RIO BRANCO

Famosos

Aos 81 anos, o ‘rei das pegadinhas’ Ivo Holanda diz: ‘Sou o Chaves brasileiro’

O ator relembra bastidores inusitados das gravações e conta que já apanhou de verdade e diz não pensar em aposentadoria: ‘Pretendo continuar’.

Publicados

Famosos

O ator relembra bastidores inusitados das gravações e conta que já apanhou de verdade e diz não pensar em aposentadoria: ‘Pretendo continuar’.

ivo-holanda

Sucesso há mais de 30 anos, as “Câmeras Escondidas” viraram uma marca do SBT e boa parte do sucesso do quadro pode ser creditado a Ivo Holanda. O ator participou da primeira pegadinha do canal e hoje, aos 81 anos, segue na ativa, divertindo muitos brasileiros aos domingos no “Programa Silvio Santos” e irritando tantos outros que caem em suas armações.

“Eu me sinto o rei das pegadinhas. Muitos querem ser o Ivo Holanda e me orgulho quando aparece alguém tentando imitar meu estilo. Mas o segredo está em não deixar o sucesso subir à cabeça”, ensina ele. “Hoje sou o Chaves brasileiro. Os anos passam, mas as pegadinhas continuam aí. Reprisam e as pessoas seguem vendo. Assim também é o Chaves”, compara.

Mesmo com tanto tempo no ar, Ivo conta que ainda consegue passar despercebido e, com isso, enganar tanta gente. “É muito difícil alguém me reconhecer. A cada dez, isso só acontece com uma ou duas. Às vezes também ocorre dos pedestres alertarem as pessoas, mas aí a produção, que já está de longe observando tudo, avisa no ponto eletrônico para não abordá-las”.

“A gente sai para gravar sem saber o que vai acontecer. Gosto, por exemplo, de fazer pegadinha com mulher porque elas se irritam mais e não têm a corrida que eu tenho, ou melhor, tinha”, reconhece ele, que estava com uma perna inchada durante a entrevista, resultado de uma gravação recente. “Quando as pessoas te pegam, não querem saber. Mas é assim mesmo, você tem que tirar algo das vítimas, senão não funciona. O ator é o provocador”.

Xô, aposentadoria!

Ivo conta que, uma vez, levou uma joelhada na costela enquanto fugia de um homem. “Trincou na hora, doeu muito”, relembra. Questionado se pensa em aposentadoria, ele garante que não. “Enquanto estiver falando e caminhando, pretendo continuar”, afirma, animado. “Gravamos uma pegadinha cinco, seis, sete vezes, até ver que temos um material bom”.

Leia Também:  Supostos vídeo íntimos de Fabíola circulam nas redes social

A “Câmera Escondida” mais inusitada, segundo o ator, foi uma em que ele se passava por um radar de trânsito em uma estrada de São Paulo. À noite e fantasiado com um caixote que imitava o equipamento, Ivo acionava um flash quando passava um carro. O motorista pensava ter sido multado e, quando se dava conta do que era, se irritava.

“Fiquei um pouco apavorado dentro daquela caixa. Tirava foto e tinha que sair correndo, mas era difícil com aquela caixa. Teve um cara que veio atrás de mim com uma chave de grife, mas não me alcançou. Eu me virei, né? Depois a Polícia Rodoviária chegou e mandou parar com aquilo”, relembra, se divertindo.

Pegadinha criada por Silvio Santos

Outra pegadinha que marcou Ivo Holanda foi uma criada pelo patrão, Silvio Santos. No início dos anos 90, durante uma crise do gás que atingiu São Paulo, o ator furava a fila de pessoas que estavam desde as 4h da manhã esperando por um botijão. As pessoas reclamavam do abuso e ele acendia, então, uma dinamite. Não sobrava um na fila!

“Não esqueço de uma mulher. Mesmo após o fim da gravação, ela ficou no canto chorando e fui contar que iria receber um cachê de participação. Mas ela estava triste porque, na correria, sua sandália novinha tinha arrebentado. Aí pedi para a produção pagar o valor do sapato também. Ela ficou toda feliz”, relembra.

No Nordeste, uma pegadinha também marcou sua vida. Ele pegava a toalha das pessoas na praia para se enxugar e, nisso, uma senhora ficou furiosa. “Quando comecei a fugir, tropecei e ela caiu em cima de mim, não tinha como sair. A produção veio me socorrer, mas ela continuou a me xingar”, conta.

Leia Também:  Naiara Azevedo nega plágio em 'Manda Áudio' e rebate acusação: 'Paguei a música'

“Começaram a conversar com ela para aceitar o cachê, mas ela não queria. Já aconteceu duas vezes de funcionar muito bem e a pessoa não topar, isso me deixou muito chateado. Com ela, suaram muito, até que aceitou. Como tinha funcionado muito bem, pedi para pagar cachê dobrado. Quando ela soube que tinha sido sugestão minha, foi me agradecer chorando porque era muito pobre e aquele dinheiro ia ajudá-la muito”, relembra, emocionado.

‘Me surpreendo com meu cinismo’

Natural de Herculândia, no interior de São Paulo, Ivo começou a trabalhar na televisão nos bastidores do “Viva a Noite”, programa apresentado por Gugu Liberato e exibido pelo SBT no início dos anos 80. Não demorou muito para seu jeito engraçado chamar atenção e logo foi convidado a integrar o humorístico “Alegria 82”. “Sempre fui assim brincalhão e cara de pau. Às vezes, eu mesmo me surpreendo com meu cinismo”, confessa, rindo.

No novo programa, sua missão foi fazer a primeira pegadinha do canal, interpretando um barbeiro cantor. Enquanto fazia a barba dos clientes, ele cantava ópera aos gritos nos ouvidos dos mesmos. Eles se irritavam e Ivo, claro, apanhava. O formato começou a fazer muito sucesso e Silvio Santos, percebendo a repercussão, levou o quadro para seu programa dominical.

No extinto “Topa Tudo Por Dinheiro”, formou um trio imbatível com Ruth Romcy e Gibe, que já morreram. “O Gibe sugeria várias ideias de pegadinhas. Essa não é minha praia, gosto de ser dirigido. O gostoso da pegadinha é quando abordo uma pessoa e a câmera fica nela, não em mim. As estrelas são as vítimas”, diz, sem vaidade.

ivo

Do EGO, em São Paulo

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Famosos

Viúva de Paulinho, do Roupa Nova, pretende engravidar do cantor: “Vou eternizar meu marido”

Publicados

em

Paulinho, do Roupa Nova, com a companheira, Elaine Bastos (Foto: Arquivo pessoal)

Por Quem – Elaine Soares Bastos, de 39 anos, viúva de Paulinho, do Roupa Nova, que morreu aos 68 anos, em dezembro de 2020, após complicações da Covid-19, afirmou em conversa com Quem que fará fertilização in vitro para gerar um filho do artista.

Elaine esclareceu que eles coletaram e congelaram os espermatozoides de Paulinho e seus óvulos em uma clínica no Rio entre 2012 e 2013, quando tentavam ter filhos, mas ela acabou desistindo do processo na ocasião. O material permanece guardado e, segundo Elaine, existe um documento assinado por Paulinho dando autorização a ela para retirar os espermas.

“Vou fazer o procedimento e terei condições de ter meus filhos. Nós fizemos [ela e Paulinho] essa coleta em 2012/2013. Não conseguíamos engravidar na época e, depois, ele começou a ter uma rotina de shows intensa. Já até mandei a declaração que o Paulinho me deu para o Dr. Luiz Fernando Dale [ginecologista especializado em reprodução humana]”, conta ela, que trava uma disputa judicial com os filhos do cantor, Twigg de Souza Santos e Pedro Paulo Castor dos Santos, para ter reconhecida a união estável com Paulinho e ser incluída na divisão da herança.

Leia Também:  Ronda condena o uso de lubrificante no sexo: "Se precisa, é preguiçoso"

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-deputado federal, Sibá Machado, gravou um vídeo polêmico onde fez um desabafo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Juiz Sérgio Moro e o governador do Acre, Gladson Cameli. Sibá não perdeu a oportunidade de alfinetar o gestor em se tratando do escândalo de corrupção no qual para a Polícia Federal, Cameli é tido como o chefe de uma organização Criminosa que desviou quase R$ 1 bilhão de reais dos cofres públicos do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA