RIO BRANCO

Educação

Com o Quero Ler, governo alfabetiza quase cinco mil pessoas em Tarauacá

Foi a conclusão da terceira etapa do programa no município que comemora ter ensinado 4.950 pessoas a ler e escrever.

Publicados

Educação

Foi a conclusão da terceira etapa do programa no município que comemora ter ensinado 4.950 pessoas a ler e escrever.

Foi uma noite de muita comemoração para cerca de 1.200 jovens e adultos de Tarauacá  que se formaram pelo programa de alfabetização Quero Ler nesta sexta-feira, 28, numa solenidade especial com a presença do governador Tião Viana. 

Criado por Tião Viana em sua segunda gestão, o Quero Ler é o programa que almeja eliminar o analfabetismo no Acre até o final do ano, chegando a marca de 60 mil pessoas em todo o estado fora da idade escolar que finalmente aprenderam a ler e escrever.

Em Tarauacá, além da incrível marca de quase cinco mil pessoas alcançadas pelo revolucionário programa, o governador aproveitou para comemorar outros resultados, como o Índice da da Educação Básica (Ideb) que coloca o Acre como o melhor estado da região Norte, além da entrega e reforma de escolas indígenas e uma escola de tempo integral em Tarauacá.

“São pessoas que vão entender melhor a partir de hoje o cotidiano, a cultura e a vida de uma maneira muito mais ampla, porque as letras e as palavras formam um lindo universo. Daqui a menos de dois meses o Acre estará livre do analfabetismo e seremos o primeiro estado do país a vencer esse desafio histórico”, declarou Tião Viana.

Leia Também:  Professora é presa após fazer sexo com quatro alunos, em Arkansas

Fazendo a diferença

Aos 71 anos, nascida na Colocação Boca de Pedra, sem escolas disponíveis na infância, a senhora Maria Deodina era só sorrisos no meio da gigantesca multidão de alunos do Quero Ler, enquanto segurava a pequena neta numa mão e o certificado de conclusão do curso de alfabetização na outra.

“Eu não sabia ler, eu me achava cega. E quando eu comecei a ler, comecei a desenvolver e isso foi abrindo meus olhos e vendo que isso era um grande momento, uma coisa muito feliz pra mim. Eu não me perco mais, chego num canto e já vejo o que tá escrito, já sei pra onde eu vou”, conta a orgulhosa senhora.

Já Luís de Souza, de 73 anos veio cercado da família receber o certificado de conclusão de seu curso. Rodeado do carinho dos filhos e netos, ele relata: “Agora eu vejo o nome de qualquer pessoa, qualquer canto. Eu nasci e me criei no Seringal Joaci. Lá ninguém conhecia escola, nem professor. E hoje veio minha oportunidade”.

Leia Também:  Governo amplia cursos de educação profissional por meio do IDM

A coordenadora do programa Quero Ler em Tarauacá, professora Francisca Aragão Leite também relatou ter chegado a cidade no passado ainda analfabeta e só depois ter se apaixonado pelas letras e a profissão de ensinar. Agora, é com grande satisfação que ela ajuda tantas pessoas a aprender a ler e escrever.

“É um momento especial e de muita emoção, porque resgatar a cidadania dessas pessoas é fazer elas sonharem, ter esperança e se incluirem no processo social, político e econômico. E a gente agradece ao governo do Estado por esse momento. Ainda temos uma etapa a ser realizada e com certeza iremos além dos cinco mil alfabetizados só em Tarauacá”.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Educação

Escola infantil de Rio Branco é desativada por falta de saída de emergência; alunos são transferidos

Publicados

em

Alunos do pré I têm vaga garantida na Escola Menino Jesus — Foto: Prefeitura de Vilhena/Reprodução

A Secretaria de Educação de Rio Branco (Seme) precisou transferir cerca de 140 alunos para outros colégios após a desativação do prédio onde funcionava a Escola Alexandre dos Santos Leitão, no Centro da capital.

É que o local não tem saída de emergência e não atende os padrões de projeto exigidos pelo Corpo de Bombeiros do Acre.

A Educação informou que, ao longo dos anos, fez algumas intervenções no prédio para tentar melhorar o acesso, porém, as limitações do espaço impossibilitaram ‘a implementação de uma rota de fuga que atenda os padrões de projeto exigidos pelo CBM/AC’.

Com o fechamento, a Seme fez as seguintes transferências: Alunos que concluíram o pré I serão encaminhados para a Escola Municipal Menino Jesus, no Centro de Rio Branco; Alunos que concluíram o pré II serão encaminhados às escolas estaduais para o 1º ano do Ensino fundamental; A pasta destacou ainda que os alunos do pré I já têm vaga garantida na Escola Menino Jesus. O prédio onde funcionava a escola é cedido ao Poder Público e, por isso, a prefeitura não pode investir recursos públicos. Com informações do G1 Acre.

Leia Também:  Núcleo de Educação de Assis Brasil cria estratégias para matrícula de alunos da zona rural

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-deputado federal, Sibá Machado, gravou um vídeo polêmico onde fez um desabafo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Juiz Sérgio Moro e o governador do Acre, Gladson Cameli. Sibá não perdeu a oportunidade de alfinetar o gestor em se tratando do escândalo de corrupção no qual para a Polícia Federal, Cameli é tido como o chefe de uma organização Criminosa que desviou quase R$ 1 bilhão de reais dos cofres públicos do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA