Educação

Apenado do município de Tarauacá é aprovado na Ufac para o curso de Engenharia Florestal

Publicados

Educação

Aprovação é resultado da união de esforços entre Governo do Estado e equipe do Iapen – Foto: Iapen/AC

Após realização da aplicação de provas do Exame Nacional do Ensino Médio para pessoas privadas de liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (ENEM PPL/21). O Instituto Socioeducativo do Acre (ISE/AC) divulgou a aprovação de um de seus inscritos no certame.

O preso Paulo Ricardo Machado Lacerda, da unidade prisional de Tarauacá foi aprovado na Universidade Federal do Acre (Ufac) para o curso de Engenharia Florestal, campus de Cruzeiro do Sul, ficando em vigésimo quinto lugar em sua classificação geral.

Francisca Luciana da Silva coordenadora técnica e pedagoga do sistema prisional de Tarauacá. Realizou a inscrição de 38 detentos, Paulo Ricardo alcançou nota favorável e foi inscrito no  Sistema de Seleção Unificada (Sisu) alcançando a tão sonhada vaga.

Luciana destaca que o propósito de se inscrever os detentos no Exame Nacional do Ensino Médio, traz aos mesmos a oportunidade de continuarem seus estudos, além de possibilitar também a reinserção destes na sociedade.

Leia Também:  Mais de 24 mil alunos iniciam ano letivo em Rio Branco

“ Nosso objetivo maior é oportunizar o preso a dar continuidade na sua vida estudantil, e também a oportunidade da ressocialização. Porque sabemos que hoje ele está aqui conosco, mas amanhã vai estar na sociedade convivendo com todos,” explicou.

Para o presidente do Iapen, Arlenilson Barbosa a aprovação do apenado, demonstra o esforço do Governo do Estado, da equipe do Iapen, e de várias parcerias como com a Secretaria Estadual de Educação, o que proporcionou o aumento de 43,69% o número das atividades educacionais do instituo, segundo o Sistema de Informações do Departamento Penitenciário Nacional (SISDEPEN). “São números significativos, a educação é fundamental para o processo de ressocialização e reintegração que é o nosso objetivo, devolver à sociedade um indivíduo melhor, essa é a finalidade do sistema, não ser só um sistema que pune, mas que ressocializa e integra,”explica.

O presidente também destacou a importância da ordem e da disciplina do sistema prisional para que sejam implementadas tais ações de ressocialização. “É preciso ter um ambiente controlado, com ordem, com disciplina, e é isso que a gente vem realizando durante esses anos, hoje nós temos um sistema padrão de ordem que possibilita essas ações de ressocialização, esse é o nosso objetivo, resssalta.”

Leia Também:  Prefeitura de Plácido de Castro realiza reunião de planejamento para curso de pintura em tecido

Cléber Lacerda, irmão de Paulo Ricardo, falou da satisfação da família quanto à sua aprovação, o que demonstra a busca de novas oportunidades. “Estamos muito felizes por essa conquista, pois ele está tentando buscar um caminho melhor mesmo hoje não se encontrando liberdade,”afirmou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Educação

Educação: Prefeitura de Cruzeiro do Sul realiza readequação do calendário letivo 2022

Publicados

em

Com o objetivo de otimizar e flexibilizar as datas do calendário letivo de 2022, a Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Educação, realizou uma reunião com todos os diretores de escolas municipais para a readequação do calendário letivo.

De acordo com a Secretaria Municipal, a reunião com os diretores ocorreu para que alguns sábados letivos fossem readequados. Pois havia 32 sábados letivos durante o ano de 2022 e isso estava prejudicando o andamento do ano letivo, uma vez que os professores também atuam na rede estadual de ensino. Pelo novo calendário serão 22 sábados letivos. Com isso, o ano letivo previsto para se encerrar no final de dezembro se encerra agora em 15 de janeiro de 2023.

Além da mudança no calendário letivo, durante a reunião também foi apresentado o Projeto Político Pedagógico Anual das escolas, que são as diretrizes que norteiam os processos de ensino e aprendizagem nas escolas.

A presidente do Conselho Municipal de Educação, Ivonete Oliveira, disse que as mudanças no calendário serão benéficas e que isso não trará prejuízos ao ano letivo.
“Nosso calendário letivo sofrerá essa mudança para melhorar nossas atividades escolares. Pois tínhamos meses com todos os sábados letivos e isso estava prejudicando nossos professores porque também atuam na rede estadual. Com isso, nossos diretores aceitaram a mudança que não trará nenhum prejuízo ao ano letivo de 2022.” Disse Ivonete.

Leia Também:  Procon notifica empresa de telefonia e internet por falhas em serviços no Juruá

O secretário adjunto de educação, professor Valdenísio Martins, disse que a mudança foi necessária para que houvesse melhorias nas ações educacionais e nas diretrizes do Projeto Político Pedagógico, apresentado na reunião.

“Educação se faz com planejamento e as mudanças necessárias. Percebemos a necessidade da retirada de alguns sábados do nosso calendário letivo para que nossos professores pudessem ter mais dias de descanso nos finais de semana, existem também os planejamentos obrigatórios, por isso, retiramos dez sábados letivos e prorrogamos o ano letivo até o dia 15 de janeiro de 2023”, concluiu Martins.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA