Educação

Em Rio Branco, Professores provisórios pedem contratação em protesto em frente à Casa Civil

Comissão foi recebida, na manhã desta sexta (1), pelo o governador, Procuradoria Geral do Estado, Secretário de Educação e Chefe da Casa Civil para decidir sobre a contratação.

Publicados

Educação

Comissão foi recebida, na manhã desta sexta (1), pelo o governador, Procuradoria Geral do Estado, Secretário de Educação e Chefe da Casa Civil para decidir sobre a contratação.

Mesmo com a chuva da manhã desta sexta-feira (1), professores do quadro provisório do Acre protestaram em frente à Casa Civil, em Rio Branco, e pedem que o governo reveja a contratação dos servidores.

Uma comissão se reuniu ainda nesta manhã com o governador, Procuradoria Geral do Estado, e Secretário de Educação e Chefe da Casa Civil para decidir sobre o impasse. 

Conforme a presidente do Sindicato dos Professores do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, no concurso provisório da Educação utilizaram o dispositivo de que quem tinha contrato anterior não podia ser recontratado.

“Os professores estão aqui para exigir que o estado pode contratá- los novamente. É permitido em lei a contratação sim. E, com a reunião, o objetivo é de sensibilizar o governador, porque são professores provisórios que estão na área há mais de 10 anos e o estado tem a necessidade”, disse.

Leia Também:  homem amputa a própria perna porque não tinha dinheiro para pagar

Ainda conforme Rosana, uma média de 1,8 mil professores que trabalharam no ano passado e não podem trabalhar, segundo a medida.

A assistente educacional Jéssica Santos, de 25 anos, trabalhou por dois anos em um período de dez meses em cada ciclo e, conforme a decisão do governo, ela não pode mais assumir uma das vagas.

“A prioridade é para as pessoas que nunca trabalharam na Educação. Acho isso injusto, porque nós fizemos uma prova, estudamos para nos qualificar. Se o governo não voltar atrás, vou ficar desempregada. Por isso, vamos ficar aqui até recebermos uma resposta positiva”, contou Jéssica.

A reportagem tentou conversar com representantes do governo, mas até esta publicação não obteve resposta.

Do 1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Educação

Defensora pública participa de roda de conversa com estudantes da escola Craveiro Costa em Cruzeiro do Sul

Publicados

em

A Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC), na ocasião representada pela defensora pública que atua na unidade defensorial de Cruzeiro do Sul, Carolina Vecchi, participou, na quinta-feira, 23, de uma roda de conversa com estudantes da Escola Estadual Craveiro Costa.

O encontro foi realizado a convite da professora da Universidade Federal do Acre (Ufac) Campus Floresta, Leonísia Moura, que coordena o projeto de extensão Liberdade caça jeito: direitos, arte e autonomia, em parceria com a professora Cristiana Sales Mescia.

Na oportunidade, a defensora pública Carolina Vecchi, juntamente com a assistente jurídica, Nalidia Abreu, destacou o papel da instituição, explicando sobre as várias frentes de atuação da instituição.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mulheres destroem marmitas em presídio na capital
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA