RIO BRANCO

Geral

Em Brasileia, nível do Rio Acre ultrapassa enchente histórica de 2012

Segundo medição da Defesa Civil, o nível do Rio Acre em Brasileia atingiu a cota de 15, 22 metros, desta segunda-feira, 23.

Publicados

Geral

Segundo medição da Defesa Civil, o nível do Rio Acre em Brasileia atingiu a cota de 14, 85 metros, desta segunda-feira, 23.

Por Maria Meirelles

Alagação histórica em Brasiléia

Ultrapassando a marca da enchente histórica de 2012, com medição de 14, 72m. Parte da telefonia móvel no município está comprometida.

O prédio da operadora Oi!, localizado no Centro da cidade, foi atingido pela enchente, interditando o serviço de internet na região. Nesta manhã, a prefeitura decretou estado de calamidade pública. A informação é de que 577 famílias já foram desalojadas e desabrigas, atingindo cerca de 1.880 pessoas.

Ao todo, 13 bairros foram atingidos diretamente pela enchente. Nesta tarde, a deputada estadual Leila Galvão percorreu as áreas alagadas com uma equipe do Corpo de Bombeiros. “A situação em Brasileia é realmente preocupante, mas o governo não tem medido esforços para minimizar os danos sofridos pela população”, destacou a parlamentar.

Em Epitaciolândia, a prefeitura viabilizou quatro abrigos públicos. A enchente desabrigou e desalojou 198 famílias. Uma sala de situação foi montada em Brasileia, na semana passada, para monitorar o nível das águas e coordenar as ações de assistência aos atingidos pela enchente.

Leia Também:  Secretaria de Obras vistoria Hospital Regional de Brasileia

A operação conta com o apoio de mais de 100 homens do Corpo de Bombeiros, 130 soldados do Exército, 92 policiais militares, 250 funcionários da prefeitura, voluntários e servidores públicos do governo do Estado.

20512_856798524378248_1233651591765712385_n 10255991_805468049489101_8326996386697272766_n 10357120_940545939312161_1892159435299328111_n 10422446_871593969574655_3947219574507653555_n 10487603_845345398857328_4935063151728436159_n 10690144_856798437711590_1861238364391282890_n 10888675_871595456241173_3287003811642383040_n 10942501_856798337711600_524247281767447799_n 10987363_871598516240867_6672043427109184951_n 10991171_940545989312156_3560754170770476757_n 10991210_938747096148943_5673233660975437591_n 10993437_856798507711583_3155159183586014860_n 10994062_856798531044914_8120237489252223206_n 10995651_938747169482269_4968665038564840513_n 10997457_940546012645487_8643154845819632250_n 11001940_940545955978826_5912624600171302619_n 11017874_871599069574145_3814890918657885768_n 11021188_805467939489112_6286759474665771803_n 20150223_143858 20150223_143901 Alagação histórica em Brasiléia Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Secom_Acre_GM2302153420 Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Secom_Acre_GM2302153424 Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Secom_Acre_GM2302153428 Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Secom_Acre_GM2302153430 Secom_Acre_GM2302153431 Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Secom_Acre_GM2302153434 Secom_Acre_GM2302153435 Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre Governador garante apoio efetivo ao Alto Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Policial militar feminina do 8° Batalhão de Sena Madureira concluí curso de negociador policial no Estado do Espírito Santo

Publicados

em

A 1° Tenente da Polícia Militar Ivanise Pontes, atualmente lotada no 8° Batalhão PM, situado em Sena Madureira, concluiu no Estado do Espírito Santo, o curso de Negociador Policial. As atividades ocorreram entre os meses de setembro e outubro.

O VI Curso de Negociação Policial foi realizado pelo Batalhão de Missões Especiais da Polícia Militar do Espírito Santo (BME), tendo início no dia 20 de setembro e conclusão em 20 de outubro. Participaram do curso polícias de vários Estados da federação.

O processo seletivo para o curso ocorreu em três etapas distintas: teste de fluência, teste de elevação do estresse e entrevista pessoal, processo esse que buscou avaliar as condições necessárias para se buscar elementos da tropa com o perfil desejado para se formar um negociador policial. A Tenente Ivanise Pontes é a segunda operadora de segurança do Estado a formar-se em um Curso de Negociação Policial, sendo a primeira mulher.

A Tenente Ivanise falou sobre a experiência e o curso. “O VI Curso de Negociação Policial buscou despertar em cada aluno a necessidade de sermos treinados para lidar com os mais diversos ambientes estressantes e com vidas em jogo. Propiciou experiências únicas de confronto dos conhecimentos teóricos com as simulações da vida real. Sem dúvida, estaremos muito mais capacitados para atender ocorrências de crises policiais e assim, prestar um atendimento de excelência à sociedade acreana”.

Leia Também:  Corpo de jovem de 16 anos é encontrado nas águas do Rio Acre, na capital

O Comandante Geral da PMAC, Cel Paulo, destacou a importância desta capacitação para a Polícia Militar e para o Estado. “Com a capacitação realizada pela Tenente Ivanise, ela será a única Negociadora Policial do Estado. Estávamos sem um policial na ativa com esta formação, que é de suma importância, especialmente em ocorrências complexas que envolvam reféns, artefatos explosivos e suicídios. Parabenizo a Tenente por se tornar a primeira Negociadora Policial Feminina no Estado, e enfatizo que a Capacitação profissional de nossos policiais tem sido um dos principais investimentos que o Governo do Estado tem feito para melhorar a oferta de segurança pública a sociedade acreana.”

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Salários de R$ 13 mil: Concurso da Abin aguarda nova autorização

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA