RIO BRANCO

Educação

Governo paga reajuste a mais de 15 mil servidores da Educação

Pelo menos 15,7 mil servidores da Secretaria do Estado de Educação e Esporte do Acre (SEE), receberam a terceira parcela do reajuste salarial que vem sendo concedido desde 2017.

Publicados

Educação

Pelo menos 15,7 mil servidores da Secretaria do Estado de Educação e Esporte do Acre (SEE), receberam a terceira parcela do reajuste salarial que vem sendo concedido desde 2017.

Por Resley Saab

São professores e técnicos de apoio efetivos e temporários e provisórios. Lembrando que os provisórios recebem 90% dos vencimentos dos efetivos. Para os professores, a terceira e última parcela garante um reajuste total de 19,48%. Para os demais servidores, ele é de 23,75%, com isso, o professor em início de carreira, que ganhava R$ 2.010, passou a receber em fevereiro o equivalente a R$ 2.402.

Na opinião do secretário de Educação, Marco Antonio Brandão, “a oportunidade de ingresso no serviço público tem sido uma preocupação constante” da administração Tião Viana. “Trata-se de uma valorização justa, em consonância com o que merecem nossos servidores”, diz Brandão.

Aliás, essa é uma prioridade do governo, que ao longo dos últimos anos, tem garantido a realização de concursos e empossado novos servidores, nas mais diversas áreas, principalmente na Segurança Pública, na Saúde e na Educação.

Leia Também:  Abertura dos Jogos Escolares de Brasileia é realizada no Ginásio

Em março de 2017, o governador Tião Viana assinou decreto que reajustou os salários de mais de 24 mil servidores públicos estaduais, aumento acatado pelos sindicatos dos trabalhadores.

Professoras agradecem pela valorização

Professora Leilane Gomes, da escola estadual Boa União, em Rio Branco (Foto: Stalin Melo)

Há três anos lotada na escola Jovem Boa União, a professora Leilane Gomes de Souza ressalta “que todos os professores merecem o reconhecimento, e o governo tem feito isso”.

“Desde que entrei na Educação tenho crescido muito como profissional. E o que mais me alegra é ter aqui na escola uma gestão de excelência, que auxilia o professor, de modo que possamos evoluir profissionalmente e como pessoas também”, diz Souza.

“O governo tem sim valorizado, tanto a categoria, quanto tem se preocupado com os estudantes”. “E se for aberto um novo concurso eu vou fazer de novo”, ressalta, visivelmente, satisfeita com a profissão. Leilane Souza é do concurso de 2013 e foi chamada em 2015. É formada em Artes Cênicas pela Ufac e leciona a disciplina de artes.

Leia Também:  CEL divulga relação de novos alunos para o primeiro semestre de 2015

Sentimento semelhante é compartilhado pela professora Maria José Pinho da Silva, uma veterana de 25 anos dedicados ao ofício do ensinar. Formada em Pedagogia, já foi coordenadora pedagógica e atualmente leciona na escola Ramona de Castro.

“Percebo que esse avanço salarial não é somente para os professores, mas também para o pessoal de apoio, e isso é gratificante. A gente sabe que, apesar da crise que pela qual o país está passando, o governo vem cumprindo com a sua palavra, com o seu compromisso em dar aumento para o funcionário público”, destaca Silva, que acredita que a motivação por partes dos profissionais aumentou em sala de aula.

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Educação

Escola infantil de Rio Branco é desativada por falta de saída de emergência; alunos são transferidos

Publicados

em

Alunos do pré I têm vaga garantida na Escola Menino Jesus — Foto: Prefeitura de Vilhena/Reprodução

A Secretaria de Educação de Rio Branco (Seme) precisou transferir cerca de 140 alunos para outros colégios após a desativação do prédio onde funcionava a Escola Alexandre dos Santos Leitão, no Centro da capital.

É que o local não tem saída de emergência e não atende os padrões de projeto exigidos pelo Corpo de Bombeiros do Acre.

A Educação informou que, ao longo dos anos, fez algumas intervenções no prédio para tentar melhorar o acesso, porém, as limitações do espaço impossibilitaram ‘a implementação de uma rota de fuga que atenda os padrões de projeto exigidos pelo CBM/AC’.

Com o fechamento, a Seme fez as seguintes transferências: Alunos que concluíram o pré I serão encaminhados para a Escola Municipal Menino Jesus, no Centro de Rio Branco; Alunos que concluíram o pré II serão encaminhados às escolas estaduais para o 1º ano do Ensino fundamental; A pasta destacou ainda que os alunos do pré I já têm vaga garantida na Escola Menino Jesus. O prédio onde funcionava a escola é cedido ao Poder Público e, por isso, a prefeitura não pode investir recursos públicos. Com informações do G1 Acre.

Leia Também:  Merenda escolar chega às comunidades indígenas na Boca do Icuriã, na beira do rio Iaco

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-deputado federal, Sibá Machado, gravou um vídeo polêmico onde fez um desabafo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Juiz Sérgio Moro e o governador do Acre, Gladson Cameli. Sibá não perdeu a oportunidade de alfinetar o gestor em se tratando do escândalo de corrupção no qual para a Polícia Federal, Cameli é tido como o chefe de uma organização Criminosa que desviou quase R$ 1 bilhão de reais dos cofres públicos do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA