Cultura

Organização recolhe 800 ingressos falsos em show de Simone e Simaria

Show ocorreu nesta sexta-feira (13) na Arena da Floresta em Rio Branco. Duas pessoas foram presas em flagrante em frente ao local do show.

Publicados

Cultura

Show ocorreu nesta sexta-feira (13) na Arena da Floresta em Rio Branco. Duas pessoas foram presas em flagrante em frente ao local do show.

Ao menos 800 ingressos falsos foram recolhidos pela organização do show da dupla Simone e Simaria, conhecida como “As Coleguinhas”, no Acre. O show ocorreu na noite desta sexta-feira (13), na Arena da Floresta, em Rio Branco.

Dois homens, de 20 e 25 anos, foram presos em flagrante ao tentarem vender ingressos falsos em frente ao local do show, outros dois suspeitos teriam conseguido fugir, segundo um boletim de ocorrência registrado pela polícia. A Polícia Militar encaminhou os dois para a Delegacia de Flagrantes (Defla).

Um dos organizadores do show, Erivelton Maximus diz que a equipe da organização recebeu, por volta das 17h de sexta, uma denúncia anônima, alertando sobre a ação de cambistas na frente do local da festa. Após confirmar os ingressos falsos, a organização acionou a polícia.

“A máquina não fazia a leitura e o ingresso não era identificado. Ficamos preocupados com o consumidor que estava sendo lesado de uma forma tão desonesta. Era um número fora do comum, e nos assustou. Não dávamos conta de identificar a quantidade de cambistas, eram muitos”, conta

Leia Também:  Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, diz Datafolha

Sobre as características dos ingressos falsos, Maximus explica que a impressão, o papel e a tinta do código não são os mesmos. No dia do show, o valor da entrada estava custando R$ 100 e os cambistas cobravam cerca de R$ 80 pelos ingressos falsos, segundo informou a organização.

Ainda segundo ele, a equipe se sensibilizou e acabou deixando algumas das pessoas entrarem. “De repente apareceram muitos consumidores, famílias querendo assistir o show e que estavam com ingressos falsos, nos sensibilizamos e deixamos aí ao menos 200 entrarem”, afirma.

Orientações da organização

Maximus faz ainda um alerta para que os consumidores evitem comprar ingressos de pessoas que não são autorizadas a vendê-los.

“As pessoas precisam se alertar a comprar os ingressos nos pontos autorizados. Quero alertar, inclusive, com relação aos futuros eventos que devem ocorrer no Acre. Que as pessoas comprem onde a gente anuncia”, finaliza.

Simone e Simaria fizeram show no Acre nesta sexta

Iryá Rodrigues Do G1 AC

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Cultura

Grupo teatral Palhaço Tenorino inicia temporada deste ano com apresentação de duas peças em Rio Branco

Publicados

em

As peças ‘Lepras’ e ‘A Menina e o Palhaço’ têm apresentações no começo de junho. Ingressos são vendidos a R$ 30 (inteira) E R$ 15 (meia) – Foto: Divulgação

G1 Acre – O grupo teatral Palhaço Tenorino (GPT) vai iniciar, no começo de junho, a apresentação de duas peças na abertura da temporada deste ano.

O espetáculo de teatro-solo ‘Lepras” faz apresentações nos dias 3, 4, 10 e 11 de junho sempre às 20h. Indicado para maiores de 10 anos, a peça que estreou em 2021 é resultado de um curso-montagem para atores e encenadores, ministrado por Marilia Bomfim.

“Lepras aborda questões como abandono, preconceito e sofrimento que os hansenianos sofrem, historicamente”, comentou Dinho Gonçalves, ator e dramaturgo.

Também vai ter apresentações, nos dias 5 e 12 de junho, às 17h30, da peça A Menina e o Palhaço. As duas apresentações ocorrem no Teatro Hélio Melo, que funciona no Museu dos Autonomistas, no Centro de Rio Branco.

A Menina e o Palhaço, que estreou em 2001, com 21 anos de existência, já circulou por dezenas de cidades brasileiras, como São Paulo, Rio Branco, Belém e Jordão.

Leia Também:  Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, diz Datafolha

A peça aborda a vida de uma menina pobre que sonha em ter o Palhaço Tenorino em seu aniversário. Nesse encontro surgem reflexões sobre a oposição entre alegria versus tristeza, adulto versus criança, brinquedos de sucata versus brinquedos industrializados, rico versus pobre.

“Acho interessante que esse trabalho infantil costuma agradar mais aos adultos que as crianças”, afirmou Marilia Bomfim, que interpreta a menina.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pelo número (68) 99975 5044 pelo valor de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (a meia) para estudantes, idosos e professores.

Serviço

Espetáculo Lepras

Onde: Teatro Hélio Melo

Quando: 3,4, 10 e 11 de junho;

Ingresso: R$ 30 (inteira) E R$ 15 (meia)

Horário: 20h

Espetáculo A menina e o Palhaço

Onde: Teatro Hélio Melo

Quando: 5 e 12

Horário: 17h30

Ingresso: R$ 30 (inteira) E R$ 15 (meia)

Espetáculo ‘Lepras’ vai ter apresentações em junho – Foto: Divulgação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA