RIO BRANCO

Geral

Carro de funerária sai da estrada e cai em ribanceira quando transportava caixão em Xapuri

Publicados

Geral

O carro de uma funerária de Xapuri, interior do Acre, sofreu um acidente quando transportava o corpo de uma mulher na tarde desta segunda-feira (10). O veículo saiu da BR-317, já próximo da entrada da cidade, e caiu em um ribanceira. Ninguém se feriu.

No carro estava o motorista e um passageiro. Uma equipe do Corpo de Bombeiros do município foi acionada para resgatar as vítimas. O caixão não chegou a sair do veículo durante o acidente.

A comandante do Corpo de Bombeiros de Xapuri, tenente Laiza Mendonça, explicou que a funerária fazia o traslado de uma mulher que morreu vítima de câncer que fazia tratamento no Hospital de Câncer Barretos. O cadáver saiu da capital, Rio Branco, para o interior.

“Foi uma saída de pista, ainda não sabemos o motivo que causou, mas saiu da pista e tinham duas pessoas, motorista e passageiro. Elas não sofreram nenhum ferimento grave, não precisaram ser levadas ao hospital. Nossas equipes ajudaram a avaliar e depois ajudaram a retirar o caixão”, confirmou.

A tenente acrescentou que o motorista e o passageiro do carro da funerária também foram levados até a cidade no veículo dos bombeiros.

Leia Também:  Van com equipe de Gusttavo Lima capota em estrada após show realizado na Paraíba

“Quando chegamos as vítimas já estavam fora, não houve grandes danos no caixão também. Retiraram e levaram para a funerária. Ninguém precisou ser levado ao hospital, estavam bem”, concluiu. Por G1 Acre.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-deputado federal, Sibá Machado, gravou um vídeo polêmico onde fez um desabafo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Juiz Sérgio Moro e o governador do Acre, Gladson Cameli. Sibá não perdeu a oportunidade de alfinetar o gestor em se tratando do escândalo de corrupção no qual para a Polícia Federal, Cameli é tido como o chefe de uma organização Criminosa que desviou quase R$ 1 bilhão de reais dos cofres públicos do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Poder Judiciário do Acre retoma plantão extraordinário com 30% da força de trabalho

Publicados

em

Portaria Conjunta Nº 5/2022 institui novas medidas administrativas para afastar a propagação do vírus neste momento – Foto Reprodução

Nesta segunda-feira, 17, a presidência do Tribunal de Justiça juntamente com a Corregedoria-Geral da Justiça tornou pública a Portaria Conjunta n° 5/2022, determinando a redução do quantitativo de servidores e colaboradores em regime presencial da instituição até o dia 24 de janeiro.

Deste modo, está autorizada a retomada do trabalho remoto e atuação, por meio de escala de revezamento, do trabalho presencial com no máximo 30% dos integrantes de cada setor, excetuando os casos em que se observe prejuízos aos serviços prestados pela unidade.

A medida considerou o aumento progressivo no número de casos de Covid-19 em todo o estado, principalmente nas últimas semanas, assim como o teor da Portaria GDG Nº 4, de 08 de janeiro de 2022, em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a adoção do regime de teletrabalho excepcional ou, na impossibilidade, que se promova escala de revezamento para os servidores e colaboradores.

Leia Também:  Primeira a ser registrada: Rússia diz que vacina Sputnik V já está em produção no Brasil

Assim, a gestão decidiu manter a política instaurada desde o início da pandemia para o resguardo e segurança à saúde dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, todas e todos terceirizados e público externo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA