RIO BRANCO

Geral

Em 16 dias, 20 mortes violentas são registradas no Acre e comandante critica legislação

Publicados

Geral

Em 16 dias, 21 mortes violentas são registradas no Acre e comandante critica legislação — Foto: Lenilda Cavalcante/Arquivo Pessoal

Nas duas primeiras semanas do mês de janeiro foram registradas 20 mortes violentas no Acre. 

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ulysses Araújo, disse que a polícia está trabalhando para solucionar os casos.

“Estamos fazendo patrulhamento, fazendo as barreiras e realizando as blitze na operação saturação”, disse o comandante.

Araújo acrescenta que o efetivo está trabalhando com máximo e muitos têm deixado as folgas para trabalhar no combate ao crime organizado.

“Algumas coisas fogem da ossada da polícia. Temos que ter uma visão da sociedade em cobrar que as leis sejam mais duras, que o bandido possa temer cometer o crime contra o cidadão de bem. Se não houver esse temor, não vai ser a polícia que vai colocar esse medo, porque cada dia mais se amarra os meios para que a polícia possa agir”, pontua.

Os últimos casos registrados em Rio Branco são do casal Cosmo Ribeiro Moura, de 43 anos, e Tereza da Silva Santos, de 64, que tiveram a casa invadida na madrugada desta quinta-feira (16), no bairro Belo Jardim.

A suspeita da polícia é de que tenha sido uma tentativa de assalto e eles tenham reagido e acabaram sendo mortos.

“Vamos estar trabalhando desde já; pessoal do Bope, inclusive, o pessoal que estava de folga para que a gente possa fazer as buscas juntamente com a Polícia Civil, que vai iniciar as investigações”, disse o comandante sobre as investigações.

No interior do estado, o caso mais recente é do adolescente João Victor Sales de Lima, de 16 anos, foi achado morto por familiares na terça-feira (14), zona urbana da cidade de Manoel Urbano, interior do Acre. O corpo do rapaz foi esquartejado.

Homicídios em janeiro

A primeira vítima de morte violenta do ano foi a adolescente Amanda Silva Barbosa, de 17 anos. Ela foi morta a tiros e golpes de faca ainda no primeiro dia do ano. O crime ocorreu na Travessa da Amizade, no bairro Santa Inês, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Leia Também:  Implantação de aterro sanitário em Sena Madureira deve ser concluída após TAC com MP

Bismarque Araújo da Silva foi morto a tiros por um dos cunhados, segundo a polícia. O crime ocorreu no dia 1º, mas a Polícia Civil da cidade foi informada do caso no dia seguinte, pelo pai do suspeito.

Dois dias depois, Felipe Ramon Lima de Moraes, de 22 anos, foi morto com vários disparos de arma de fogo, no dia 3 de janeiro, no conjunto habitacional Cidade do Povo. Após um trio arrombar a porta de trás da casa dele. Ocorrência também foi registrada no Segundo Distrito.

No mesmo dia, em um período de 8 horas, Rosemilda Oliveira da Silva, de 26 anos, foi morta com ao menos quatro tiros no mesmo bairro. Ela também teve a casa invadida por uma dupla que entrou no quarto da vítima e efetuou os disparos e fugiram logo em seguida.

No dia 5 foram registrados mais dois homicídios em Rio Branco. O jovem Ítalo de Souza Charife, de 20 anos, morreu no pronto-socorro de Rio Branco, após ser atingido por pelo menos quatro disparos de arma de fogo, no bairro Conquista.

O segundo caso foi registrado na Estrada do Mutum, quando Roselho dos Santos Moura, de 21 anos, foi morto a golpes de terçado e a tiros, após ser levado do bairro Tancredo Neves para a estrada por homens ainda não identificados.

Antônio Hedesson foi encontrado morto no dia 6, no Jardim Primavera, em Sena Madureira, no interior do Acre.

Stanley Fernandes, de 20 anos, foi assassinado com uma facada e tiros no dia 7, na Rua Vitória, bairro Conquista, em Rio Branco. Segundo a Polícia Militar do Acre (PM-AC), o crime ocorreu quando o rapaz tentou matar um morador, que reagiu.

O suspeito de uma tentativa de assalto acabou morto no bairro João Eduardo II, em Rio Branco, nesta terça-feira (7). Segundo o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), dois homens em uma motocicleta tentaram assaltar um policial. A identidade do suspeito não foi confirmada.

Leia Também:  Eletroacre inicia etapa de eletrificação na Cidade do Povo.

Gabriel Riqueime e José Nunes Pereira foram mortos durante um confronto com a Polícia Militar no Ramal do Mineiro, região da Vila Acre, em Rio Branco. Um outro suspeito conseguiu fugir por uma área de mata. Conforme a polícia, o grupo tinha abordado um motorista de aplicativo e roubado o carro dele na cidade de Senador Guiomard, no interior do Acre. Em seguida, eles fugiram em direção à capital acreana.

Dangêla Maria de Souza, de 53 anos, foi morta com um tiro na cabeça, na madrugada de sexta-feira (10), dentro de casa no bairro Vitória, em Rio Branco.

O comerciante José Isaías Pereira, de 60 anos foi morto com um tiro na cabeça no dia 10 em um bar na cidade de Epitaciolândia, no interior do Acre. De acordo com a Polícia Civil, um homem invadiu o local e disparou contra o dono com uma escopeta.

Francisco Neri de Freitas, de 42 anos, foi morto com pelo menos três tiros na madrugada desta sexta-feira (10), no Conjunto Esperança, em Rio Branco, quando teve a casa invadida por cinco homens.

Dionys da Fonseca Pinheiro morreu durante uma tentativa de assalto a uma empresa de material de construção na noite deste domingo (12), no Parque Industrial, no Residencial Rosalinda, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

O adolescente Oseias da Silva Raygada, de 15 anos, foi morto com um tiro na cabeça, no Ramal das Bananeiras, em Rodrigues Alves, no interior do Acre. O crime ocorreu na terça-feira (14).

Antônio José Bernardo de Oliveira, de 29 anos, foi assassinado a tiros no dia 14 no Conjunto Habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Pelo segundo ano, procissão de São Sebastião é substituída por carreata em Xapuri devido à pandemia

Publicados

em

Fiéis celebram o dia de São Sebastião, padroeiro de Xapuri no AC com carreata — Foto: Maria Eduarda/Arquivo pessoal

Devido o aumento dos casos de Covid-19 no Acre, a Paróquia de Xapuri, no interior do Acre, substituiu a tradicional procissão que celebra a festa do padroeiro do município, São Sebastião, por uma carreata.

“Vamos optar por fazer uma grande carreata, porque vêm muitas pessoas e não queremos ser responsáveis pela disseminação do vírus, então, optamos por fazer a carreata”, disse o pároco da cidade, padre Antônio Menezes.

Conforme o boletim diário da Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre), no mês de janeiro foram registrados mais de 3 mil casos de Covid-19, sendo que nessa quarta-feira (19), foi o recorde desde o início da pandemia, com 1.172 casos positivos.

As celebrações do padroeiro começaram ainda no dia 12 deste mês e encerram nesta quinta-feira (20), com a carreata. Ao longo dos últimos dias foram feitas missas e quermesse.

Em 2021, a festa também ocorreu apenas com a carreata. Este é o segundo ano em que a procissão é substituída. O padre ressalta que é importante que a celebração aconteça porque é uma forma de os fieis cultivarem a fé, que também é um refúgio no momento de pandemia.

Leia Também:  UFC:Wanderlei Silva briga com Sonnen fora do ringue

“O ser humano é perpassado pela esperança, nada pode nos limitar e o Espírito Santo vai agir, hoje, através dessa carreata. Não vamos andando, mas vamos de carro e estamos felizes porque, graças a Deus, tudo está acontecendo dentro dos conformes, todo mundo se precavendo e participando. Mesmo em tempo de pandemia, estamos fazendo uma linda festa, não podemos fazer a procissão, mas não deixamos de celebrar”, acrescentou.

Durante os dias de novenário, o padre informou que o movimento com presença dos fieis chegou a dobrar, e passou de 200 para até 400 pessoas durante os encontros que ocorreram diariamente em vários horários.

Além disso, o padre pontuou que foram respeitados os protocolos de segurança e prevenção contra a Covid-19.

“Estamos usando máscaras, álcool em gel, a quermesse fora e não dentro do salão paroquial para ser em espaço aberto. Estamos nos precavendo e, claro, se for preciso a gente suspender [a presença de público] e ser uma festa on-line vamos cumprir. Queremos cumprir todos os decretos possíveis e estamos rezando que São Sebastião, que é o patrono e grande defensor das festas, nos proteja. Cremos que ele vai fazer o melhor por nós”, explicou quando a festa foi lançada. Por G1 Acre.

Leia Também:  Obras no Quartel da Polícia Militar na cidade de Xapuri é concluída

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA