Esporte

Orgulhoso por campanha um dos artilheiros da Adesg no Acreano, Ciel chega ao Rio Branco-AC: “Sonho”

Publicados

Esporte

Ciel (ao fundo) foi artilheiro da Adesg no Acreano ao lado de Juninho (primeiro plano), com quatro gols – Foto: Manoel Façanha / Arquivo Pessoal

Globo esporte – Destaque e um dos artilheiros da Adesg no Campeonato Acreano, ao lado do atacante Juninho com quatro gols, o meia Ciel está de casa nova. Após o fim do estadual e de ajudar o Leão de Senador Guiomard a terminar na terceira colocação, ele vai defender o Rio Branco-AC na sequência da temporada.

Aos 36 anos, Ciel se apresentou na última sexta-feira (22), no CT José de Melo, na capital do Acre, para se juntar ao elenco do Estrelão comandado pelo técnico interino Chicão. Será a primeira vez dele vestindo a camisa do Alvirrubro.

Em entrevista exclusiva, o meia avaliou a campanha da Adesg no Acreano e destacou orgulho pelo desempenho, mesmo com a equipe não conquistado uma das duas vagas para competições nacionais de 2023.

Ciel demonstra confiança de que o Rio Branco-AC pode ir longe no Campeonato Brasileiro da Série D e revelou que está realizando um sonho com essa nova oportunidade na carreira.

O meia está regularizado e pode estrear neste domingo (24), diante do São Raimundo-AM, em partida da segunda rodada do grupo 1 da Série D. O jogo começa às 18h (de Brasília), no estádio Florestão, na capital do Acre. Confira abaixo as declarações do novo meia do Rio Branco-AC:

Orgulho da campanha da Adesg no Acreano

– É uma satisfação imensa ter voltado pra Adesg e a gente entrou no campeonato como um patinho feio na verdade. Um time que ninguém dava, vamos se dizer, valor. Achavam que era um time que ia pegar pancada, falavam que a gente não treinava, sendo que nós treinávamos de segunda a sábado. E a gente trabalhou caladinho. Começamos no primeiro jogo ganhando do Rio Branco, um time que do estado é o maior, e já mostramos o que poderíamos fazer no campeonato. Fomos trabalhando caladinhos, respeitando todos os times, fizemos um bom primeiro turno. No segundo turno acho que a gente pecou nos dois primeiros jogos. Se a gente tivesse tomado a atitude que tomamos no segundo tempo contra o Humaitá e no restante dos jogos pro final do segundo turno tenho certeza que estaríamos com uma das duas vagas. Mas isso serve de lição e que sirva de aprendizado para a próxima temporada. Tenho muito orgulho do time que a gente montou. A gente lutou e conseguimos ficar em terceiro lugar. Rio Branco, Atlético-AC, Galvez, times de tradição que não conseguiram chegar nessa posição. Então, isso é muito satisfatório. Creio que a diretoria da Adesg está muito feliz por tudo isso. Até a última rodada a gente brigando pela segunda vaga, que nos daria uma Copa do Brasil, um Campeonato Brasileiro.

Leia Também:  Independência, Rio Branco-AC e Atlético-AC vencem na rodada de abertura do Acreano Sub-20

Triste, mas feliz

– A gente tinha time pra jogar mais pra cima do adversário. A gente, acho que esperava muito. Viemos marcar mais em cima o adversário contra o Humaitá no segundo tempo (do segundo turno). E nosso time está de parabéns fisicamente porque os últimos jogos jogamos com três dias de diferença um pro outro e ficamos em cima os 90 minutos sem desistir. A gente fica muito triste por não ter conseguido essa vaga, mas feliz pelo que a gente fez. Sabemos que derrubamos vários adversários fortes e ficamos em terceiro lugar. Pra um time que estava há 11 anos sem participar da primeira divisão do Campeonato Acreano é muito importante. Agora tem que começar a trabalhar pro ano que vem para tentar buscar essa vaga na Copa do Brasil.

Rio Branco-AC na Série D

– O time é muito bom, de qualidade. Acho que no estadual, algumas coisas aconteceram erradas, mas tenho certeza que na Série D o time vai evoluir e vamos conseguir ficar entre os quatro pra gente começar a jogar o mata-mata. Com certeza a gente vai, se Deus quiser, fazer um bom campeonato e se classificar pras fases finais.

Leia Também:  Adesg marca no 1º tempo, vence Rio Branco-AC na abertura do Acreano e encerra tabu de 16 anos

Realizando sonho aos 36

– Pra mim na verdade é um sonho. Nunca imaginei com que com 36 anos poderia fazer parte do elenco do Rio Branco. Uma gratificação muito grande estar hoje no Rio Branco, defendendo as cores do clube. Então, é trabalhar, se Deus quiser, alcançar nossos objetivos.

Ciel vai vestir a camisa do Rio Branco-AC pela primeira vez na carreira – Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte

Técnico exalta atuação do Rio Branco-AC em goleada fora de casa, mas diz: “Temos muito a evoluir”

Publicados

em

Bruno Monteiro elogia time em vitória por 4 a 1 sobre Náutico-RR, mas diz que é preciso melhorar para sequência da competição. – Foto: Anderson Oliveira

O Rio Branco-AC conquistou a primeira vitória jogando fora de casa no Campeonato Brasileiro da Série D. De virada, o Estrelão goleou o Náutico-RR por 4 a 1, nesse sábado (14), no estádio Canarinho, em Boa Vista (RR), pela quinta rodada do grupo 1.

O técnico Bruno Monteiro, que estreou no comando do Alvirrubro, elogiou a atuação dos jogadores, disse que o time teve intensidade ofensiva e também inteligência para controlar o jogo.

— Só tenho a agradecer e parabenizar o grupo de jogadores por terem comprado a ideia proposta pela comissão técnica. Fizemos um jogo sólido e de imposição dentro de um plano estratégico que tínhamos combinado com os jogadores, e eles conseguiram cumprir bem. Levamos o gol nos primeiros minutos, desestabilizamos cerca de cinco minutos, mas continuamos dentro da proposta de jogo e as ações ofensivas começaram a acontecer naturalmente. Tivemos um bom volume ofensivo, chegando frequentemente no terço final durante todo jogo. Alguns momentos no segundo tempo, de forma inteligente, os jogadores conseguiram controlar o jogo, mesmo sem ter a posse. Sofremos pouco defensivamente — destaca.

Leia Também:  Adesg marca no 1º tempo, vence Rio Branco-AC na abertura do Acreano e encerra tabu de 16 anos

Apesar da boa atuação, Bruno Monteiro reconhece que o time ainda precisa melhorar para sequência da competição e cita importância de pontuar fora de casa.

Depois do jogo mobilizei os jogadores no vestiário. Temos muito a evoluir, é só o começo. Foi uma vitória fundamental para nossas pretensões que é classificar para próxima fase.
— Bruno Monteiro, técnico do Rio Branco-AC

— Nessa primeira fase é importante manter a regularidade. Pontuar fora de casa nos aproxima do nosso objetivo — completa o técnico.

O Rio Branco-AC soma 10 pontos no grupo 1 e ocupa a vice-liderança. O time pode ser ultrapassado pelo Porto Velho-RO (3º) e São Raimundo-RR (4º), que somam nove e sete pontos, respectivamente, e jogam no complemento na rodada.

O Estrelão volta a campo no próximo sábado (21) para encarar o Amazonas. O jogo será às 18h (de Brasília), no estádio Florestão, na capital acreana. Por Globo Eporte Acre

Bruno Monteiro, técnico do Rio Branco-AC – Foto: Arquivo pessoal/Bruno Monteiro

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA