RIO BRANCO

Geral

Bombeiros, PM e SAMU foram acionados para um princípio de incêndio em residência no Bairro Alberto Castro, em Brasiléia

A família esquece panela no fogo e acorda com fumaça tomando conta da casa

Publicados

Geral

Os Bombeiros se deslocaram para o local com duas viaturas. A família tinha esquecido uma panela no fogo, dormiram e acordaram com a fumaça tomando conta da casa.

Era por volta de 01h da madrugada quando deste domingo, dia 23, quando os Policiais Militares e Bombeiros foram acionados para atender uma ocorrência de incêndio em uma casa localizada na rua Angelina Washigton, no bairro Alberto Castro, em Brasiléia.

Quando a Guarnição da polícia militar chegou ao local observou que havia muita fumaça dentro da residência e haviam duas mulheres e uma criança no Interior da casa, já que a porta era de vidro e havia uma grade com cadeado por fora. No desespero as mulheres não conseguiam abrir o cadeado.

De pronto os policiais quebraram o cadeado e as mulheres e uma criança de aproximadamente quatro anos, saíram do interior da residência. Os Bombeiros deslocaram para o local com duas viaturas de incêndio e quando chegaram observaram que toda a casa estava tomada por fumaça, porém não havia chamas.

Leia Também:  Veja como surjiu a facção Bonde dos 13, com mais de mil membros

Foi quando observaram que tudo se tratava de uma panela que havia sobre o fogão aceso, queimando o que havia dentro e passou a gerar muita fumaça tóxica. De imediato, os Bombeiros acionaram uma equipe do SAMU do hospital de Brasiléia, para levar a criança até ao hospital para avaliação médica já que inalou muitas fumaças.

Os Bombeiros alertam para que tenham o máximo de cuidado quando forem dormir ou saem de casa e deixam panelas com alimentos no fogo, pois, é daí que se inicia os pequenos aos incêndios. Relatam que esta não é a primeira vez que isso acontece e outros casos já foram registrados. Por Alexandre Lima/Oaltoacre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Poder Judiciário do Acre retoma plantão extraordinário com 30% da força de trabalho

Publicados

em

Portaria Conjunta Nº 5/2022 institui novas medidas administrativas para afastar a propagação do vírus neste momento – Foto Reprodução

Nesta segunda-feira, 17, a presidência do Tribunal de Justiça juntamente com a Corregedoria-Geral da Justiça tornou pública a Portaria Conjunta n° 5/2022, determinando a redução do quantitativo de servidores e colaboradores em regime presencial da instituição até o dia 24 de janeiro.

Deste modo, está autorizada a retomada do trabalho remoto e atuação, por meio de escala de revezamento, do trabalho presencial com no máximo 30% dos integrantes de cada setor, excetuando os casos em que se observe prejuízos aos serviços prestados pela unidade.

A medida considerou o aumento progressivo no número de casos de Covid-19 em todo o estado, principalmente nas últimas semanas, assim como o teor da Portaria GDG Nº 4, de 08 de janeiro de 2022, em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a adoção do regime de teletrabalho excepcional ou, na impossibilidade, que se promova escala de revezamento para os servidores e colaboradores.

Leia Também:  Em Rio Branco, adolescente de 13 anos desaparece após sair para bazar em igreja

Assim, a gestão decidiu manter a política instaurada desde o início da pandemia para o resguardo e segurança à saúde dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, todas e todos terceirizados e público externo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA