Educação

Professor morre após completar meia maratona

A organização da Meia Maratona divulgou nota lamentando a fatalidade:

Publicados

Educação

A organização da Meia Maratona divulgou nota lamentando a fatalidade:

Maurício Jorge Pinto de Souza, de 29 anos

Maurício Jorge Pinto de Souza, de 29 anos

Um professor do curso de Economia da FEA (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto) morreu, na manhã deste domingo (22), após completar a corrida da 3ª Meia Maratona de Ribeirão Preto, realizada no bairro Ipiranga.

Maurício Jorge Pinto de Souza, de 29 anos, chegou a ser socorrido pela equipe de paramédicos da organização do evento e levado ao Pronto Socorro Central, mas não resistiu a uma parada respiratória e faleceu.

O corpo do professor doutor seria velado por 30 minutos no Velório da Saudade, na tarde deste domingo e depois transportado para a cidade de Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul, onde será enterrado.

Souza ministrava aulas de Economia Internacional e Métodos Quantitativos.

A organização da Meia Maratona divulgou nota lamentando a fatalidade:

“Informamos que o atleta Mauricio Jorge Pinto de Souza, inscrito sob o número 311 na meia maratona teve um mal súbito após a chegada da prova, foi atendido pela equipe da UTI móvel da São Francisco e pelo próprio diretor médico da prova, Dr. Jorge Eduardo Parada, sendo transferido para o pronto-socorro central e vindo a falecer de parada cardiorrespiratória. A direção da prova lamenta profundamente o ocorrido e, inclusive, cancelou a prova de caminhada marcada para as 9h30 do mesmo dia”.

Fonte: Jornal da Cidade
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Educação oferta curso a distância sobre elaboração do projeto político-pedagógico das escolas

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Educação

Importância dos pais na educação dos filhos é tema de roda de conversa realizada pela DPE/AC

Publicados

em

A convite da direção da Escola Berta Vieira de Andrade, o coordenador do Núcleo da Cidadania, defensor público Celso Araújo, na ocasião representando a Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC), promoveu, na tarde desta quarta-feira, 25, uma roda de conversa com pais e professores da instituição de ensino, localizada no bairro São Francisco, em Rio Branco.

Durante a reunião, o defensor público abordou acerca da importância dos pais na educação dos filhos, sobre o acompanhamento escolar para melhor desempenho dos alunos e a formação social das crianças e adolescentes.

“Nós, além de garantirmos à assistência jurídica, também temos como missão, a educação em direitos, também fazemos esse trabalho com a comunidade, no sentido de promover a transformação social e assim, construirmos juntos uma sociedade melhor”, disse o defensor Celso Araújo.

O encontro foi realizado com pais e/ou responsáveis dos alunos de quatro turmas do 9° ano da escola. Participaram também, a gestora da Escola Berta Vieira, Selma Cunha, a coordenadora de ensino, Luciana Rodrigues e demais professores da instituição.

Leia Também:  IDM abre 1.138 vagas para profissionais do Pronatec

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA