RIO BRANCO

Famosos

Homem que reagiu a assalto é condenado a indenizar ladrão

Aposentado de 72 anos que reagiu a assalto é condenado a indenizar ladrão a uma quantia de vinte mil reais

Publicados

Famosos

Aposentado de 72 anos  que reagiu a assalto é condenado a indenizar ladrão a uma quantia de vinte mil reais 

homem

Era uma noite de quinta-feira, quando Seu Juvenal da Silva Carapanã voltava para casa, quando foi abordado por um homem armado nas imediações de um terreno baldio.

O que era pouco provável, é que Seu Juvenal, um aposentado de 72 anos, pudesse ter êxito em reagir à ação criminosa, desarmar o ladrão e imobilizá-lo.

Seu Juvenal explica de onde vem tanta habilidade e disposição: “Assisto muitos filmes do Chuck Norris”.

“Dei uma chave no bandido e fiquei esperando a polícia chegar”, relata. “Jamais pensei em ser processado por isso”, lamenta o aposentado, se referindo ao processo na justiça cível que o ladrão, conhecido pela alcunha de Gargalo, moveu contra sua pessoa.

Seu Juvenal foi condenado a pagar a quantia de vinte mil reais ao ladrão, pois segundo o juiz da 98ª Vara Cível da Comarca de Lapão Roliço, “a reação do demandado (Seu Juvenal) gerou um dano incomensurável à imagem do autor da ação, que na cadeia virou motivo de piada para a malandragem, que passou a praticar bulling contra sua pessoa dizendo que o mesmo apanhou de um velho”.

Leia Também:  "Antes eu dormia em hotel 5 estrelas", diz ex-Raça Negra que vive nas ruas

Questionado se pretende recorrer da decisão, Seu Juvenal disse que ainda vai consultar seu advogado.

“Sei que ficou chato pro ladrão, mas vinte mil é demais. Prefiro ficar preso no lugar dele”, declarou

Fonte: joselitomuller.com

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Famosos

Gabriel Medina fecha Instituto e coloca prédio à venda por R$ 9 milhões após briga com a mãe

Publicados

em

Por Purepeople – Gabriel Medina colocou o imóvel do seu instituto em Maresias, São Paulo, à venda por R$ 9 milhões. O local teria sido fechado após a briga do surfista com a mãe, Simone Medina. A mãe do surfista trabalhava como presidente e administrava o instituto. O local levava o nome do atleta e foi criado para formar novos surfistas.

“Elegante prédio pé na areia com uma vista perfeita para o mar recém-construído com uma estrutura belíssima de 144m² de construção. Possui entre 10 e 14 agradáveis salas na parte interna e uma ampla piscina na parte externa o prédio. O prédio está localizado numa avenida comercial, Avenida Francisco Loup. Próximo à galerias, lojas e restaurantes”, descreve o anúncio da venda do imóvel no site da imobiliária.

Simone, mãe de Gabriel Medina, confirmou fechamento do espaço milionário

No Instituto Gabriel Medina, as crianças tinham aulas de surfe, tecnologia, natação e apneia, além de fazerem musculação em uma academia. Recentemente, em entrevista à Folha de São Paulo, Simone falou sobre o fechamento do local, que aconteceu há dois meses.

Leia Também:  Thais Fersoza faz tatuagem em homenagem aos filhos, Melinda e Teodoro

“Ele (o Gabriel) era o dono do instituto, e eu apenas a presidente, afinal levava o nome dele, enquanto eu trabalhava voluntariamente. Aliás, Gabriel exigiu que eu e Charles (marido de Simone, padrasto e ex-treinador de Gabriel) renunciássemos aos cargos, e nos proibiu de usar seu nome e imagem”, explicou.

Simone ainda torce para a reabertura do local. “Espero, do fundo do meu coração, que isso aconteça. Eram muitos empregos e sonhos envolvidos”. Em contrapartida, a relação de Medina com o pai melhorou. Os dois fizeram as pazes, inclusive, por influência de Yasmin Brunet.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Justiça impede condomínio de apagar grafites de Edvaldo e Perpétua

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA