RIO BRANCO

Cultura

Museu da Borracha doa fósseis de animais pré-históricos da Amazônia a laboratório da Ufac

Publicados

Cultura

Museu da Borracha doa coleção de paleontologia com fragmentos de três animais diferentes para laboratório da Ufac — Foto: Jonas Filho

O Laboratório de Paleontologia da Universidade Federal do Acre (Ufac) recebeu a doação uma pequena coleção de paleontologia com fragmentos de três animais diferentes, um jacaré, uma preguiça gigante e a mandíbula de um mastodonte que é uma espécie de elefante do museu da Borracha Governador Geraldo Mesquita.

O paleontólogo doutor Jonas Filho, coordenador do Laboratório de Pesquisas Paleontológicas da Ufac recebeu a doação e disse que agora estão em processo de tombamento para que o material não seja registrado duas vezes.

“Eles resolveram, e não sei por quais razões, doar uma pequena coleção de paleontologia para a Ufac. A doação chegou à universidade e são três peças fragmentadas de três animais diferentes”, contou.

Filho disse que nesse momento é necessário fazer uma pequena investigação que é importante no processo de tombamento que deve conter informações como quem coletou o material, a região onde foi encontrado e em que ano.

“Como ele já veio de um museu, têm alguns números que não sei se são datas, mas a gente precisa fazer isso para não dar uma outra certidão de nascimento, vamos dizer assim. É o que estamos fazendo nesse momento, estamos discutindo essas questões. O material tem importância científica para efeito de coleção” explica o paleontólogo.

Leia Também:  Em fábrica, artesãos reaproveitam e transformam madeira em brinquedo

Filho ressalta que o material, como a mandíbula de mastodonte, por exemplo, é uma importante fonte de estudos, teses, dissertação, e que vai ser muito bem utilizada dentro do universo de pesquisas da Ufac.

“Estamos acolhendo com muita gratidão o remanejamento que foi feito para a universidade. É sempre de bom grado receber essas doações mesmo porque a doação partiu de um museu onde tem pessoas que conhecem a relevância científica do material e, provavelmente, entendeu que melhor estaria guardado essa material na universidade do que no próprio museu que tem uma outra característica”, acrescentou.

Peças ainda precisam ser catalogadas no Laboratório de Palenotologia da Ufac — Foto: Jonas Filho

A doação, de acordo com o professor, foi foi feita ainda em dezembro do ano passado, mas, devido o recesso, e em seguida a crise de pandemia do novo coronavírus, o material ainda não teve os devidos encaminhamentos, mas já está sob a guarda da Laboratório de Paleontologia da Ufac.

A Fundação Elias Mansour (FEM) informou que está sendo feita uma mudança no acervo de arqueologia e desde 2009 eles tinham a concessão desse material, e o acervo estava junto com o material arqueológico. Com a reforma entregue em 2018, o Museu da Borracha teve uma mudança para informações digitais e, para o material não ficar guardado em arquivo, foi decidido pela doação para que possa ser utilizado pela universidade.

Leia Também:  Fundação Elias Mansour publica retificação do Edital Conectcultura

O museu da Borracha chegou a ficar cinco anos fechado, após reforma foi entregue em 2018. Na nova estrutura, apresentou uma exposição tecnológica sobre a história da borracha, azulejos e escadaria com os detalhes originais reestruturados, entre outros aspectos do tempo da borracha mantidos originalmente.

Além disso, a FEM informou que devido à pandemia do novo coronavírus, o espaço está com a visitação limitada, mas não está fechado.

Por Alcinete Gadelha, G1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Cultura

Empreendedorismo: Governo fortalece turismo de base comunitária na Trilha Chico Mendes, em Brasileia

Publicados

em

Comunidade da Trilha recebendo os certificados da capacitação – Foto: cedida

Visando organizar e fortalecer o turismo de base comunitária na Trilha Chico Mendes, em Brasileia, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Empreendedorismo e Turismo, realizou nos dias 23 a 25, cursos para a comunidade.

Em parceria com a SOS Amazônia e com financiamento do Programa REM do Banco KFW, foram ministrados para 33 pessoas da comunidade, os cursos de qualidade no atendimento ao turista e condução de turistas em ambientes naturais.

A moradora da trilha, Evelina Liberalino, conhecida como Nena, participou dos dois cursos ofertados. “Conhecimento é sempre válido e necessário. Para nós que atuamos com a recepção de turistas é bom esse tipo de curso que nos capacita a atender melhor”, garante.

Além disso, foi feito o mapeamento de necessidades levantadas pelos próprios moradores e pelos técnicos da Secretaria a fim de melhorar o turismo na região.

“O programa de capacitação do Turismo de base comunitária é um dos alicerces do turismo acreano. Nossas equipes vêm capacitando e preparando toda a cadeia de receptivo turístico dessas comunidades. O turismo de base é gerador de renda o ano inteiro para as famílias que ali vivem. Esse papel de transformação social é muito gratificante!”

Leia Também:  Fundação Elias Mansour publica retificação do Edital Conectcultura

Trilha Chico Mendes

A Reserva Extrativista Chico Mendes é referência no circuito de trilhas, compostas por caminhadas que podem durar até quatro dias na floresta, onde o turista vivencia o cotidiano dos habitantes das matas.

O trajeto percorre seringais e várias partes da reserva, permitindo ao caminhante sentir a floresta densa e preservada em toda sua plenitude, com cheiros e sons da mata e das inúmeras espécies de animais que ali habitam.

Sendo apontada como uma das mais interessantes do mundo para se fazer trekking (caminhadas de longa duração na natureza), pelo blog de turismo escalando. O site levou em consideração quesitos como beleza panorâmica e a distância percorrida, apontando trilhas conhecidas mundialmente, como a de Córsega, na Itália, Rota Laugavegurinn, na Islândia, e Travessia do Himalaia, no Nepal, entre outras.

A Trilha Chico Mendes está localizada na Reserva Extrativista que leva o mesmo nome, entre os municípios de Assis Brasil, Brasileia e Xapuri.

Assessoria – Agência / Secom

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Muitas são as dúvidas, e eu esclareço algumas. Quem tem direito a receber o abono pago com a sobra do recurso do Fundeb, anunciado pelo Governo do Acre? Uma grande manifestação foi realizada durante todo dia pela manhã em frente à casa civil e a tarde na sede da PGE – Procuradoria Geral do Estado.

Leia Também:  Maquiagens de Arlequina e gatinha são dicas para o Carnaval; confira

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA