Educação

SEE: matrículas continuam abertas para turmas da EJA

O público-alvo da ação educacional, que oferece novas perspectivas de vida

Publicados

Educação

O público-alvo da ação educacional, que oferece novas perspectivas de vida 

Por Assessoria SEE

ejar

Atuando no estado do Acre como modalidade de ensino desde 1996, a Educação de Jovens e Adultos (EJA), coordenada pela Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), permanece como uma oportunidade para assegurar o direito à educação escolar, sendo que, as escolas da EJA, realizam no Estado os procedimentos de matrículas para os interessados em concluir seu processo de escolarização.

O público-alvo da ação educacional, que oferece novas perspectivas de vida profissional e social, são pessoas com idade a partir de 15 anos que, por razões diversas, não tiveram a oportunidade de frequentar a escola ou concluir os estudos.

Para integrar a Educação de Jovens e Adultos, os interessados devem se dirigir às instituições de ensino que ofertam esse atendimento, onde será possível realizar a matrícula e obter informações sobre o curso que desejam ingressar. A meta da SEE em 2014 é ampliar o atendimento e garantir que todos os jovens, adultos e idosos tenham a oportunidade de retomar os estudos. Para tanto, todas as escolas continuarão recebendo matrículas por todo o mês de janeiro.

Leia Também:  Inscrição para o Sistema de Seleção Unificada começa no dia 11

Por meio da EJA é possível acessar diversos ciclos de formação, os quais foram organizados para atender todos os níveis de ensino.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Educação

Importância dos pais na educação dos filhos é tema de roda de conversa realizada pela DPE/AC

Publicados

em

A convite da direção da Escola Berta Vieira de Andrade, o coordenador do Núcleo da Cidadania, defensor público Celso Araújo, na ocasião representando a Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC), promoveu, na tarde desta quarta-feira, 25, uma roda de conversa com pais e professores da instituição de ensino, localizada no bairro São Francisco, em Rio Branco.

Durante a reunião, o defensor público abordou acerca da importância dos pais na educação dos filhos, sobre o acompanhamento escolar para melhor desempenho dos alunos e a formação social das crianças e adolescentes.

“Nós, além de garantirmos à assistência jurídica, também temos como missão, a educação em direitos, também fazemos esse trabalho com a comunidade, no sentido de promover a transformação social e assim, construirmos juntos uma sociedade melhor”, disse o defensor Celso Araújo.

O encontro foi realizado com pais e/ou responsáveis dos alunos de quatro turmas do 9° ano da escola. Participaram também, a gestora da Escola Berta Vieira, Selma Cunha, a coordenadora de ensino, Luciana Rodrigues e demais professores da instituição.

Leia Também:  Escolas de Epitaciolândia e Brasileia recebem computadores e instrumentos de fanfarra

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA