes do governo, mas até esta publicação não obteve resposta.

Do 1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Educação

Escola infantil de Rio Branco é desativada por falta de saída de emergência; alunos são transferidos

Publicados

em

Alunos do pré I têm vaga garantida na Escola Menino Jesus — Foto: Prefeitura de Vilhena/Reprodução

A Secretaria de Educação de Rio Branco (Seme) precisou transferir cerca de 140 alunos para outros colégios após a desativação do prédio onde funcionava a Escola Alexandre dos Santos Leitão, no Centro da capital.

É que o local não tem saída de emergência e não atende os padrões de projeto exigidos pelo Corpo de Bombeiros do Acre.

A Educação informou que, ao longo dos anos, fez algumas intervenções no prédio para tentar melhorar o acesso, porém, as limitações do espaço impossibilitaram ‘a implementação de uma rota de fuga que atenda os padrões de projeto exigidos pelo CBM/AC’.

Com o fechamento, a Seme fez as seguintes transferências: Alunos que concluíram o pré I serão encaminhados para a Escola Municipal Menino Jesus, no Centro de Rio Branco; Alunos que concluíram o pré II serão encaminhados às escolas estaduais para o 1º ano do Ensino fundamental; A pasta destacou ainda que os alunos do pré I já têm vaga garantida na Escola Menino Jesus. O prédio onde funcionava a escola é cedido ao Poder Público e, por isso, a prefeitura não pode investir recursos públicos. Com informações do G1 Acre.

Leia Também:  Bolivianos procuram por familiares de jovem brasileiro que morreu em Cobija

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-deputado federal, Sibá Machado, gravou um vídeo polêmico onde fez um desabafo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Juiz Sérgio Moro e o governador do Acre, Gladson Cameli. Sibá não perdeu a oportunidade de alfinetar o gestor em se tratando do escândalo de corrupção no qual para a Polícia Federal, Cameli é tido como o chefe de uma organização Criminosa que desviou quase R$ 1 bilhão de reais dos cofres públicos do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA