RIO BRANCO

Geral

Cálice sagrado de Jesus pode estar em cripta dos Templários encontrada embaixo de Catedral

Publicados

Geral

Com a ajuda de radares, uma cripta secreta dos Templários foi encontrada embaixo de uma igreja na Polônia. A câmara abriga túneis e os restos mortais de diversos cavaleiros. Mas a descoberta pode ser extraordinária por outro motivo: o Santo Graal estaria escondido lá. Com informações de All That is Interesting, Artnet e CNN / Imagem: Shutterstock.com

Os Cavaleiros Templários foram formados em 1119 durante as Cruzadas, quando cristãos partiram da Europa em direção ao Oriente Médio na esperança de tirar a Terra Santa do controle muçulmano. A seita secreta foi fundada pelo francês Hugues de Payens com o objetivo de proteger os peregrinos europeus que viajavam para lá. Os Templários funcionavam como uma espécie de ordem militar.

Reza a lenda que o Santo Graal, o cálice usado por Jesus Cristo na última ceia, foi encontrado em Israel durante as Cruzadas. O cálice sagrado teria ficado sob a proteção dos Templários. Uma das versões da história diz que a relíquia foi escondida pelos cavaleiros embaixo de uma capela no oeste da Polônia.

Leia Também:  PRF deflagra operação para fiscalizar rodovias durante feriado

Agora, os arqueólogos estão investigando uma das igrejas construídas pela ordem após o retorno da Terra Santa. O pequeno vilarejo de Chwarszczany, na região da Pomerânia Ocidental, abriga a capela de Santo Estanislau, erguida com tijolos vermelhos pelos Templários em 1232. A edificação funcionava como local de culto e fortificação defensiva.

Nosso GPR (radar de penetração no solo) detectou criptas góticas com os restos de cavaleiros templários sob a capela”, disse o arqueólogo Przemysław Kołosowski. “Segundo lendas e documentos medievais, existia um poço nas proximidades da capela. Há rumores de que o poço servia como entrada para um túnel secreto. Isso ainda requer uma investigação arqueológica exaustiva”, completou. Apenas após novos estudos é que será possível concluir se o local abriga o Santo Graal ou outros tesouros.

E veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Será distribuído gratuitamente nas escolas municipais de Bujari o livro infanto-juvenil “Bujari. De Seringal a Município” de autoria dos irmão, Tito Torres e Mário Torres, fruto de uma parceria entre a Fundação Elias Mansour, Governo do Acre e Governo Federal. Visando levar mais conhecimento sobre a origem da cidade aos alunos.

Leia Também:  Detran reforça sinalização no município de Tarauacá

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

MPF vai apurar omissão estatal na investigação da morte de Wilson Pinheiro, durante a ditadura militar

Publicados

em

Wilson Pinheiro no Sindicato dos Trabalhadores Rurais – Foto: wikicommons

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil para apurar eventual omissão dos entes federados na investigação da morte de Wilson Souza Pinheiro, ocorrida no interior do Acre em julho de 1980.

Wilson Pinheiro foi um líder seringueiro, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brasileia e participante de vários movimentos de resistência em conflitos fundiários que ameaçavam comunidades tradicionais da região na época.

Segundo o procurador regional dos Direitos do Cidadão no Acre, Lucas Costa Almeida Dias, apurar a atuação dos entes federados na investigação do caso Wilson Souza Pinheiro, especialmente a existência de eventual acervo documental sobre o crime, objetivando a defesa da verdade e da memória, é uma forma de executar as medidas da Justiça de Transição, buscando a promoção da Justiça, revelação da verdade, reparação das vítimas, preservação e divulgação da memória e implementação de reformas institucionais.

No âmbito do inquérito, já foram expedidos ofícios ao Tribunal de Justiça (TJ/AC), ao Ministério Público (MP/AC), ao Governo do Estado do Acre e ao comando do Exército no Acre para que informem se há registros documentais da morte de Wilson Pinheiro, bem como se existem informações sobre processos ou procedimentos instaurados para apurar o crime.

Leia Também:  Menina de 13 anos diz ter sido estuprada no interior do Acre.

Também já foi realizada a oitiva do depoimento da filha de Wilson Pinheiro, bem como determinada a pesquisa sobre outros personagens importantes dos fatos na época.

Após a coleta das informações e o cumprimento de outras diligências que forem necessárias, o MPF decidirá quais são as medidas cabíveis para o caso. Assessoria de Comunicação MPF/AC

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A presidente do SINTEAC Rosana Nascimento, falando sobre o Abono da rede municipal de Rio Branco.. “É o governador Gladson Cameli e suas presepadas…ele não respeita a Educação do Estado, não respeita os professores…ele nem sabe os valores que serão pagos.. nós estamos pedindo esse abano e o governo e a secretaria não nos recebe”, diz presidente do SINTEAC Rosana Nascimento.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA