RIO BRANCO

Educação

Escola de Rio Branco é invadida duas vezes em um período de 24 horas: ‘levaram o que puderam’

Escola Elias Mansour foi invadida entre a madrugada de segunda (10) e madrugada de terça (12), no bairro Taquari.

Publicados

Educação

Escola Elias Mansour foi invadida entre a madrugada de segunda (10) e madrugada de terça (12), no bairro Taquari.

Em um período de 24 horas, a Escola Elias Mansour, no bairro Taquari, em Rio Branco, foi invadida e teve os fios de energia furtados. A instituição é a mesma que foi invadida em julho do ano passado por um homem que usou o lençol da Hello Kitty para esconder o rosto.

Desta vez, os criminosos entraram na madrugada desta segunda-feira (11), fizeram uma espécie de reconhecimento da área e voltaram na madrugada de terça (12) para cortar os fios de energia do pavilhão administrativo e furtar um liquidificador industrial da cantina.

“Entraram de domingo para segunda, não teve imagem e nem nada, mas deixaram marcas e não sumiu nada. De segunda para terça, cortaram todos os fios do pavilhão administrativo, não sei se levaram porque ficam dentro do forro, mas acredito que sim”, relatou o coordenador administrativo da escola Evilázio Gomes.

O coordenador explicou que os criminosos sempre entram pelo teto do colégio ou por uma abertura que tem na parte de trás. Gomes disse que deve ir a Divisão de Investigação Criminal (DIC), nesta quinta (14), para registrar a ocorrência.

Leia Também:  Equipe educacional de Assis Brasil participa de Capacitação do Programa Saúde na Escola

“Temos que repor o material e fazer o conserto das coisas antes do início do ano letivo. Como foi a parte administrativa, não ficamos preocupados apenas com o ano letivo, mas também porque ficamos sem computador, energia. Consegui ligar o servidor e imprimir documento, mas meio que na gambiarra”, lamentou.

Patrulhamento

O comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar do Acre (PM-AC), major Edvan Rogério, garantiu que são feitas rondas e patrulhamentos constantemente na região da escola. Porém, ele afirmou que a escola precisa ter um sistema de vigilância para inibir a ação dos criminosos.

“Alguns casos até fazemos a prisão em flagrante, alguns são velhos conhecidos nossos. Temos viaturas que patrulham por lá, mas esses eventos pontuais, como furtos em escolas, não temos como evitar se a escola não tem um sistema de vigilante”, confirmou.

O major falou também que sempre são realizadas operações na região. “Estamos fazendo em torno de cinco a seis operações semanais em pontos que consideramos problemáticos. O Taquari e Praia do Amapá são de conhecimento público, então, são feitas operações além do policiamento naquela área”, garantiu.

Leia Também:  Primeiro Hackathon do ano será realizado nesta semana na Ufac

Furtos

O coordenador administrativo da escola, Evilázio Gomes, falou que apenas no ano passado ocorreram entre oito a nove furtos no colégio.

“A polícia vem aqui, tira foto e nada. Entraram por cima, quebraram a telha, cortam os fios da energia ou do alarme e levam o que podem carregar. Geralmente levam os fios, que são mais fáceis trocar”, disse.

Por Aline Nascimento, G1

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Educação

Educação realiza acompanhamento pedagógico em escolas da zona rural de Porto Walter

Publicados

em

Durante dez dias, coordenadores e assessores pedagógicos da Secretaria Municipal de Educação percorrerão as escolas das regionais do Rio Cruzeiro do Vale, Baixo Juruá, Rio Mirim, Natal, Ouro Preto, Rio das Minas e Grajaú realizando acompanhamento pedagógico e a conclusão do 3º bimestre das aulas.

O acompanhamento acontece diante da necessidade de melhorar a qualidade do ensino e promover a inserção de atividades no currículo e na didática pedagógica. Além de aspectos pedagógicos, os profissionais procurarão discutir ações teóricas e práticas que norteiam as ações de programas e suporte da educação municipal, conforme destaca o Secretário de Educação Flávio Borges.

“Uma das prioridades do Prefeito César Andrade e nossa enquanto secretário é a educação. Esses encontros são fundamentais para alinharmos as ações pedagógicas, promovendo a mobilização da comunidade, dos pais para que a frequência dos alunos seja mantida, e para que as intervenções necessárias em sala aconteçam, tudo isso para que a gente tenha cada vez mais a melhoria do desempenho acadêmicos dos estudantes”, ressalta.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Não vou munda meu voto, tenho costume de orar com minha palavra, diz vereador Jurandir. O clima na Câmara de Vereadores esquentou, após parte dos servidores da prefeitura de Brasileia tumultuar a sessão e descumprirem o Regimento Interno, por esse motivo, os vereadores chamou a atenção da Presidente da Casa, Arlete Amaral, por conta da sua inércia diante da situação vexatória. 

Leia Também:  Estudantes de escola pública conhecem a Rádio Aldeia FM em Brasileia

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA