RIO BRANCO

Geral

Brasil, Bolívia e Peru se unem pela defesa animal e vegetal, em Assis Brasil

Novos encontros já estão marcados para intensificar a integração do Brasil, Bolívia e Peru na defesa animal e vegetal na fronteira.

Publicados

Geral

Novos encontros já estão marcados para intensificar a integração do Brasil, Bolívia e Peru na defesa animal e vegetal na fronteira. 

 Por Leônidas Badaró 

Brasil, Bolívia e Peru

Diretor do Idaf, Ronaldo Queiroz (E) participou do encontro (Foto: Leônidas Badaró)

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf) participou, a convite dos Serviços de Defesa Animal e Vegetal da Bolívia e do Peru, de um encontro para discutir o fortalecimento de ações integradas na fronteira entre os três países.

A reunião foi realizada na cidade peruana de Inãpari, fronteira com o município de Assis Brasil, região do Alto Acre. A intenção das instituições é reforçar a fiscalização na fronteira, promover atividades conjuntas, trocar informações e intensificar os serviços que realizados pelas defesas sanitárias de ambos os países.

Os problemas são comuns e alguns requerem mais atenção. Um dos principais é a entrada de animais de forma ilegal pela fronteira. O objetivo é garantir que nenhum animal ou produto contrabandeado migre de um país a outro e coloque em risco a saúde da população.

Leia Também:  Acre é parte da maior área de florestas naturais do Brasil

“Depois dessa reunião saímos ainda mais conscientes da necessidade de trabalharmos em conjunto, com ações que garantam que a população consuma produtos de origem animal ou vegetal, com qualidade”, explica Adrian Gomes, do serviço de defesa da Bolívia.

Do lado brasileiro, as principais preocupações dizem respeito à influenza aviária, conhecida também como gripe aviária, que é uma doença altamente contagiosa. Não há registro no Brasil, mas já foram notificados casos no Peru. Outra ação que deve ser intensificada é o combate ao comércio ilegal de pescado.

“Nosso objetivo é garantir a saúde das pessoas. Vamos intensificar as fiscalizações conjuntas e programar novas ações integradas. A população pode ficar tranquila que vamos, com o fortalecimento dessa parceria, impedir a entrada ilegal de qualquer produto”, afirma Ronaldo Queiroz, diretor-presidente do Idaf.

Ações vão fortalecer fiscalização do uso de agrotóxicos

Outro trabalho conjunto entre os três países se refere à sanidade vegetal. Um próximo encontro se dará nas próximas semanas, para definir um plano de ação para o setor.

Leia Também:  Confeiteiro faz réplica da casa de Chico Mendes com massa comestível

O objetivo é fiscalizar com mais rigor o transporte e o uso de produtos agrotóxicos e impedir a entrada de plantas com doenças que possam prejudicar a agricultura.

“Do Brasil compramos muito milho, arroz, pescado, açúcar e castanha. O que precisamos é garantir que só passem pela fronteira produtos que sejam legais e não prejudiquem a saúde”, afirma Léon Flores Yoni, do serviço de defesa do Peru.

Brasil, Bolívia e Peru 1

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Menino de 4 anos fica com a cabeça presa dentro de panela de pressão em Epitaciolândia

Publicados

em

O pequeno M. E. de 4 anos, ficou com a cabeça presa dentro de uma panela de pressão na noite desse domingo (23) na cidade de Epitaciolândia, interior do Acre. A criança foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros.

O menino brincava em casa quando o incidente aconteceu. O pai ainda tentou retirar a panela, mas não conseguiu e resolveu acionar a equipe do 5° Batalhão Corpo de Bombeiros. Apesar do susto, a criança não se feriu.

“Ainda levamos os materiais para fazer o corte da panela, mas não foi necessário. Fizemos alguns movimentos no objeto, girando pela lateral, e foi possível retirar sem cortar a panela e sem machucar a criança, que estava bastante nervosa. Quando conseguirmos retirar, ele saiu correndo para abraçar o pai”, disse o sargento Adacir Vivan.

O pai do menino, Kardec Junior, disse que ele nunca tinha brincado com panelas e que foi questão de segundos que tudo aconteceu. O menino ficou com a cabeça presa por cerca de 20 minutos.

“A gente tinha acabado de chegar do mercado e ele pediu para eu ligar a televisão para assistir desenho e que ia beber água na cozinha. Quando eu vi, ele já estava com a panela na cabeça. Tentei tirar ainda, mas não consegui e ele começou a chorar. Foi quando tive que ligar para os Bombeiros. Graças a Deus não se machucou, foi só o susto. Eu falei pra ele que não podia brincar assim com panelas e ele disse que agora aprendeu, que vai pegar panela só para guardar”, contou o pai. Por G1 Acre.

Leia Também:  Dois homens são denunciados pelo CRM-AC após tentarem tirar registro com diplomas falsos

]E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA