RIO BRANCO

Cultura

Gamelas produzidas por jovens de Porto Dias mostram potencial do artesanato na Expoacre

Uma mostra de gamelas artesanais em madeira produzidas por 20 jovens do Ateliê da Associação Seringueira Porto Dias (ASPD) compõe um dos estandes do Galpão Sebrae, na Expoacre.

Publicados

Cultura

Uma mostra de gamelas artesanais em madeira produzidas por 20 jovens do Ateliê da Associação Seringueira Porto Dias (ASPD) compõe um dos estandes do Galpão Sebrae, na Expoacre.

A exposição foi aberta na quinta-feira, 2, e mostra o resultado do projeto de economia criativa que tem mudado a realidade de jovens e suas famílias da zona rural e florestal do Acre, em Acrelândia. As gamelas estão sendo comercializadas ao custo de R$ 450 e R$ 500.

Executada pela ASPD, a ação é promovida pelo plano de gestão do governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) BID/PDSA-II (aproveitamento de resíduos madeireiros).

Após a estruturação dos espaços do sistema produtivo e a realização de cursos, a Sema buscou apoio dos Pequenos Negócios, coordenação do artesanato e do Sebrae no Acre para a difusão e divulgação das peças.

“Essa é uma iniciativa inovadora e faz parte de uma premissa do governo que é aproveitar ao máximo aquilo que a floresta pode dar para a geração de trabalho e renda. Aqui mais do que trabalho e renda tem o alcance nos jovens que estão produzindo peças com resíduos, criando um valor de futuro”, ressaltou o secretário da Sema, Edegard De Deus.

Como estratégia de geração de trabalho e renda envolvendo jovens da comunidade, a ASPD iniciou o projeto com a parceria do artesão Nonato Montefusco para a capacitação e produção de gamelas.

O presidente da ASPD, Jesus Chaves mostrou sua satisfação em participar pela segunda vez de um evento para difundir e comercializar o fruto de um trabalho elaborado por jovens de sua comunidade.

“Há um mês na rodada de negócios vendemos tudo em dois dias para lojistas de vários estados. Não cortamos nenhuma árvore. Só pegamos madeira tombada e de reaproveitamento. Quem incentiva o nosso trabalho é a Marlúcia Cândida. Ela acha lindo. Começamos ano passado com nossos jovens e hoje aqui temos o resultado mais que positivo.

Agradecemos ao governo por todos esse apoio. Somos os cuidadores da floresta, e com muito ânimo e amor iremos continuar cuidando. Você não está comprando só uma peça, mas o histórico guardado nela”, disse.

Leia Também:  Acreano é finalista de prêmio de artes plásticas.Os premiados recebem cada um uma bolsa de R$ 50 mil

A primeira-dama Marlúcia Cândida foi escolhida pela associação como madrinha do projeto. Ela vem incentivando várias ações na comunidade Porto Dias. Presente na abertura, Marlúcia foi homenageada pelos jovens artesãos.

Em sua fala, ela citou o artesão Nonato Montefusco como o grande responsável e idealizador do projeto.

“Conheço o Nonato há vinte anos trabalhando com gamelas e querendo desenvolver esse projeto em Porto Dias. Foi ele que acreditou que as gamelas poderiam levar jovens da comunidade para um outro mundo com uma outra visão, novas esperanças, novas riquezas financeiras, ambientais e pessoais. Se sou considerada madrinha ele é o pai.

O senhor Jesus nos deu uma aula de como enxergar a floresta e valorizar. De como uma peça não pode ser vista como um pedaço de madeira, ela tem toda uma história em sua essência e construção de mundo. Sonho em ver essas peças em vitrines pelo mundo. Parabéns aos jovens que acreditaram que dentro da floresta também se realizam sonhos.

O governo acreditou e, junto com a comunidade, executou esse rico projeto, tendo parceiros como o Sebrae. Que venham boas vendas”, comentou.

“Ficamos muito felizes em apoiar mais um projeto de sucesso em parceria com o governo e o apoio da Marlúcia. O Sebrae tem uma história com o artesanato acreano de muito tempo com ações de formação e difusão”, comentou Mâncio Cordeiro, diretor-superintendente do Sebrae.

Gamelas: o novo carro-chefe do artesanato acreano

As peças fabricadas com técnicas de entalhe em madeira (muiracatiara, tauari carvão, favo de orelhinha, balsamo vermelho e bacuri de anta), design único, inovador e sustentável uma mistura de rústico com algo mais fino, estão prontas para ganharem novos mercados.

“A Sepn entrou nesta parceria para justamente dar mais eficiência ao projeto no que diz respeito a gestão e o mercado. Essa mostra na Expoacre é para apresentar para a população acreana o novo carro-chefe do artesanato acreano nas feiras nacionais e eventos de rodada de negócios”, comentou Wanderson Lopes, coordenador de artesanato da Sepn.

Leia Também:  Lindos e sozinhos: Veja quem são os solteiros mais cobiçados do Acre em 2015

A arte em gamelas dos jovens artesãos

São 20 jovens da comunidade participando do ateliê com produção diária de dez gamelas feitas com madeira tombada de reaproveitamento, o que é representativo em termos de resíduos.

O objetivo é qualificar os jovens em técnicas inovadoras, além de mostrar para a comunidade extrativista e rural que é possível viver na floresta preservando o meio ambiente e promovendo o seu sustento.

Daiane Correia do Nascimento, 19 anos, sabe de cor o nome de cada madeira. Ela conta que todas as peças, mesmo não sendo de sua autoria, passam por suas mãos para efetuar os acabamentos.

A jovem vê um futuro promissor. Segundo Daiane, a venda das gamelas tem contribuído para que os jovens ajudem suas famílias e paguem os estudos na faculdade.

“Nasci e me criei na comunidade e vim embora para Rio Branco, estudar e trabalhar, mas não deu certo. Resolvi voltar, e para minha felicidade o meu futuro de oportunidades estava em Porto Dias.

Quando estou fazendo uma peça, vejo nela o meu futuro. Na hora que a gente cata na mata, ela já vem no formato da natureza, cada peça é única, nunca vai ser uma igual.

Umas mais largas outras mais estreitas, corações, coisa que te dão um pensamento mais forte. Na floresta você se sente à vontade. Somos os guardiões.”

Foi Daiane que presenteou a primeira-dama com uma gamela. “A Marlúcia nos ajudou e continua apoiando. É uma honra poder mostrar a ela o fruto do nosso trabalho. Que o apoio do governo e dela, dos parceiros não foram em vão. Desse lucro já tem jovens fazendo faculdade.”

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Cultura

Empreendedorismo: Governo fortalece turismo de base comunitária na Trilha Chico Mendes, em Brasileia

Publicados

em

Comunidade da Trilha recebendo os certificados da capacitação – Foto: cedida

Visando organizar e fortalecer o turismo de base comunitária na Trilha Chico Mendes, em Brasileia, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Empreendedorismo e Turismo, realizou nos dias 23 a 25, cursos para a comunidade.

Em parceria com a SOS Amazônia e com financiamento do Programa REM do Banco KFW, foram ministrados para 33 pessoas da comunidade, os cursos de qualidade no atendimento ao turista e condução de turistas em ambientes naturais.

A moradora da trilha, Evelina Liberalino, conhecida como Nena, participou dos dois cursos ofertados. “Conhecimento é sempre válido e necessário. Para nós que atuamos com a recepção de turistas é bom esse tipo de curso que nos capacita a atender melhor”, garante.

Além disso, foi feito o mapeamento de necessidades levantadas pelos próprios moradores e pelos técnicos da Secretaria a fim de melhorar o turismo na região.

“O programa de capacitação do Turismo de base comunitária é um dos alicerces do turismo acreano. Nossas equipes vêm capacitando e preparando toda a cadeia de receptivo turístico dessas comunidades. O turismo de base é gerador de renda o ano inteiro para as famílias que ali vivem. Esse papel de transformação social é muito gratificante!”

Leia Também:  Festival Food Truck: Prefeitura de Brasileia se prepara para o Domingo na Praça

Trilha Chico Mendes

A Reserva Extrativista Chico Mendes é referência no circuito de trilhas, compostas por caminhadas que podem durar até quatro dias na floresta, onde o turista vivencia o cotidiano dos habitantes das matas.

O trajeto percorre seringais e várias partes da reserva, permitindo ao caminhante sentir a floresta densa e preservada em toda sua plenitude, com cheiros e sons da mata e das inúmeras espécies de animais que ali habitam.

Sendo apontada como uma das mais interessantes do mundo para se fazer trekking (caminhadas de longa duração na natureza), pelo blog de turismo escalando. O site levou em consideração quesitos como beleza panorâmica e a distância percorrida, apontando trilhas conhecidas mundialmente, como a de Córsega, na Itália, Rota Laugavegurinn, na Islândia, e Travessia do Himalaia, no Nepal, entre outras.

A Trilha Chico Mendes está localizada na Reserva Extrativista que leva o mesmo nome, entre os municípios de Assis Brasil, Brasileia e Xapuri.

Assessoria – Agência / Secom

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Muitas são as dúvidas, e eu esclareço algumas. Quem tem direito a receber o abono pago com a sobra do recurso do Fundeb, anunciado pelo Governo do Acre? Uma grande manifestação foi realizada durante todo dia pela manhã em frente à casa civil e a tarde na sede da PGE – Procuradoria Geral do Estado.

Leia Também:  Acre Made in Amazônia Design: economia sustentável com identidade

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA