RIO BRANCO

Geral

Com investimentos em tecnologia, mais de 80% dos veículos roubados ou furtados no Acre são recuperados

Publicados

Geral

Os investimentos em tecnologia facilitaram a recuperação de veículos roubados – Foto: Arquivo Sejusp

Assessoria – A reestruturação do parque tecnológico do Acre, bem como a implantação de câmeras de videomonitoramento, capazes de rastrear veículos com restrição de roubo ou furto, tem proporcionado na prática, a melhoria dos índices de crimes contra o patrimônio e alavancado ações de recuperação de veículos subtraídos em ações criminosas, em todo o território acreano.

Um levantamento feito pelo Departamento de Gestão Integrada de Segurança Eletrônica e Contramedidas, mostra que em média 83% dos veículos envolvidos em ocorrências de roubo ou furto, são recuperados pelas forças de segurança do Acre. O levantamento foi feito do período de 1 de janeiro à 31 maio deste ano. No total, foram registrados 503 ocorrências de roubo ou furto, sendo 472 destes veículos recuperados.

Segundo o chefe do departamento, Alexandre Nascimento, os números são reflexo dos investimentos feitos em tecnologia, com a reativação das câmeras de videomonitoramento e o uso da ferramenta cerco eletrônico que permite de forma estratégica, o combate à mobilidade do crime em três etapas: 1. Alerta sonoro que indica a passagem de veículos com restrição de roubo ou furto em algum dos pontos de monitoramento; 2. O uso de imagens das câmeras para o acompanhamento do veículo em tempo real; e 3. O acionamento do policiamento de área, que recebe as instruções necessárias e realiza o processo de abordagem.

“Desde o início da reestruturação do parque tecnológico do Acre, em 2019, nós temos tido os melhores índices de recuperação de veículos, comparados aos anos anteriores. A ferramenta permite que tenhamos uma resposta mais ágil no combate à criminalidade e tem sido um braço forte para a segurança pública. A reestruturação não tem se limitado só a capital, estamos expandido a tecnologia para municípios do interior e a meta é sempre melhorar os índices “, destacou Alexandre.

Leia Também:  Polícia Civil do Acre cumpre 53 mandados de prisão nesta terça-feira

So na capital, a Segurança Pública mantém em pleno funcionamento, câmeras de videomonitoramento instaladas em 29 pontos estratégicos, permitindo o acompanhamento da movimentação da cidade 24 horas por dia, sete dias por semana. O mesmo sistema também está presente nas cidades de Brasileia e Manoel Urbano. Cada município com 10 pontos ativos. Todos com a tecnologia embarcada do cerco eletrônico.

Investimentos

A ativação de toda a estrutura tecnológica de videomonitoramento que se encontra desativada no estado, já está com os processo de reativação em andamento. Nos municípios de Capixaba e Sena Madureira, a exemplo, além da implantação de fibra ótica em parceria com empresas privadas, serão instalados mais 10 pontos de videomonitoramento em locais estratégicos, ajudando nas ações da Segurança Pública. O cerco eletrônico também será ampliado para atuação nas regiões de Brasileia e no município de Epitaciolândia. Áreas de fronteira e que necessitam de um controle da frota de veículos que passa diariamente pela região.

Outro investimento que está em fase final de assinatura, é a implantação da tecnologia que permite o reconhecimento facial, nos pontos onde há maior circulação de pessoas. O investimento deve facilitar na identificação de possíveis autores de crimes, através do fornecimento de informações geradas em um banco de dados, ligado ao sistema integrado de segurança pública.

Leia Também:  Esporte no altoacre já mais visto jiu jitsu Futebol e Corrida de Rua e Vólei

Também está em processo de negociação com empresas privadas, a integração do sistema de monitoramento particular dos prédios ao Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), da capital, ampliando assim a capacidade de alcance do sistema integrado de Segurança Pública.

“Os números são a prova de que investimentos em tecnologia, aliados as ações da segurança, trazem benefícios e excelentes resultados. Antes da reestruturação das câmeras de vídeo monitoramento, nem metade dos veículos subtraídos em situações de crime eram recuperados. Hoje temos a tecnologia a nosso favor, ajudando no combate à criminalidade, repassando informações em tempo real, colaborando nos processos investigativos e a coibir ações delituosos. Claro não podemos esquecer do empenho do efetivo policial empregado nessas ações”, enfatizou o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Rocha dos Santos.

O videomonitoramento está sendo expandido para municípios do interior – Foto: Arquivo Sejusp

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O pronunciamento do Governo que fala sobre as proposta para o sindicato da Saúde e mantém abertas as negociações. O chefe do Executivo apresentou as propostas específicas que foram encaminhadas aos sindicatos que representam todos os colaboradores do setor. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Poder Judiciário do Acre retoma plantão extraordinário com 30% da força de trabalho

Publicados

em

Portaria Conjunta Nº 5/2022 institui novas medidas administrativas para afastar a propagação do vírus neste momento – Foto Reprodução

Nesta segunda-feira, 17, a presidência do Tribunal de Justiça juntamente com a Corregedoria-Geral da Justiça tornou pública a Portaria Conjunta n° 5/2022, determinando a redução do quantitativo de servidores e colaboradores em regime presencial da instituição até o dia 24 de janeiro.

Deste modo, está autorizada a retomada do trabalho remoto e atuação, por meio de escala de revezamento, do trabalho presencial com no máximo 30% dos integrantes de cada setor, excetuando os casos em que se observe prejuízos aos serviços prestados pela unidade.

A medida considerou o aumento progressivo no número de casos de Covid-19 em todo o estado, principalmente nas últimas semanas, assim como o teor da Portaria GDG Nº 4, de 08 de janeiro de 2022, em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a adoção do regime de teletrabalho excepcional ou, na impossibilidade, que se promova escala de revezamento para os servidores e colaboradores.

Leia Também:  Rio Branco está entre as quinze cidades “incríveis” para abrir negócios

Assim, a gestão decidiu manter a política instaurada desde o início da pandemia para o resguardo e segurança à saúde dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, todas e todos terceirizados e público externo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA