RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Movimentos de direita no Acre, adere as manifestações que pedem pelo impeachment de Bolsonaro neste domingo dia 12 setembro

Publicados

Tudo sobre Política

Quem não lembra das grandes mobilizações puxadas pelo Movimento Vem Pra Rua e MBL? Esses impulsionados por partidos que articulavam o golpe contra Dilma Rousseff (PT), levaram milhares de pessoas às ruas de todo Brasil, resultando em um clima que provocou o impedimento da presidente Dilma.

No Acre, esses movimentos são ligados ao MDB, PSDB e DEM, que também tiveram grandes participações nas ruas da capital Rio Branco. Arrependidos da tragédia quem tem sido o governo Bolsonaro, o movimento convoca a militância da direita e liberais acreanos insatisfeitos com atual governo para sair as ruas neste domingo (12).

No Acre apenas Rio Branco terá ato pelo impeachment de Bolsonaro, que deve acontecer na tarde de domingo, sem horário e local definido pelos organizadores, que prometem iniciar uma corrente contra o traidor presidente.

Como grande parte dos parlamentares acreanos, que fazem parte dos partidos envolvidos nas mobilizações, apoiam o presidente aqui, não se sabe se irão ignorar ou não o ato.

Exemplo disso é o MDB, que decidiu debater abertamente o impeachment de Bolsonaro, mas tem o senador Márcio Bittar, deputada federal Jéssica Sales, estadual Roberto Duarte, ambos defensores ferrenhos do presidente no estado.

Leia Também:  Quadra é usada como abrigo na cheia do rio AC e Circuito de Tênis é adiado

O DEM é outro, que se divide no campo nacional, mas que no Acre é 100% Mito. Mesma situação vive o PSDB, que está fingindo não ver a guerra entre o governador de São João Dória e o presidente Bolsoanro.

A situação mais complicada pe do PSL, que rompeu no campo nacional com Bolsonaro, tem diversos deputados que não concordam, mas no Acre é fechado com o presidente.

A mobilizações devem ganhar o reforço do PDT, que tem como líder o presidenciável Ciro Gomes, que já confirmou sua participação no ato da avenida Paulista e convocou a militância PDTista para engrossa as mobilizações.

Mesmo com os apoiadores da direita divididos, Bolsonaro ainda tem a maioria desse público no Acre, inclusive boa parte dos líderes evangélicos se empenharam em mobilizar os fies para a carreata do dia 7 de setembro, que tinha como objetivo pressionar pela saída do ministro do STF Alexandre de Moraes.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Michel Temer postou um vídeo em sua rede social o seu embarque no jatinho da FAB que o levou a Brasília na véspera para enquadrar Jair Bolsonaro. No vídeo, ele aparece caminhando sozinho na pista até entrar no avião e sentar-se, com ar tranquilo e confiante. No fim do vídeo, olha diretamente para a câmera. O vídeo foi publicado com o seguinte texto, do próprio Temer: “Sempre que fui chamado para ajudar o país, busquei o diálogo e coloquei as instituições acima dos homens. A solução para muitos problemas que os brasileiros enfrentam está na pacificação e no entendimento. Torço para que sigamos nesse caminho hoje e sempre.”

Leia Também:  Deputados aprovam PL que autoriza governo a contratar operação de crédito junto à Caixa

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Presidente da UNALE é recebida por deputados na Assembléia Legislativa do Acre

Publicados

em

Por

A presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos(UNALE), deputada Ivana Bastos(BA), foi recebida pelo governador em exercício, Nicolau Júnior e pelo presidente em exercício da ALEAC, Jenilson Leite no plenário da Casa do Povo na manhã desta terça-feira, 19.

Acompanhada pelo vice presidente Lídio Lopes(MS) e pelo tesoureiro Diogo Moraes(PE), Ivana veio ao Acre convidar os deputados estaduais para participarem da 24• Assembléia da UNALE, que vai acontecer em novembro na cidade de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Será o primeiro encontro dos parlamentos estaduais desde o início da pandemia onde serão discutidos temas como a retomada econômica pós pandemia.

A comitiva da UNALE entregou para cada um dos deputados acreanos, um troféu comemorativo aos 25 anos da instituição.

Ivana Bastos disse que a UNALE deve muito ao Acre e destacou o trabalho do deputado Luiz Tchê, que presidiu a União por dois mandatos. “É uma alegria poder está aqui hoje. O único estado que é presente na UNALE é o Acre. O deputado Luiz Tchê contribui muito para a história da nossa instituição. Nós precisamos discutir, reinventar as assembleias legislativas e por isso eu vim aqui convidar os senhores para nossa reunião. O Acre era prioridade pra fazer essa visita”, disse a presidente.

Leia Também:  Nada como um dia após o outro: O desembargador Favreto e a verdade comprovada

O deputado Jenilson Leite, presidente em exercício da Casa, deu boas vindas aos visitantes e reiterou a necessidade de um amplo debate em torno da retomada das atividades. Para ele os Estados precisam ofertar imediatamente um serviço de atendimento para pessoas sequelados pela COVID.

Encerrando o encontro, o governador em exercício Nicolau Júnior agradeceu a visita da comitiva e conclamou os colegas deputados a participarem do encontro nacional. “Muito obrigado pela visita. Muito nos honra a presença dessa comitiva aqui. Agradeço pelo convite e antecipo que o nosso parlamento irá prestigiar o evento”, disse Nicolau.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Leia Também:  Esposa de Alan Rick é nomeada como diretora na Sesacre e vai receber R$ 13 mil por mês

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA