RIO BRANCO

Geral

Canibalismo: a policia descobriu vários casos chocantes no país

Pela ordem natural, o ser humano é um carnívoro que se alimenta apenas de animais de outras espécies.

Publicados

Geral

Pela ordem natural, o ser humano é um carnívoro que se alimenta apenas de animais de outras espécies.

canibalismo

Acontece que algumas pessoas, mesmo vivendo em uma sociedade “comum”, não seguem essa linha e sentem a necessidade de se alimentar de outros seres humanos. Casos de canibalismo pelo Brasil foram motivos de análises e estudos por anos e ainda não se entende o que leva alguém à tal costume. A explicação mais plausível é de fato o distúrbio mental.

Agora, e quando isso acontece em uma família inteira? A não ser você tenha sobrevivido em uma tribo isolada na Amazônia e que pratique o canibalismo como modo de sobrevivência, a prática é um dos crimes mais hediondos que se pode ver. Veja alguns casos desde a antiguidade até os crimes recentes que aconteceram em Pernambuco.

Empadas humanas de Garanhuns

Em 2012 uma declaração abalou o Brasil inteiro. Um homem e duas mulheres foram presos por cometer canibalismo no interior de Pernambuco, na cidade de Garanhuns. Na confissão, o trio, que vivia maritalmente juntos, afirmou que matou as pessoas por participarem de uma seita onde a intenção era reduzir o número da população mundial.

De acordo com registros policiais, eles mataram no mínimo 3 mulheres. Em declaração, José Negromonte da Silveira disse que matava as vítimas, depois

tirava as vísceras e faziam sopa para sua própria refeição, juntamente com as duas esposas e duas filhas. Em média, eram 10 quilos de carne humana extraídos dos corpos e destinados à fabricação de salgados, principalmente empadas.

José Negromonte confessou que teria que comer parte de suas vítimas para purificar a sua própria alma, assim como a de sua família. Os restos dos ossos eram enterrados no quintal da família e foi o suficiente para a policia prender todos.

Leia Também:  Militares são acusados de abuso sexual na base do Exército

Linguiças feitas com carne humana era sucesso em Porto Alegre

José Ramos e Catarina Palsen

arvoredo21-300x300Entre os anos de 1863 e 1864 um casal de classe média alta fazia muito sucesso com linguiças artesanais que eram vendidas em seu açougue. José Ramos e Catarina Palsen frequentavam as altas rodas da sociedade da época e eram pessoas consideradas íntegras até serem pegos pela policia do estado.

Sabia-se do desparecimento de alguns homens, mas não tinha achado nenhum suspeito para o caso. A partir de uma investigação mais criteriosa, as autoridades chegaram ao casal que confirmou o ato. Foram 6 mortos e milhares de linguiças vendidas no centro de Porto Alegre. Eles também experimentavam todas as linguiças antes de levá-las para venda.

Devido ser um ocorrido que abalou toda a sociedade na época, o crime hoje é tratado como lenda urbana. Existe um processo correndo na justiça até hoje, mas nenhum dos inquéritos consta que as vitimas foram transformadas em linguiça. Décio Freitas apurou mais a história e afirmou que existem muitas folhas faltando no processo. Ele documentou o caso do linguiceiro de Porto Alegre em seu livro O Maior Crime da Terra.

Canibais de Palmas

Acusados de cometerem o crime

308611Também não muito no passado, em 2011, quatro amigos conversavam à beira do Rio Tocantins quando se iniciou uma discussão severa. Jacione Costa Dias, Paulo César Rodrigues dos Santos e Jailton Jesus da Cruz assassinaram e comeram o colega Diosmar Rodrigues de Amorim.

Segundo declarações durante a confissão, eles tiraram partes do corpo da vítima e assaram como churrasco em uma fogueira. O fígado de Diosmar tornou-se o prato principal da noite para seus assassinos. Logo após eles queimaram alguns órgãos e encheram o corpo de pedra, jogando-o no fundo do rio para não boiar.

Leia Também:  Acreano é atacado por jacaré em rio de Mato Grosso

O corpo de Diosmar Rodrigues de Amorim foi encontrado ainda assim alguns dias depois por um pescador. Um outro amigo dos 3 assassinos que denunciou o caso por ter visto a cena no dia. Os criminosos confessaram e logo foram condenados.

Canibalismo de Alfenas

O canibal capturado pelos policiais

201108291406531O canibal de Alfenas, em Minas Gerais, também agiu no ano de 2011. O cabeleireiro Gilvan Firmino Pereira foi cruelmente assassinado por seu amigo, o garçon Fernando Henrique Alves em uma noite enquanto usavam drogas. Os dois se encontravam na garagem da casa de Gilvan quando este sofreu um golpe na cabeça.

Segundo Fernando, não houve discussão e nem motivo para o crime. Por ser “do crime”, ao usar drogas sentia vontade de matar e naquele momento a vítima era o cabeleireiro. Gilvan ainda teve seu fígado arrancado e assado em uma sanduicheira. Ao confessar o crime, Fernando disse que o órgão da vítima estava sem sal e não tinha um gosto bom, então deu para um cachorro comer.

Fernando foi condenado à prisão perpétua e não mostrou nenhum tipo de arrependimento de ter cometido o crime. A cidade inteira se abalou com o caso e um movimento GLS, já que a vítima era homossexual, buscou por justiça na época.

E aí? Quais dessas histórias você ouviu falar? Arrepiantes não é verdade?

Fonte: terraperdida.com

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Em Brasileia, Departamento Estadual de Trânsito realiza primeiro mutirão de atendimentos para a população de fronteira

Publicados

em

Entrega de habilitação confeccionada. Realização de vistoria em veicular – Foto: Andréia Nobre/Detran

O primeiro mutirão de serviços do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) para atender a população da fronteira foi iniciado nesta segunda-feira, 25, em Brasileia. Serviços de veículos, habilitação e multas estão sendo disponibilizados, sem agendamento, na sede da 6ª Ciretran, de 8h às 16h até o dia 27 de outubro.

Segundo a presidente do Detran/AC, Tayanara Martins, o objetivo da força-tarefa é atender a demanda reprimida durante a pandemia.

“Queremos prestar um serviço público de qualidade à população do nosso estado, otimizando o tempo do cidadão”, afirmou a presidente.

A Ciretran de Brasileia atende tanto a população do município quanto a população de Epitaciolândia e ainda recebe algumas demandas vindas da Bolívia e do Peru.

Missael Nina, que recebeu atendimento para o resgate de um veículo, elogiou o atendimento no mutirão. “ Eu fui muito bem atendido”, declarou.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti – “Não me manda recado, mais! Este tipo de recado é de quem deve, é de quem está com medo, eu vou continuar fiscalizando, denunciando doa a quem doer. Eu tenho certeza que essas denuncias não vão passar despercebidas, eu confio plenamente no Poder Judiciário na Policia Federal que não vão usar dois pesos e duas medidas para ninguém. Ninguém está acima da Lei, nem a senhora prefeita, nem o Governo do Estado e nem o presidente da República interfere na PF, não me mande mais recado!!”, concluiu a parlamentar.

Leia Também:  Uma das cidades mais novas do AC, Rodrigues Alves completa 23 anos

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA