RIO BRANCO

Geral

Chuvas devem se manter acima da média no mês de março

As chuvas no Sul do Amazonas, Acre e Oeste de Rondônia ficarão acima da média do período.

Publicados

Geral

As chuvas no Sul do Amazonas, Acre e Oeste de Rondônia ficarão acima da média do período.

Por Rosalia Silva

chuva-no-acre

Esse foi o entendimento de consenso para o próximo trimestre, da reunião realizada entre os meteorologistas dos três centros regionais do Sipam (Sistema de Proteção da Amazônia), localizados em Belém, Manaus e Porto Velho. O encontro é realizado mensalmente por videoconferência e serve como base para divulgação do Boletim Meteorológico do órgão.

De acordo com Marcelo Gama, Meteorologista do Centro Regional de Porto Velho, no mês de março e parte de abril a previsão é de chuvas acima do padrão climatológico nos dois estados de abrangência do Centro Regional do Sipam em Porto Velho, com impacto direto sobre as bacias do Rio Madeira e o Estado do Acre. Nas demais regiões (restante do Estado de Rondônia e do Mato Grosso) as chuvas ficam dentro da normalidade. “Especialmente neste mês, as chuvas no Acre devem continuar acima do esperado, fazendo os rios continuarem altos por lá. Nas duas próximas semanas devem cair volumes de chuva maiores nas regiões dos rios Juruá e Alto do rio Purus. Os modelos meteorológicos estão nos mostrando isso”.

Leia Também:  Sargento acusado de matar amante em Rio Branco vai a júri popular em Rio Branco

As condições de oceano continuam dentro da normalidade a ligeiramente acima, segundo análise dos meteorologistas. “Não estamos em uma situação de El Niño, porque é uma diferença muito pequena para essa caracterização. Estamos, portanto, mais próximos do padrão de normalidade. As águas do Oceano Atlântico Subtropical Sul estão bastante aquecidas e isso é desfavorável ao transporte de umidade aqui da Amazônia para a região Sul e Sudeste do País. E essa água, pelo fluxo normal que tem, vai cair em aqui mesmo, e o que temos observado é que tem se precipitado mais nessa região do Acre, Noroeste da Bolívia e Sul do Peru”, explica Marcelo Gama.

Cheia 2015 – Porto Velho e Rio Branco têm bacias distintas de captação de águas. E embora a chuva que aconteça na região boliviana chegue aos dois estados, há um divisor dessas águas na fronteira entre a Bolívia e Acre, separando as que descem para o Rio Beni e das que correm para o Rio Acre. Como são chuvas muito localizadas e concentradas, a bacia do Rio Acre sente mais rápido o impacto, suas águas sobem mais rapidamente, pois ocupam uma área menor que a do Madeira. Se comparadas, a bacia do rio acreano corresponde a 2% da área ocupada pela bacia do Rio Madeira, que possui mais de 980 mil quilômetros quadrados até chegar à capital rondoniense, enquanto a do Rio Acre totaliza 25 mil quilômetros quadrados.

Leia Também:  Polícia Civil forma turma em curso de Técnicas e Tiro Tático

Diante das previsões meteorológicas para o período, a expectativa é que o Rio Madeira continue subindo, em ritmo mais lento ao se comparar ao que ocorreu no ano passado.

Sala de Situação – Diante da cheia histórica no Rio Acre e todos os transtornos causados em Rio Branco e outras cidades do Estado, o Sipam disponibilizou um meteorologista para integrar a Sala de Situação montada pelos órgãos da Defesa Civil e pela Secretaria de Meio Ambiente naquela capital.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Em Brasileia, Departamento Estadual de Trânsito realiza primeiro mutirão de atendimentos para a população de fronteira

Publicados

em

Entrega de habilitação confeccionada. Realização de vistoria em veicular – Foto: Andréia Nobre/Detran

O primeiro mutirão de serviços do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) para atender a população da fronteira foi iniciado nesta segunda-feira, 25, em Brasileia. Serviços de veículos, habilitação e multas estão sendo disponibilizados, sem agendamento, na sede da 6ª Ciretran, de 8h às 16h até o dia 27 de outubro.

Segundo a presidente do Detran/AC, Tayanara Martins, o objetivo da força-tarefa é atender a demanda reprimida durante a pandemia.

“Queremos prestar um serviço público de qualidade à população do nosso estado, otimizando o tempo do cidadão”, afirmou a presidente.

A Ciretran de Brasileia atende tanto a população do município quanto a população de Epitaciolândia e ainda recebe algumas demandas vindas da Bolívia e do Peru.

Missael Nina, que recebeu atendimento para o resgate de um veículo, elogiou o atendimento no mutirão. “ Eu fui muito bem atendido”, declarou.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti – “Não me manda recado, mais! Este tipo de recado é de quem deve, é de quem está com medo, eu vou continuar fiscalizando, denunciando doa a quem doer. Eu tenho certeza que essas denuncias não vão passar despercebidas, eu confio plenamente no Poder Judiciário na Policia Federal que não vão usar dois pesos e duas medidas para ninguém. Ninguém está acima da Lei, nem a senhora prefeita, nem o Governo do Estado e nem o presidente da República interfere na PF, não me mande mais recado!!”, concluiu a parlamentar.

Leia Também:  Polícia Civil forma turma em curso de Técnicas e Tiro Tático

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA